[SERIES] TRUE DETECTIVE: A sintese de uma geração em 59 minutos

true-detective2

Caros amigos da internet,

Eu sei que existem alguns de vocês que são pessoas boas e trabalhadoras, decentes e com bom gosto. Eu peço a estes que se retirem pois o que eu tenho a dizer a seguir não é para você, cidadão de bem.

O QUE DIABOS TEM ERRADO COM VOCÊ?! QUAL É O SEU MALDITO PROBLEMA? PORQUE VOCÊ NÃO SE MATA DE UMA VEZ E ME DEIXA EM PAZ, SUA MALDITA MISERAVEL?

Caham, bem… acredito que eu esteja começando pelo final o que é bom já que eu aprendi que 95% das pessoas na internet são analfabetos funcionais e tem um derrame se lerem mais do que uma linha. Mas agora que já colocamos a comunicação de nossos sentimentos em dia vou me permitir começar pelo começo.

Acontece que através das famigeradas e maledicentes tais de “redes sociais” eu ouvi falar desse tal seriado True Detective. E por redes sociais entendam Facebook, pq Twitter é coisa de hipster maconheiro do inferno. Então eu vi varios posts em sites e blogues e um dirigivel da Goodyear falando desse tal seriado e uma iluminada alma me disse  para experimentar essa onda que todo mundo estava falando. Essa descrição poderia ser usada para contar como eu comecei nas drogas mas a verdade é que nenhuma droga conhecida pelo homem consegue ser tão ruim quanto este programa.

Então eu fui lá, todo feliz e pimpão assistir o tal seriado com o cara do Zumbilandia e o cara das comédias romanticas que todo mundo estava falando.

SANTA. MÃE. PEREBENTA. DE. DEUS.
Que troço chato, putaqueopareovoadornumcamundongo!

24207451

Mas como pode ser tão ruim assim? Vamos por partes como diria Jack (acho que ser estripado seria mais divertido, pelo menos o tempo passaria mais rapido).

Como muitas e muitas séries, True Detective é uma série fraca que joga completamente o peso da responsabilidade do sucesso nos carisma do protagonista. Ok, a idéia não é ruim: deu certo com House, deu certo com Breaking Bad, pq não daria certo agora não é? O problema não é esse. O problema é que encomendaram sob medida um personagem para marcar a garotada, tipo o tio White, só que provavelmente algum genio brilhante teve a idéia de ir perguntar para os jovens o que eles queriam ter como protagonista. Pq sério, eu realmente duvido que alguem com mais de 25 anos que não more no porão da casa dos pais pode ter achado uma boa idéia aquele personagem central.

Imagine o seguinte: o cara é apatico, indiferente pela vida ao ponto que os franceses inventariam uma nova palavra para ele. Do tipo “ah, a vida, tanto faz cara, que seja” que faria o Nyan Cat (eu ia escrever o nome do cara alemão mas é muito dificil) se esconder de vergonha. Mas se fosse só isso dava pra concertar, agora adicione que ele é um intelectualoide de merda com papos de maconheiro de faculdade de filosofia cruzado com um ecochato purista. O tipo de babaca que fala “a raça humana devia deixar de existir e dar lugar para as vacas, elas sim merecem herdar o planeta e a culpa pela extinção dos dinossauros foi nossa e blablabla”.

Sério, você não quer conhecer uma pessoa assim. Você não quer pensar que vive em um mundo que uma pessoa assim existe. E principalmente você não quer assistir uma série com um cara assim como protagonista.

pseudointelectual

Ok, ok, eu entendi o que eles quiseram fazer. O velho esquema do genio antissocial e cruzar o House com o Sherlock Holmes parecia uma boa idéia. E até poderia ser não fosse o fato que pegaram todos os aspectos ruins dos dois personagens, bateram num liquidificador e cagaram em cima. E deram pra internet beber com gosto, pq é isso que esses imbecis online (você incluso) fazem.

Uma coisa é fazer uma série com um protagonista antipatico e de personalidade forte, outra é fazer com um babaca que você não consegue ouvir duas frases sem querer meter um soco na boca. Já sei que você vai me dizer “ah mas foi uma escolha artistica intencional”, meus parabens, intencionalmente escolheram fazer uma bosta inassistivel. Grande consolo, boo-hoo.

