[TOP 10] As Melhores Séries de Ficção Científica de Todos os Tempos

capa_sci_fi

(texto original de Troy Brownfield, traduzido e adaptado livremente por Rodrigo F. S. Souza)

Com uma possível nova série de TV de Star Trek a caminho, uma já garantida nova série animada de Star Wars, e a ficção científica mais popular do que nunca, chegou a hora de ver quais foram as melhores séries do gênero até agora.

É claro que algumas ficarão de fora, mas garantimos que foi feito um enorme esforço para determinar as melhores deste top 10.

Esta lista está mais inclinada para a ficção científica do que para a fantasia, e concentra-se apenas em séries live-action.

10 – Contratempo
(Quantum Leap – 1989-1993, 5 temporadas)

quantumleapseas2r1artpic2

Contratempo tinha uma grande premissa. Um cientista saltando de um corpo para outro através do tempo, cuja única companhia era uma representação holográfica de um computador que só ele podia ver. É um conceito avançado de ficção científica pra TV, mas que funcionou magnificamente.

Muito se deve à dupla Scott Bakula e Dean Stockwell, que interpretavam drama e comédia em perfeita sintonia o tempo todo.

9 – Firefly
(Idem – 2002, 1 temporada)

454846202

Joss Whedon já havia lançado o desafio as séries de gênero com Buffy – A Caça Vampiros e Angel. Graças a isto a Fox deu a ele a oportunidade de apresentar uma nova visão da ficção científica, e Whedon a aproveitou.

Infelizmente o estúdio tomou o caminho oposto e abandonou a série quando ela estava decolando.

Firefly apresentou um futuro que ecoava o panorama político atual, mas com uma pegada de faroeste clássico. Da econômica música tema à ausência de alienígenas e sons no espaço, Firefly atentava para os detalhes.

8 – Farscape
(1999-2003, 4 temporadas)

farscape

Provavelmente o item desta lista que renderá mais discussões. Farscape abordava mais assuntos num episódio do que algumas séries o fazem numa temporada inteira.

Sim, tinha os bonecos. Mas havia também heróis malandrões, vilões marcantes, muitas discussões sobre física, amores trágicos, mortes, e muita diversão.

O Buck Rogers da próxima geração interpretado por Ben Browder era o destaque da série.

7 – Arquivo X
(The X-Files – 1993-2002, 9 temporadas)

xfiles10

Uma das séries mais longas de seu gênero (nos Estados Unidos), Arquivo X foi inovadora porque misturava seriado policial de investigação (nossos heróis eram do FBI!) com elementos fantásticos (eles perseguiam alienígenas!).

Solidamente construída a partir da química da dupla interpretada por David Duchovny e Gillian Anderson, a série apresentou vários episódios fechados excelentes, que alternavam com a inebriante mitologia envolvendo conspirações e abduções alienígenas.

Sim, durou tempo demais, provavelmente porque ninguém queria parar de assisti-la [nota do tradutor: há controvérsias, porque sei de muita gente que parou de assistir na 5ª ou 6ª temporadas, eu particularmente acho ela boa o suficiente até a 7ª].

6 – The Prisoner
(1967-1968, 1 temporada)

Prisoner Carton.indd

A continuação espiritual da série Danger Man de Patrick McGoohan, The Prisoner foi bem além do conceito de um espião preso em uma ilha misteriosa. George Markstein e McGoohan reuniram idéias que resultaram no conto altamente alegórico de um agente preso numa vila misteriosa. Embora muitas das armadilhas envolvessem ficção científica, grande parte da densidade da série veio de suas provocantes reflexões sobre construtos sociais e a vontade individual.

E, é claro, ela talvez tenha um dos melhores finais de todos os tempos.

5 – Lost
(2004-2010, 6 temporadas)

LostSeason5Poster

Reclamem o quando quiser do final, e diremos o seguinte: nem todas as questões devem ser respondidas, e ninguém deve nada a vocês.

Parte da grandiosidade de Lost foi a ousadia de levantar questões e desafiar suposições numa época em que a TV era aparentemente governada pelos reality shows.

Lost foi a irrealidade na TV, mergulhando de cabeça em viagens no tempo, realidades alternativas, monstros de fumaça, entre outros temas, sem cerimônia. Não foram todos os espectadores que ficaram totalmente satisfeitos, mas é indiscutível o talento com que o quadro geral foi composto pelos criadores, elenco e equipe técnica.

E também tinha os ursos polares!

4 – Além da Imaginação
(The Twilight Zone – 1959-1964, 5 temporadas /
The Outer Limits, continuação de Zone – 1963-1965, 2 temporadas)

twilight-zone

Zone veio antes e durou mais tempo, mas dava mais ênfase à fantasia. Limits teve bem mais ficção científica em sua curta duração, mas não era tão envolvente quando Zone. Apesar disto, ambas são provas da possível excelência de antologias para a TV.

Limits plantou a semente da franquia Exterminador do Futuro no episódio Soldier de Harlan Ellison. E amamos Zone por nada mais que To Serve Man, adaptação de Rod Serling de uma história de Damon Knight.

Isto é um clássico, meus amigos!

