[VARIEDADES] O Asteroide que vai Bater na Terra

Muitos anos atrás, no Jornal Nacional ou no Fantástico (minha memória não é assim tão boa), foi feito o soturno anúncio de que no ano de 2019, em fevereiro, um asteroide de dimensões consideráveis entraria em rota de colisão com a Terra.

Certamente você já ouviu rumores sobre o assunto, assistiu reportagens, ou está lendo isso agora em completo pânico. (Nesse último caso, peço desculpas). 

Sim, o asteroide existe, e está, sim, em rota de colisão com a Terra, segundo o que declarou a própria Nasa.

O nosso atual inimigo, capaz de fazer um estrago maior que o Thanos (pelo menos aqui na Terra) chama-se NT7, tem 2 KM de diâmetro, e está previsto para a segunda semana de fevereiro.

Ou seja: NÃO VAI TER CARNAVAL!

Calma.

Vamos aos fatos, antes que alguém me xingue nos comentários.

Podemos ficar aliviados – desta pedra estamos a salvo.

O asteroide estará dentro da rota de colisão com a Terra, mas passará apenas perto o bastante para que todo mundo faça vídeos apocalípticos no youtube, em busca de Views.

Não haverá impacto.

Mas os asteroides representam, sim, um risco enorme para a Terra e para a humanidade. Por existirem aos montes no Sistema Solar, nós ainda não conseguimos mapear as órbitas da maior parte deles. Os gigantes são mais fáceis de serem localizados: nós conhecemos mais de 96% dos cerca de mil que têm um quilômetro de diâmetro ou mais. O mesmo não pode ser dito dos asteroides com diâmetro a partir de 140 metros, que já fariam um grande estrago. Estimativas sugerem que eles sejam 25 vezes mais numerosos, e uma das metas atuais é fazer com que o número destes objetos conhecidos chegue a 90% ou mais.

No caso do NT7, que tem, conforme já dito, 2 quilômetros de diâmetro, o estrago seria enorme, mas provavelmente sobreviveríamos.

Seria uma sobrevivência no melhor modo The 100, mas, ainda assim, uma sobrevivência.