[TÁ NO CATARSE] Teocrasília, de Denis Mello

Hoje comemora-se a proclamação da república, um bom dia para refletir sobre o caminho tomado pelo Brasil até aqui, e o que o futuro nos reserva. É um desses possíveis futuros o explorado por Teocrasília, HQ de Denis Mello que está em campanha no Catarse.

A premissa da obra chama atenção por extrapolar uma situação que já está em andamento no país: a influencia das bancadas religiosas na política brasileira. A ambientação distópica, obviamente, tem seu apelo, especialmente pra quem conhece ou mora em Niterói, onde se passa o primeiro arco de histórias.

Abaixo você descobre mais sobre Teocrasília:

Teocrasília é uma história em quadrinhos que fala sobre um futuro distópico não muito distante, no qual a bancada religiosa da 

política nacional domina o país após um episódio que ficou conhecido como “Revolução da Palavra”, estabelecendo um regime teocrático.

Links para leitura:
Início da HQ para leitura online!

Revista prólogo: Teocrasília – Edição Histórica
Página do facebook para ficar por dentro das novidades do projeto
Passo a passo sobre como apoiar o projeto aqui no Catarse

Se você concorda que a mistura de política e religião pode nos levar por um caminho obscuro enquanto sociedade, apoie esse projeto. A intenção em primeiro lugar, claro, é contar uma boa história recheada de elementos de drama e ação, mas um dos grandes objetivos é chamar atenção para os problemas que a interferência de preceitos e valores religiosos na esfera política podem provocar. Especialmente quando o fanatismo impera, sobrepujando a razão e o respeito às liberdades individuais.

Conto com a participação de todos os amigos, de qualquer religião ou de nenhuma! Teocrasília não se trata de uma crítica à religião, mas sim dessa prática cada dia mais comum no nosso país de envolver líderes religiosos ou membros dessas comunidades na política de forma determinante, impondo através das leis seus preceitos e dogmas a todos os cidadãos. Na HQ explorarei o aspecto mais extremo dessa prática, expondo malefícios causados à sociedade quando se abandona a democracia e o estado laico em prol de uma teocracia, e eles vão desde perda de diversos direitos civis até a própria intolerância religiosa.

Teocrasília é uma HQ que se desenvolve em diversos núcleos de personagens. Neste primeiro volume veremos a evolução do trio central da trama:

Yuri- Um artista subversivo que participou ativamente de movimentos contra o regime e agora pretende, junto de sua companheira Fábia, fundar o Retiro Solidário Laico: uma sociedade alternativa isolada do regime, onde um grupo seleto de pessoas que prezam por suas liberdades individuais pode viver em harmonia de forma sustentável, além de preservar uma série de conhecimentos acadêmicos e produção artística e cultural que vem sendo destruída ou combatida sistematicamente pelo governo. Uma ideia arriscada que põe em risco a vida de todos, ou ainda pior… Serem presos num dos temidos Campos de Reconsagração.

Gambino- Funcionário público frustrado que sustenta uma fachada de conversão ao sistema teocrático. Contudo, sob o pseudônimo de Barba Negra, ele inicia uma jornada clandestina na promoção de atividades subversivas à margem do regime. Um caminho tão ou mais perigoso do que o de Yuri.

Vicky- Voltando de seu doutorado na Europa, ela encontra um mundo totalmente diferente do que havia deixado para trás. Sua natureza libertária e autêntica a fazem encontrar muita dificuldade em se adaptar aos novos costumes e regras sociais. Desde vestimentas até aonde ela pode ir e o que pode ou não fazer, tudo nesse novo Brasil a coloca na mira dos conservadores.

Niterói- A minha cidade serve como cenário para esse primeiro arco de histórias, e diversos pontos dela marcam presença, tornando-a quase que um personagem secundário. O uso de um cenário tão íntimo e conhecido torna toda a ambientação mais crível.

