[TÁ NO CATARSE] Contos de Òrun Àiyé, de Hugo Canuto.

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-xango

Admiro o trabalho do Hugo Canuto desde que descobri A Canção de Mayrube a partir de uma publicação de algum conhecido no Facebook. Desde então eu o entrevistei, viramos amigos, e me encontrei com ele pessoalmente na CCXP 2016.

Desde novembro ele está com um projeto em busca de financiamento no Catarse: Contos de Òrun Àiyé. Felizmente ele já foi financiado, e arrecadou mais que o dobro na meta inicial. Portanto, agora ele é uma pré-venda da releitura moderna e super-heroica da cultura Yorubá, com lançamento previsto para junho de 2017.

Independente de você conhecer ou não a cultura que o inspirou na criação dos Contos de Òrun Àiyé, acho muito difícil que você não sinta atração pelas artes produzidas até o momento pelo Hugo, exigindo uma mescla do estilo de Jack Kirby com o dele próprio.

Mas prefiro deixar o próprio Hugo falar mais detalhes sobre o projeto, que já tem meu apoio garantido (assim que virar o mês e fechar a fatura do meu cartão, porque gastei demais nas férias… u.u’):

Olá, me chamo Hugo Canuto e assim como vocês, sou um apaixonado por Histórias em Quadrinhos!

Alguns já me conhecem; ano passado, participei da Coletânea Máquina Zero 2, do selo Quadro a Quadro e publiquei a história em quadrinhos A Canção de Mayrube, cuja trama é inspirada no universo mítico dos povos da América.

Sempre fui fascinado pelas grandes sagas que incendiaram a alma dos antigos, criando civilizações e monumentos. De Gilgamesh a Darth Vader, a bela Porasy, Thor ou Superman, os heróis de mil faces ainda atiçam nossa imaginação, com mesmo encanto de quando ouvíamos histórias ao redor do fogo, na noite dos tempos.

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-iansa

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-oxossi

Embora desde 2013 eu tenha pensado em desenvolver um trabalho que abordasse a mitologia Africana, há alguns meses resolvi começar, ao fazer a arte “The Orixas” em honra aos 99 anos do mestre Jack Kirby, um dos artistas mais influentes dos quadrinhos.

Decidi concretizar a iniciativa, pois acredito que é preciso contar tramas que dialoguem com nossa cultura, à partir de outros olhares.

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-orixas

The Orixas – Homenagem aos 99 anos de Jack Kirby

Assim, retornei a Bahia para me aprofundar nas pesquisas, conversar com estudiosos e adeptos, procurando auxílio na construção desse universo, visando algo que honre a tradição, ao mesmo em que apresente, de uma maneira artística e com uma abordagem diferente, as histórias dos Orixás.

Ao longo dos anos de trabalho para criar o universo de Mayrube, muitas vezes busquei inspiração na história das civilizações do continente africano. Dei-me conta de que, apesar de viver no país que mais recebeu os povos da diáspora, sua contribuição para o nosso desenvolvimento e importância ainda é subestimada sob camadas de preconceitos. É necessário para entendermos nossa identidade como povo, e a lei 10.639/03, que versa sobre o ensino da cultura afro-brasileira e africana se mostra fundamental, resgatando essa herança para as novas gerações.

E assim surgiu o projeto Orixás – Contos de Òrun Àiyé, que irá levar as poderosas narrativas da cultura Yorubá ao formato das Histórias em Quadrinhos, em um album colorido e inicialmente com 80 páginas (caso asmetas estendidas sejam alcançadas vamos colocar mais material), trama completa e que será lançado, com a sua ajuda, no primeiro semestre de 2017.

Este projeto acredita no mercado nacional de Hqs e nasce da vontade de produzir um material de qualidade, com preço acessível para o público.

Acompanhem a nossa página www.facebook.com/ContosdeOrunAiye, nela postamos novidades, artes, fichas de personagens e processo de criação da revista.

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-sobre-a-revista

“Era um tempo em que reis e heróis caminhavam na terra… Ali, entre o oceano seco de areia e as florestas de chuva, havia um mosaico de povos cujas cidades, feitas de marfim e bronze, amavam a guerra e o comércio com a mesma intensidade… Artesãos, sábios, feiticeiros, que marcaram para sempre o destino de dois continentes.”

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-criacao-pagina-dupla

Acima – Página Dupla da história.

Esse é o universo dos Contos de Òrun Àiyé, construído a partir dos Itan, as histórias contadas oralmente por séculos nas tribos Yorubás, situadas hoje entre a Nigéria e o Benin, cujos filhos espalhados pela diáspora criaram raízes no Brasil.

No princípio, quando céu e o terra estavam unidos, os Orixás viviam entre os mortais. Influenciando os caminhos, lutando juntos ou ensinando o domínio dos elementos, entidades como Xangô, Yemanjá, Ogum e Iansã deixaram um legado capaz de triunfar sobre o tempo, seus feitos chegando aos nossos dias com o mesmo encantamento com que eram contados nas velhas cidades da África Ocidental.

E para poder tornar esse projeto real, formamos uma equipe criativa que conta com roteiro e lápis meus, arte final e diagramação do Marcelo Kina, e as cores incríveis do Pedro Júnior, ambos profissionais dos quadrinhos e animação.

CONTEÚDO

Serão duas histórias completas, tramas fechadas.

Os Contos de Òrun Àiyé serão publicados no Formato americano – 17 x 26 cm, com 80 páginas entre história e alguns extras, edição colorida.
Miolo em papel Off set LD 75g Miolo e Capa 240 g.

Além das histórias, teremos esboços do projeto, design de personagens e cenários, assim como uma Galeria com Artistas convidadas que divulgaremos ao longo da campanha. Abaixo alguns nomes já confirmados.

Flávio Luíz Nogueira (O Cabra, Aú o Capoeirista), Oliver Borges (Aurora Comics), Ricardo Cidade, Rafael Oliveira, Jefferson Costa, Hari Jan, Mikael Quites, Bruno Marcello…

Algumas estarão como extra do álbum, e caso seja possível ultrapassar a meta, colocaremos mais.

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-yemanja

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-elegba

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-ogun

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-oxum

contos-de-orun-aiye-hugo-canuto-omolu

Saiba mais sobre os Contos de Òrun Àiyé, incluindo as recompensas oferecidas aos apoiadores, acessando a página do projeto.