[LIVRO] “Abominação”, de Gary Whitta (resenha)

Um guerreiro destemido que dispensa honrarias. Um “mago” perdido em sua maldição. Uma jovem guerreira lutando num mundo de homens; e uma besta abominável que faz gelar até os ossos. Coloque-os todos na Inglaterra do século 9 e pronto: “Abominação”, de Gary Whitta, é uma ficção histórica que envolve magia, fantasia medieval, muito sangue e humanidade.

[REFLEXÕES] Uma palavra sobre ela(s)?

Ontem, vi uma brincadeira entre fãs americanos de Game of Thrones num grupo do Facebook. Eles inseriam imagens de personagens fodas da sétima temporada da série e pediam que essas figuras fossem descritas com uma única palavra.