[RESENHA] Os Quase Completos, de Felippe Barbosa (Uma jornada em busca da felicidade)

Quantas vezes você já se sentiu conformado com a sua situação atual e, pontuo, conformado, não feliz? Pois bem, em “Os Quase Completos” temos justamente este tema. Felippe Barbosa nos apresenta algo tão cotidiano – insatisfação e incompletude – que, por sua abordagem mística e fantasiosa, se torna marcante.

Com três protagonistas tendo em comum o sentimento de quase felicidade, a história nos leva, junto a eles, por uma jornada de auto conhecimento e busca pela realização de seus sonhos, pois o que realmente importa é o caminho e não o destino final.

Cada personagem é muito bem detalhado, assim como sua vida. O trabalho de Felippe tornou-os reais o suficiente para te atingir em cheio. Com uma narrativa leve e fluída, os tons de realismo e reviravoltas apimentadas, Os Quase Completos é a mistura perfeita de momentos fantasiosos com momentos intensos de reflexão.

O quase doutor, a quase viúva e o quase jornalista precisam se libertar das amarras por eles mesmos impostas e deixar o seu verdadeiro “EU” tomar conta de suas ações, e nada melhor do que uma intervenção alheia, ou um simples passeio de ônibus para alavancar esse processo de libertação.

Enquanto o quase doutor joga tudo pros ares e, impulsivamente, embarca no ônibus laranja; a quase viúva está guardando o leito de seu noivo; e o quase repórter não consegue parar de buscar a verdade sobre a morte da esposa.

O quase doutor, em sua viagem, se descobre em um lugar utópico e misteriosamente perigoso, que vai ajudá-lo a revelar o seu verdadeiro “EU”, suas aspirações.

Circunstâncias muito estranhas rondam o caso da morte da esposa do quase jornalista, o levando a abrir sua mente para a verdade mística e assombrosa.

Muito mais estranhos são os eventos que ocorrem no hospital, levando a quase viúva a crer que alguém ou alguma força queira mal ao seu noivo.

Esses eventos vão unir o quase jornalista à quase viúva, a fim de solucionarem o mistério e salvar a vida do noivo.

No principio cada um vai relatando aos poucos a sua própria vida. Assim, acabamos por entender suas escolhas, medos, aspirações e desilusões. Ao longo da leitura suas histórias se encontram e descobrimos o por quê de suas escolhas divergirem totalmente daquilo que seus corações almejavam. Mas, afortunadamente, o destino lhes dá uma segunda chance, basta apenas que eles se abram a se arrisquem em uma nova experiência.

Não vou mais me prolongar, pois é preciso que você se surpreenda com as reviravoltas e os eventos alucinantemente reflexivos que acompanham a trama, basta que você saiba que não terá arrependimentos ao acompanhar esta aventura de perto.

Um livro que vai do leve e cômico ao Intenso e reflexivo. Uma leitura excepcional e atemporal, que vai te levando a se aventurar a cada passagem.


Editora Arqueiro

Brochura

16 x 23 cm

384 páginas

Onde Comprar:

Compre aqui