30488-Woody-Harrelson-crying-money-b-8fc5Tá Woody, já entendi como tu se sente após essa edificante participação…

Mas tá, até do Matt Macgonorréia tem também o parceiro dele do Zumbilandia. Aqui eles tentaram fazer a velha dinamica Riggs/Murtaugh, o tira certirinho de familia e o tira genial porra louca. De novo eu entendi o que eles quiseram fazer. E de novo eles conseguiram pegar todos os aspectos errados da formula que eles tentaram samplear: acontece que o “certinho” aqui se limita a ficar matraquando apenas “cala a boca”. Eu juro que senti o diretor me dando uma cotovelada nas costelas e dizendo “pq isso é o que eu uma pessoa normal e realista faria, sacou? heim? heim? heim?”. Mas como esses cornos nojentos não acertam uma, é estatisticamente improvavel uma coisa dessas!

Ah, e a HBO aproveitou a rapa de tacho de figurantes e sotaques de caipira que tinha sobrado de True Blood para tacar aqui. Ou isso ou tem maracutaia fiscal em ambientar  na caixaprego do sul dos EUA, só pode.

Seguindo o vale de lagrimas temos que a série é extremamente realista. Eu sei, eu sei que você vai me dizer “o maluco da madeira – um beijo pra quem lembrar dessa referencia – mas isso é uma coisa boa porra!”. Ah é? Ah é mesmo? Então eu te convido a ir em uma repartição publica e assistir as pessoas trabalhando. pronto, taí o seu realismo. Pq é exatamente isso que precisamos em um seriado: realismo para assistirmos o lado mais chato e sem tesão da policia trabalhando. Mais uma vez, denovo, mas denovo como pode uma merda dessas, eles tentaram pegar a formula e pinçaram tudo que tem de errado nela. Esses cagalhões tão intencionalmente de sacanagem comigo, só pode.

Breaking Bad tinha momentos absurdamente imbecis com tomadas de minutos sobre os personagens fazendo porra nenhuma (jantar então era o mata-tempo favorito dos canalhas). Mas ao menos eram momentos. Agora imagine uma série inteira sobre isso!

798a09ec0a5e3e600b1e8460862adaefDá pra fazer uma serie inteira só com tomadas de quase três minutos assim de Breaking Bad

É um policial sem tesão interrogando testemunhas que não estão nem aí pra nada e visitando locais de crime onde nada acontece. Você espera que pelo menos vai ter um momento de epifania e a coisa vai engrenar mas nãaaaaaaaao. Não seria realista! Se eu quiser realismo eu assisto a porra da TV Justiça que ainda corre o risco de ser mais emocionante que isso!

Algum doente espalho na internet que lembra as HQs do Constantine pq ele é blaze e pragmatico, mas obviamente o corno molhado estava se referindo ao filme do Keanu Reaves. Alias, taí! O melhor exemplo: pegue o Constantine do Keanu Reaves, retire qualquer elemento interessante e deixe ele fazendo uma investigação burocratica. Se divertiu? Pois é, taí o grande blast da internet dos dias de hoje. Seus doentes, seus sujos, seus tipograficos!

Também me disseram que tem algo de Lovecraftiano mais pra frente, não que algo que pareça uma trama vagamente interessante apareça nos primeiros episódios mas pra que fazer algo que, sei lá, as pessoas tenham interesse em continuar assistindo, né? Honestamente o unico horror pangalactico inenarravel que eu consigo imaginar é ter que assistir mais episódios dessa porra.

WWHYzE bem no fundo está você que gosta dessa porcaria

São cerca de sessenta minutos retos, sem um avanço no roteiro, sem uma cena que lhe obrigue a assistir o próximo episódio, sem um clímax propriamente dito. Se você acha que é bom ficar uma hora tomando joelhada no saco para quem sabe possivelmente talvez depois de mais seis ou sete sessões dessas receber um beijinho no rosto da princesa do baile, vai que é tua Taffarel. Mas para não dizer que eu sou injusto dei uma lida em resenhas sobre os proximos episodios, talvez a série vira uma coisa completa e totalmente diferente do que ela é, não é? Olha o que eu achei.

A carga emocional por trás da discussão sobre a quem cabia o direito de cortar a grama de Hart conseguiu ser maior até mesmo do que aquela por trás das agressões físicas do primeiro episódio.

O PONTO ALTO É UMA DISCUSSÃO SOBRE CORTAR A GRAMA?!? CORTAR A PORCARIA DA GRAMA?! Caralho porra macaco morto aipim ninja mutagenico seus bastardos nojentos inferno como eu odeio vocês que sustentam essa porra de series. Pq quem financia essa porra aqui são vocês, seus merdas! Enquanto tem gente de talento que nunca tem uma chance de verdade são desgraçados como vocês que gostam de qualquer lixo que sustentam os Crepusculos, os Justins Biebers e os Trues Detectives da vida.

capitao_nascimento-vc-financia-essa-merda

Eu não acredito que as pessoas sequer considerem assistir essa merda, o que tem de errado com vocês? Foi pra isso que Jesus morreu na  cruz? Foi pra isso que os nazistas foram derrotados? Para as pessoas pagarem pau pra esse tipo de lixo? Ah vão se fuder holisticamente!

