[QUADRINHOS] “Yohancé” promete space opera inspirada em cultura africana

yohance by paul louise-julie feat

Num ano em que vimos o Finn de John Boyega como um dos protagonistas de Star Wars: O Despertar da Força, é de se comemorar o surgimento de obras de ficção científica que deem mais destaque não apenas para personagens afrodescendentes, mas para a própria cultura africana. Este é o caso da minissérie Yohancé.

Depois de criar a fantasia The Pack, sobre lobisomens núbios e egípcios (veja algumas páginas abaixo), Paul Louise-Julie resolveu voltar-se para um de seus gêneros favoritos, a space opera, e dentro dele criar uma história inspirada na estética, cultura e design africanos.

Yohancé será uma minissérie centrada no ladrão interestelar que dá nome à obra, cujo codinome significa “O Macaco.” A graphic novel é parte de um projeto maior de Paul, que pretende “criar uma nova mitologia para a Diáspora Negra“, segundo sua entrevista ao site okayafrica.

Paul Louise-Julie

Segundo Paul, falta diversidade na space opera, “não apenas nos personagens, mas na fonte básica do design“.

Já numa entrevista para o site io9, Paul admitiu que uma de suas fontes de inspiração é Star Wars, e que o grande impulso para criar Yohancé foi toda a polêmica em torno da reação racista à escalação de John Boyega como um dos personagens centrais de O Despertar da Força.

Segundo Paul, sua ideia não é criar um “Star Wars Negro”, mas usar a África Antiga como inspiração para a criação de um cenário futurista e original.  Comentando sobre a mistura de elementos de passado e futuro longínquos, Paul explica que ela funciona muito bem, pois “esteticamente, a arte africana tradicional é bem estilizada e simplificada – fatores importantes em design futurista,” e que, apesar disto, ele teve o cuidado de “criar detalhadas civilizações alienígenas em graus variados de avanço tecnológico – tudo isto mantendo o design enraizado nas culturas africanas.

yohance ship by paul louise-julie

Falando sobre suas expectativas em torno de Yohancé, Paul disse que espera “trazer algo novo ao gênero através de sua história e design” e que “os arcos dos personagens e a mitologia são inspirados em épicos africanos como Sundiata Keita e Shaka Zulu, que coincidem com grandes eventos geo-políticos da História Africana.” E completa: “ao construir os personagens primeiro, e depois deixar que o cenário de conflito intergaláctico influencie suas decisões, você ganha a uma história bem intrincada.

A previsão de lançamento de Yohancé nos Estados Unidos é março de 2016. Até lá, é possível acompanhar as novidades sobre o projeto em sua fanpage no Facebook.

yohance by paul louise-julie poster

6 thoughts on “[QUADRINHOS] “Yohancé” promete space opera inspirada em cultura africana

  1. Mano, só cria essa porra que eu quero ler.
    Ficar justificando essa onda anti-racista é muita auto-promoção desnecessária, o negócio é a obra ser boa e pronto.

  2. ser for só um ctrl+c ctrl+v usando imagens africanas não definirá como material de negros
    Só se for conduzido e idealizado pensando no contexto completo africano (inclusive aliens que ajam como personagens do folclore deles)

    • Pelo que ele disse nas entrevistas que usei como base para a matéria, Agronopolos, ele usará elementos da história e das mitologias africanas como base, e não apenas elementos visuais.

      Ficarei de olho na obra, e pretendo escrever sobre ela quando for lançada. Continue atento ao site. 🙂

  3. Sim, sim e sim! Parece que vai ser altamente épico! Mal podemos esperar pra ler isso! África + espaço dá jogo sim!

Comments are closed.