[LIVRO] “O Demonologista” de Andrew Pyper (resenha)

Não há como começar essa resenha sem citar a máxima escrita pelo poeta francês Charles Baudelaire: “a maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe”. A descrença a respeito do “Tinhoso” pode ser validada por histórias que foram contadas (ou recontadas) como mitos, e a segurança do “incrível” por ser fantasioso acaba…