[CRITICA] SHINGEKI NO KYOJIN (Attack on Titan), assista online

Naquele dia … A humanidade se lembrou . O terror que é ser governado por eles . A humilhação que é viver como pássaros em uma gaiola … Apenas esperando para serem esmagados !”

attackontitan

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR OS EPISÓDIOS

Acho que fazia, seguramente, uns cinco anos ou mais que eu não assistia anime até que ouvi falar deste anime. E quando eu achava que tinha saído, eles me puxam de volta…

Mas o que é esse anime que estreia essa noite no bloco do Toonami? Vamor por partes…

O CENÁRIO

Walls

Em algum ponto da história da humanidade (que pode ou não ser o nosso mundo, embora seja importante apenas que o visual lembra a Europa renascentista) surgiram gigantes que tinham um gosto por humanos. Não demorou muito para a humanidade ser extinta exceto por uma única cidade-estado formado por tres camadas de muralhas impenetraveis. Enjaulados em sua proteção de pedra o que restou da humanidade viveu em paz por mais de cem anos. Até agora.

A TEMATICA

O anime é claramente um apocalipse zumbi só que com tiozões gigantes pelados no lugar dos zumbis, o que conta muitos pontos a seu favor.E como uma boa história de apocalipse zumbi o ponto forte é justamente o melhor e o pior que aflora da humanidade quando atingimos o nosso ponto mais baixo. Em essencia historias sobre zumbis nao sao realmente historias sobre os zumbis e sim sobre os sobreviventes, Shingeki no Kyojin segue esta premissa.

No fim não é tanto sobre os Titans e mais sobre o sentimento de impotencia, da raiva reprimida, da humilhação, do sentimento de vingança.

Claro, adicione a isso cenas impactantes (feitas do jeito certo, não a bobajada de “olha, estou chocando todo mundo por chocar” de Elfen Lied, por exemplo), o clima desesperançado de Fullmetal Alchemist e temos uma história tensa e brutal porem essencialmente humana.

OS GIGANTES

Attack-On-Titan-Derp-Titan

Isso não quer dizer, contudo, que os Titãs não sejam relevantes na história pelo contrário. Shingeki pegou tudo que há de incrível e foda no genero de Kaijus (as proporções épicas, a grandiosidade, o desespero e impotencia que causa ter um lagarto de cinquenta metros pisando em tudo) e de alguma forma tornou mais perturbador ainda. Pq os titãs não são monstros, são tiozões pelados sorridentes.

E enquanto isso parece estranho a primeira vista eventualmente voce começa a se sentir intimamente incomodado com isso. Porque eles não param de sorrir? Porque eles parecem tão felizes comendo pessoas? Porque eles são tiozões? Menos eventualmente ainda esse design começa a te causar uma agonia. “Por favor, alguém mata essas coisas… faz eles pararem, ta me incomodando, mata isso logo!”

Mas ninguém mata nada “logo”. Nenhum titã é morto pelo menos no primeiro terço do anime e a essa altura voce já estão tão angustiado e agoniado com essas criaturas que já esta implorando que alguém, qualquer um, comece a matar essas desgraças logo. Por favor!

Attack-on-Titan-01

Porém quando um gigante finalmente cai a sensação é muito gratificante. Finalmente esses bastardos estão tendo o que merecem! Lembra muito a sensação de jogar Shadow of the Colossus quando você finalmente consegue subir no safado e pode gritar “QUEM É QUE VAI SE ESCONDER AGORA, MODAFOCA!!!?”

Tudo nos Titãs, desde o seu visual até a forma que eles se movem, incomoda intimamente. E esse é um dos grandes trunfos da série.

Ao contrário de Walking Dead que ridicularizou os zumbis (sério, eles morrem até com cutucada na cabeça), em SNK os Titãs são sempre uma ameaça e mesmo mais para frente quando os heróis já estão lidando com problemas maiores (literalmente) o seu gigante “comum” nunca é realmente menosprezado e volta e meia estraçalham alguém para lembrar que eles não são apenas cenário como em Walking Dead e sim uma ameaça que pode te matar se voce nao levar a sério mesmo o mais comum dos gigantes.

Isso funciona de forma muito poderosa também.

A HUMANIDADE

shingeki-3

Attack on Titan nos apresenta uma sociedade que é mais do que um bando de garotos com poderes especiais. São pessoas, vivendo uma realidade alternativa, mas que possuem ferramentas e critérios de batalha como qualquer outra poderia ter. Frequentemente as pessoas, dentro daquele mundo, dizem que eles não deviam perder tempo com bobagens como pensar muito sobre os gigantes e viver sua vida normalmente dentro da realidade que é proposta.

