[SÉRIES] Os Planos da CW para Vixen, Átomo e Supergirl

Semana passada falamos da possibilidade de ocorrer um crossover entre as séries Supergirl, Flash e Arrow. Neste fim de semana o site IGN conversou com Greg Berlanti, produtor-executivo das três séries, e perguntou sobre quão possível é tal crossover de acontecer. Eis o que ele disse:

Muita coisa têm que dar certo pra fazermos uma ótima série. Se eu estivesse apenas assistindo as três, eu gostaria de ver isto acontecer. Mas temos muito o que fazer pras coisas darem certo e fazermos uma boa série, e muito disto depende da sorte, infelizmente.

Ou seja, ele não descartou totalmente, mas, como era de se esperar, é preciso primeiro investir na série da heroína antes de fazê-la encontrar-se com um dos protagonistas das séries que vieram antes.

E por falar nelas, o site Nerdist conseguiu falar um pouco com Marc Guggenheim, e perguntou sobre os planos que tem para o personagem Ray Palmer, alter ego do herói Átomo nos quadrinhos da DC, que estreou na 3ª temporada de Arrow, Segundo Guggenheim, ele e os demais produtores da série já estão discutindo possibilidades de usar o personagem de outras formas, que incluem levá-lo para além de sua participação em Arrow, o que, obviamente, pode significar o surgimento de outra série.

Brandon Routh como Ray Palmer em Arrow

Brandon Routh como Ray Palmer em Arrow

Mas, sobre isto, o produtor esclareceu que, ao contrário da introdução de Barry Allen em Arrow ano passado, que foi planejada como um gancho para a criação da série Flash, Ray Palmer não estreou na 3ª temporada com isto em vista. Portanto, levará algum tempo para preparar o personagem para estrelar uma série própria.

vixen-1-0fa87E conversando com o site CBR a respeito do anúncio da série Vixen, feito ontem durante o Television Critics Association Winter Press Tour, Guggenheim explicou que o objetivo principal da série de animação da heroína é explorar o aspecto mágico do universo DC da TV, que será o mesmo das séries Arrow e Flash, e fazer com ela coisas que não dá pra fazer numa série live-action, no que provavelmente se refere a efeitos especiais.

Quando perguntado sobre a possibilidade da heroína ganhar uma versão live-action ou até mesmo uma série nos moldes de Arrow e Flash, Guggenheim disse que adoraria caso a CW encomendasse a ele uma série live-action da personagem, mas que tudo dependerá da aceitação da série animada.

Portanto, temos um bocado de possibilidades na mesa para a integração de todas as quatro séries de heróis da DC produzidas pela CW. E vale lembrar que o canal também co-produz Constantine, que é exibida pela NBC, e que está programada uma série live-action dos Novos Titãs, que será exibida pelo TNT; e outra do Super Choque. Será que alguns deles se encontrarão em futuras temporadas? O jeito é esperar pra ver.