[VARIEDADES] EMMA WATSON faz um discurso na ONU para mudar as regras do jogo

541f23722e32fc85609d5aa5_ew_un

A recem graduada Emma Watson foi nomeada embaixadora da boa vontade pela ONU e os efeitos disso ainda podem ser sentidos (o site da ONU caiu com o numero de acessos, por exemplo) mas dessa vez ela participou ativamente de uma forma completamente diferente.

De acordo com a matéria da Vanity Fair, a atriz fez um discurso caloroso na sede da ONU em Nova York para o lançamento da campanha “ElePorEla”, a qual busca galvanizar um bilhão de garotos como advogados para terminar com as injustiças que as mulheres sofrem globalmente.

Emma-Watson-em-sua-formaturaO discurso de Watson, o qual foi recebido com ovação, não só busca mudar o papel no homem nesta política como desfazer a concepção negativa que o feminismo tem em geral.

“Eu decidi que eu era feminista. Isso pareceu simples para mim. Mas minha pesquisa recente me mostrou que o feminismo se tornou uma palavra impopular. As mulheres estão escolhendo não se identificar como feministas. Aparentemente [feminismo] é uma palavra forte demais, agressiva demais, anti-homens demais e nada atraente.

Por que essa palavra se tornou tão impopular? Eu acredito que é justo que eu receba o mesmo salário que meus colegas masculinos. Eu acredito que é justo que eu possa tomar as decisões sobre o meu próprio corpo. Eu acredito que seja justo que as mulheres sejam envolvidas nas políticas e decisões que afetam minha vida e eu acredito que seja justo que, socialmente, eu receba o mesmo respeito que os homens.”

Watson está se referindo diretamente a campanhas como “Mulheres contra o feminismo”, mas também a concepção de que o feminismo é “odiar os homens”. Ao envolver ambos os gêneros na campanha “ElePorEla”, a ideia é acabar com essa mentalidade de “nós contra eles”.

emma_watson01E enquanto Emma será universalmente associada com a personagem da série Harry Potter, isso é uma grande vantagem pois ela tem um canal direto e de influencia com muitos jovens ao redor do mundo inteiro. Mas ao mesmo tempo, ela se preocupa em não ser levada a sério por outras audiências justamente por este mesmo motivo.

Vocês podem estar pensando: quem é essa garota do Harry Potter? O que ela está fazendo na ONU? Eu me pergunto a mesma coisa, mas tudo que eu sei é que eu posso fazer alguma coisa sobre esse problema e eu quero ajudar. E tendo vivido o que eu já vivi, tendo uma chance eu sinto que é minha responsabilidade dizer alguma coisa. Edmund Burke disse que tudo que é necessário para que as forças do mal triunfem é que os homens e mulheres bons não façam nada.”

Mesmo o secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon, fez uma piada sobre o assunto dizendo que ela está “acenando uma varinha mágica, espero que essa mágica acabe com a violência contra as mulheres” mas a abordagem da própria é séria o bastante apesar disso.

emma

Você pode conferir o discurso na integra neste vídeo.

Mais informações podem ser vistas na página oficial da campanha