Inicialmente você acha que isso é idiotice mas então para pensar e vê que SNK na verdade é um cenário parecido com Game of Thrones. E em ultima instancia, sobre como as pessoas do mundo real reagiriam nas mesmas situações.

Quer dizer, quem diabos vai se importar com politicagem e “poder” quando tem fucking zumbis de gelo descendo a muralha para fazer a limpa? Apenas todo mundo, esse é um dos pontos que torna a narrativa de Game of Thrones tão poderosa. E aqui também.

snk03

Attack on Titan tem muito sobre politicagem, sobre a coisa da humanidade se acostumar e até desenvolver uma sindrome de Estocolmo com os seus maiores problemas (como nós brasileiros temos uma simbiose muito estranha porem totalmente passiva com a corrupção). Isso torna o show bastante humano. O autor do manga disse que para ele Shingeki era o retrato de uma população japonesa que está tentando se redescobrir – mas a verdade é que esse paralelo é uma verdade humana universal e transcende nacionalidades.

Talvez essa identificação do público em reconhecer seus medos, pessoas que vivem suas vidas recheadas de mistérios e de “gigantes” para confrontar seja um dos pontos que faz a série se tornar tão “humana”

TODO MUNDO É “MORRÍVEL”

255394-attack-on-titan-teeth

Outro paralelo que pode ser traçado com Game of Thrones (e ter tantos comparativos com algo desse nível ajuda a entender porque o anime é tão bom) é que a nenhum dos personagens (nem mesmo o protagonista), seja antigo ou novo, está seguro.

Não existe isso de “ah, ele é muito importante para morrer” e algumas cenas do anime realmente me fizeram lembrar de um certo casamento. Em contrapartida todos os personagens são desenvolvidos o suficiente para que você ao menos se importe com eles – eu ficava preocupado toda cena que a “guria da batata” aparecia porque ela é tão legal e eu não queria que ela morresse, mais ou menos da mesma forma que eu fico tenso com cada cena do Tyrion (não o duende, tudo menos o duente!)

p4c1

ESTA TUDO NOS DETALHES

5c1yWby

SNK toma alguns cuidados na construção do seu cenário que o diferenciam como um cenário de fantasia. Durante os intervalos são apresentadas pequenas trivias sobre aquele cenário como o funcionamento dos equipamentos ou as teorias sobre a (inexplicada) origem dos muros que protegem a humanidade.

O anime escolhe temáticas visuais tipicamente ocidentais que funcionam muito bem. Como por exemplo a principal ferramenta da humanidade para enfrentar os Titãs é o Equipamento de Deslocamento Tridimensional que consiste de um conjunto de cabos de aço disparados a gas que confere mobilidade e agilidade o suficiente para enfrentar os gigantes.

121

Se isso lembra bastante o Homem-Aranha é porque deveria mesmo. A inspiração é bastante clara em detalhes interessantes como o fato que o gás que faz disparar os cabos não é infinito e se o Homem-Aranha tem excelente histórias sobre como ele se fudeu por estar esgotando seus lançadores de teias aqui não é menos parecido.

De fato o melhor arco do anime é justamente a parte em que um grupo de cadetes já quase sem recursos (a saber o gás pressurizado para os cabos e as laminas reservas que eles carregam, porque as espadas quebram facilmente, é isso que eles carregam naquelas bolsas caso esteja se perguntando) tem que atravessar a cidade tomada por gigantes para chegar a base de suprimentos para se reabastecer. É meio como se O Resgate do Soldado Ryan encontrasse o Homem-Aranha de uma forma muito bem executada, e eu não posso medir em palavras o quão legal isso é.

NEM TUDO É PERFEITO

shingeki_no_kyojin_05_3q?

Existem dois problemas que são frequentemente apontados com SNK. Um deles é o ritmo, muitas pessoas acham o passo arrastado demais e as vezes cansativo mas eu não saberia dizer a respeito disso. Talvez porque eu seja acostumado com visual novels e RPGs, mas eu não achei o ritmo um problema em nenhum momento. A reclamação existe, contudo.

O outro problema, e aí sim eu concordo, é a sindrome de Harry Potter. Assim como no livro da Rowling, por mais que o cenário seja fantástico (e é) e por mais que a história te fisgue (e o faz), não dá para negar o fato de que o protagonista é alguma coisa desinspirada. O show tem excelentes personagens de apoio (assim como acontece em Harry Potter), mas o trio de protagonistas não é essa coca-cola toda…

Posso garantir que você não vai se furtar em ver os maiores clichês de anime aqui (o personagem foda que fala pouco, o cara irrealisticamente bonzinho, e por aí vai). O anime vai exigir um pouco da sua boa vontade nesse ponto, nisso eu concordo.