Se você leu o projeto até aqui, tenho certeza que está pensando “Hum, essa história tem potencial, mas será que vale comprar o livro?”. A resposta é: SIM!

Estou me dedicando intensamente a esse projeto, mudei minha vida de cabeça pra baixo por ele, porque eu tenho plena convicção de que essa história precisa ser contada. Estou muito animado de compartilhar com vocês o que eu já projetei, mas a verdade é que ainda vai levar algum tempo até que possam ler tudo.

Teocrasília será uma história dividida em 6 livros. O 1º LIVRO terá ao menos 144 páginas em preto e branco, formato 21×28! O valor de aquisição aqui na campanha está com um desconto promocional super legal, a ideia é tentar levar até vocês um material de qualidade por um preço justo!

Cada livro trará um arco fechado de 4 capítulos, totalizando 24 capítulos, e sim, eu tenho a história toda escrita, os principais acontecimentos e ações de cada personagem e cada linha da trama. Mas cada capítulo tem 30 páginas, ou seja, são 720 páginas! Então o planejamento é de fazer esse lançamento via catarse todo o ano, a cada ano com um volume diferente. Então SIM, vale a pena garantir o seu livro AGORA, porque conforme a história avançar e estivermos nos volumes mais adiantados, pode ser difícil encontrar exemplares dos primeiros volumes à venda. Então o que eu te peço nesse momento é: ACREDITE em Teocrasília, se por acaso você tiver se interessado pela temática, pelos personagens, pelo estilo da arte, enfim, se chamou sua atenção, se despertou sua curiosidade, eu lhe garanto: o que eu falei até agora sobre esse projeto é apenas a ponta do iceberg. Muitos momentos incríveis virão nos próximos anos, e alguns deles já nesse primeiro volume.

[…]

Desde 2009 produz HQs e ilustrações com temáticas diversas, debutando com uma novela sobre a situação Palestina, passando depois por futebol, humor, policial, filosofia, drama e etc, até encontrar o terror em Beladonaquadrinho co-criado em parceria com Ana Recalde, sucesso de crítica e vencedora do troféu HQ Mix(Publicação Independente de Grupo em 2013, Melhor Quadrinho para a Web em 2015 e Adaptação para outras Linguagens em 2016). Indicado ainda como Desenhista Revelação em 2013 e Melhor Quadrinho da Web em 2013 e 2014. Beladona teve sua impressão financiada pelo Catarse numa campanha muito bem sucedida, e posteriormente teve adaptações para teatro e RPG.

Entre Dezembro de 2016 e Julho de 2017 viveu em Angoulême na França, capital europeia das HQs, onde foi fortemente orientado em torno da arte de Teocrasília(por profissionais da Escola Europeia Superior de Artes Visuais) e teve acesso livre não só ao maior festival de HQs do velho continente, como também entrada liberada aos históricos ‘Museu da Banda Desenhada’ e à ‘Biblioteca da Cidade Internacional da BD’. Além de participar de exposições em Paris (na feira de desenho contemporâneo Paris DDESSIN’17, com originais de ‘Teocrasília: Edição Histórica’) e Angoulême (com originais do primeiro capítulo de Teocrasília).

Participa constantemente dos principais eventos da cena quadrinistica brasileira, como o FIQ e a CCXP, entre outros. Antenado com o cenário artístico como um todo, participou de exposições em diversos lugares do Brasil. Apesar de haver participado da Cow Parade RJ 2011, foi mais ativo no cenário underground e universitário carioca nos tempos de Escola de Belas-Artes da UFRJ.

Trabalha como ilustrador e oficineiro em paralelo a seus projetos principais, além de já ter lecionado Artes na rede municipal de Niterói, sua terra natal e atual residência.

Boa parte de sua produção está disponível para leitura no site denismello.com

Veja abaixo alguns previews de Teocrasília:

Saiba mais sobre Teocrasília acessando sua página no Catarse.