3 – Battlestar Galactica
(2003 – minissérie introdutória, 2004-2009 – série de 4 temporadas)

battlestar-galactica

Atualizando a adorável bobagem de 1978 de uma maneira feroz, BSG desafiou expectativas com um remake anos-luz além da ambição do original. Foi uma série ousada o bastante para fazê-lo simpatizar com vilões que roubavam identidades, e colhuda o bastante para fazê-lo identificar-se com terroristas e fanáticos religiosos durante um período de guerra na vida real. [nota do tradutor: a série rolou entre a Guerra do Iraque e a invasão do Afeganistão pelos Estados Unidos da Era Bush]

Houveram reclamações sobre os últimos minutos do final da série, mas vamos considerar os 110 minutos anteriores ou o que veio antes deles: ação de tirar o fôlego e das mais inteligentes que já se viu na TV.

BSG é um clássico, ponto final.

2 – Jornada nas Estrelas
(Star Trek – 1966-1969, 3 temporadas)

Star-Trek-TOS

O que dizer aqui? Star Trek é Star Trek, um fenômeno cultural que conecta gerações, sobrevive e persevera em reinterpretações, e pede reinvenções.

Sim, a ciência não é perfeita. Mas e daí? E o Spock de Leonard Nimoy? E a energia e fanfarronice de um William Shatner pré-tudo-que-faço-é-intencionalmente-exagerado? E as reclamações de DeForest Kelley?

Star Trek é um gigante cultural. Ainda enfrentamos filas pra ver filmes de Star Trek.

Exploração mais o espírito humano dividido por dilema e ação. É uma equação que ainda funciona, 44 anos depois e contando.

1 – Doctor Who
(1963-1989 / 2005-Até hoje, 32 temporadas)

12Doctors-doctor-who

Diabolicamente inteligente ao incorporar os meios para reescalar o protagonista dentro da própria premissa da série, Doctor Who continua sendo o seriado de ficção científica mais longo da história. Ele celebra seu quinquagésimo aniversário este ano.

Onze atores interpretaram O Doutor (com o décimo-segundo a caminho), todas diferentes encarnações do mesmo homem graças à habilidade de regenerar-se do Senhor do Tempo. Ao longo do tempo a série explorou virtualmente todo tipo de história que pode ser contada dentro da ficção científica – e além.

Tem ação, humor, e uma boa quantia de drama angustiante (não acredita? veja o final da marcante fase de David Tennant).

A série ficou fora do ar na década de 1990, mas realizou um retorno mais do que consistente.

Com mais de 30 temporadas, Doctor Who tem que ser o melhor seriado de ficção científica de todos os tempos.

Fonte: http://www.newsarama.com

19 thoughts on “[TOP 10] As Melhores Séries de Ficção Científica de Todos os Tempos

  1. Top 3 perfeito, apesar que, a franquia Star Trek é tão foda que Deep Space 9 e a Nova Geração cabiam nessa lista. Os assuntos abordados de forma tão brilhante por BSG, a serie DS9 também trabalhou, guerra, religião, política, terrorismo e um futuro mais sombrio para a jornada do homem pelo universo, foram temas discutidos por Sisko e cia. DS9 é a serie mais cult e injustiçada de todos os tempos.

    • Nunca será meu Amigo! Doctor Who está há bilhões de anos luz com sua Tardis a frente da sua mera enterprise.

  2. Poxa, cadê Stargate??? 😛

    Arquivo X <3, Firefly <3,

    Acho que devo ser a única nerd do mundo que não assiste Dr. Who. rs

    De Star Trek fica até difícil escolher a melhor, já que cada uma atendeu ao seu período e momento. Mas gosto muito do ambiente político de Deep Space 9.

    Já Battlestar Galactica devia passar no repeat, de tão boa que é. 😀

  3. Como “todas” listas de “melhores”…escolhas totalmente subjetivas, embasadas pelo “gosto do freguês”…Mas essa é MUITO FRACA…
    Colocar séries como a versão feminista moderna de Battlestar Galactica, a sem noção Lost, a chatíssima Farscape…

    E sendo “De Todos os Tempos”, deixar de fora obras-primas como Flash Gordon (1936), Galactica – Astronave do Combate (1978), V – A Batalha Final (1983)…é algo totalmente sem lógica e noção.

  4. stargate (10 temporadas) Stargate Atlantis (5 temporadas( ) stargate universe ( 2 temporadas) e nem foi citado..???? to vendo que qem escreveu materia usou CTRL+C e CRT+V vou gravar o nome dele para quando aparecer de novo pula para outro, assim que funciona…….

    • Antonio, eu apenas traduzi a lista. Ela não é minha. E não fiz isto com o intuito de afirmar que apenas estas séries são as melhores. Optei por traduzi-la e publicá-la para que ela servisse como um ponto de partida para quem quer conhecer novas séries de ficção científica.

      Aliás, devo agradecer a você e os demais que comentaram no post, pois seus comentários contribuíram com o principal objetivo dele, que é levar seus leitores a conhecerem outras obras de ficção científica.

      Portanto, obrigado a todos pelos comentários. 🙂

  5. Em primeiro lugar deviam por FRINGE a melhor série de todos os tempos recomendo a todos muito boa a série muito mesmo

Comments are closed.