PORQUE MECHAS SÃO LEGAIS

Episode_7

Apesar de todo o excelente desenvolvimento de suporte as tropas de solo, a partir da sua segunda metade o anime em essencia se torna um anime de robos gigantes disfarçado. Claro, são mantidas as premissas da série: o cenário medieval, a coisa é perturbadora e tensa, etc. Imagine como um Neon Genesis Evangelion medieval.

Inclusive nas partes nojentas e perturbadoras de Eva (como o fato que os Evas são, na verdade, apenas pessoas gigantes com armaduras nos quais os pilotos “entram dentro”… eca!) e adicione a isso as coisas impactantes e fodas de robos gigantes e você vai ter uma boa idéia do que esperar.

Não tem como não vibrar quando um titã tem a cabeça arrancada com um puta tabefe no ouvido, isso me lembrou toda glória e magnificencia de Pacific Rim – o que é legal pacas.

Mas não muda o fato que a estrutura narrativa da segunda metade é de um anime de mecha: um garoto descobre que é capaz de pilotar um robo gigante que é mais poderoso que os inimigos padrões usuais e começa a mudar o fluxo da guerra em seu favor. Mas então os inimigos começam a mandar seus “pilotos especiais” que são superiores/mais avançados do que o nosso herói.

shingeki-no-kyojin-attack-on-titan-episode-12-pic3

Isso não é uma crítica, é uma contestação. E como estamos falando de um generos mais legais que existem de se assistir eu realmente não tenho do que reclamar. Mas saiba o que esperar.

No fim das contas, Attack on Titan é facilmente um dos melhores animes dos últimos anos. Não é, nem de perto, sem falhas mas o mundo que ele cria não é apenas criativo mas também cheio de mistérios.

Então, se você gosta de steampunk, dark fatansy, ou se quiser uma série cheia de vidas em jogo então não se esqueça de dar um tantada com Ataque dos Titãs.

7 thoughts on “[CRITICA] SHINGEKI NO KYOJIN (Attack on Titan), assista online

  1. Que texto delicioso!!!! Assisti a todos os 25 animes (pelo menos acho que só tenham lançado estes até agora) e você conseguiu detectar com perfeição a alma de SNK. Me lembrou a primeira vez que li O Hobbit de Tolkien (não se engane comigo, eu o li por volta de 2004, não após o filme) e assim como o livro, eu devorei, vorazmente, linha após linha desta crítica que nem de longe se parece com o estereotipo de uma. Parabéns!

  2. Você falou como se alguns elementos como os poderes de titãs foram simplesmente “jogados” na trama no momento mais oportuno, mas não é nada disso. Os elementos são apresentadas no princípio da ação e da reação, que é algo linear, mas nesse caso é lento. Teve um motivo para a titã fêmea aparecer, teve um motivo para o Eren virar um titã, essas coisas já estavam planejadas e são elementos que ajudarão a compreender os mistérios da estória, ou seja, tem uma importância muito maior do que algo que é criado como complemento e nos fazer achar isso legal. Não foram elementos apresentados na trama “porque sim”, mas por causa das conspirações, das ações e reações, tanto dos vilões quanto dos mocinhos. Acho que a única coisa que eu vi que foi simplesmente “cagada” na estória foi o poder do Eren de ****** (Não sei se você ainda leu o mangá). E tbm não gostei quando vc falou que o anime virou um Mecha disfarçado. Embora haja semelhanças com o gênero, é como eu disse, esses elementos são parte importante do mistério sobre os titãs, e não é simplesmente para fazer você achar legal. Eu recomendaria que você lesse o mangá todo com bastante calma e reflexão, e depois faça uma outra review.

  3. Pingback: Recomendação de anime: Tokio Ghoul | srhyuuga

  4. Pingback: [CINEMA] Ataque dos Titãs: assista o 1º teaser da versão live action | NERD GEEK FEELINGS

  5. Pingback: [TOP 30] Melhores Animes Para Adultos | NERD GEEK FEELINGS

  6. Assisto o anime e acompanho o mangá e realmente conheço pouquíssimos animes/mangás que estejam neste nível.

    Recomendo também Claymore.
    O anime foi picotado e teve sua história alterada para um final (absurdo) ser forjado.
    No entanto, a continuação no mangá impressiona tanto quanto o desenrolar de Shingeki.

Comments are closed.