Chega, cansei de falar dessa merda, tomanocu todos vocês porque eu tenho amor próprio. Tenho tanto amor que até te mando tomanocu com muito amor, viu…

qswewzNos EUA, a demanda para o episódio final foi tão grande que derrubou o serviço de streaming da HBO Go na noite de domingo. Alguma dúvida de que a contagem regressiva para a segunda temporada, em 2015, já começou?

5 thoughts on “[SERIES] TRUE DETECTIVE: A sintese de uma geração em 59 minutos

  1. E aí, Cilon. Rapaz, primeiro quero te dar os parabéns por ter conseguido me fazer ler o pior texto que já vi nessa internet. Bom, se tem esse espaço aqui pra comentar é porque posso expressar minha opinião seja ela de bom grado ou não, e aí vamos nós.

    1- True Detective não é ruim. Você acha que o seriado conseguiu altos números na audiência por nada? Acha mesmo que repercutiu como repercutiu por nada? Até o momento só vi críticas positivas sobre, juro que gostaria de ver uma negativa só pra saber os verdadeiros erros que a HBO cometeu pondo isso no ar – coisa que eu não encontrei aqui.

    2- Gosto não se discute, opinião é opinião e eu respeito a de todo mundo, DESDE QUE seja bem explicada. O que você fez aqui (ou tentou, né) foi forçar com que outras pessoas não assistam a série, o que é uma coisa totalmente babaca e infantil da tua parte, meu velho. Segue aí um anexo de um amigo meu que também usa a “rede social de hipster maconheiro do inferno” pra se comunicar: https://twitter.com/JimmieDimmick/status/442747329423376384

    3- Você escreveu esse texto usando argumentos muito, mas muito ruins e sem fundamentos. Se seguir a sua lógica nenhum personagem da FICÇÃO (porque não está escrito “oi, essa é a realidade” na abertura de TD) seria bom o suficiente, poxa. “Ah, esse é badass demais… CLICHÊ!”, “Ah, esse é muito hipster… CLICHÊ!”, “Ah, esse é mais burro que uma porta… CLICHÊ!”.

    4- Não sei até qual episódio você assistiu, não sei se passou do piloto, mas eu acho mesmo é que tu ficou boiando e não entendeu nada da história.

    5- Você se mete a criticar os atores sem conhecer a carreira de ambos. Fala do Woody Harrelson sendo que, claramente, só conhece 1 trabalho dele, Zumbilândia. Como alguém critica o trabalho de outra pessoa sem ao menos conhecê-lo, mano? Pô, que vacilo, Cilon… Seria o mesmo que criticar o Al Pacino tendo como base só a ponta dele num filme do Adam Sandler…

    Bônus: Por que eu tô aqui comentando num site chamado “Nerd Geek Feelings”, né? HUAEHAUHEAUHEAUHEHU

    Ah, e toma cuidado com essas faltas de pontuação nos seus textos, isso é erro ortográfico e um risco que nenhum site “”””””inteligente/nerd/geek””””””” deve se submeter.

  2. Caro Luiz, primeiramente gostaria de dizer que o comentário de todo e qualquer leitor é muito bem recebido por nós do NERD GEEK FEELINGS. Mas, como grupo e equipe que somos, damos espaço e incentivo a críticas construtivas. Apenas construtivas.
    Como você ofendeu um mebro do blog – possivelmente um dos nossos mais ativos colaboradores – sou obrigada a dizer-te que não serão tolerados comentários estúpidos ( sim, meu caro: ESTÚPIDOS) como este que você fez.
    Seu comentário será apagado quantas vezes for necessário.
    E só para você saber: como professora de língua portuguesa, posso dizer que seu texto não está livre de erros. Pelo contrário. Sua escrita é pobre e triste. Por favor, procure ajuda. Vá estudar antes de criticar qualquer pessoa.
    Falo em meu nome colaboradora do Blog. E me responsabilizo por tudo que disse.
    E RATIFICO: sua pobreza de escrita só não supera sua mediocridade intelectual.

  3. Pingback: [ANIMES] PSYCHO-PASS: quando Blade Runner encontra Minority Report | NERD GEEK FEELINGS

Comments are closed.