[QUADRINHOS] “Tempo e Espaço” de Reno (resenha)

tempo e espaco reno feat

Lenina mora sozinha, e chegou naquele ponto da vida em que precisa tomar uma decisão pra tornar-se independente de fato. Para isto ela terá que lidar com suas lembranças e praticar o desapego.

Tempo e Espaço é a segunda HQ “longa” de Reno que leio. A primeira foi Qbrado, uma ficção científica filosófica da qual gostei, apesar de alguns probleminhas que apontei quando a resenhei.

Nesta pude notar uma evolução do quadrinista. Ao concentrar-se num drama intimista, e trabalhar com uma protagonista humana com problemas igualmente humanos, senti que Reno conseguiu explorar os temas que se propôz com mais naturalidade.

Em apenas 20 páginas somos apresentados à adorável Lenina, uma jovem que vive sozinha na mesma casa onde viveu com o pai solteiro. Ao chegar de um dia cansativo no trabalho, ela resolve deitar-se no sofá velho da sala pra descansar um pouco, e tal ato desencadeia lembranças.

Como o próprio nome indica, esta é uma história que lida com memórias e o espaço físico e mental,que elas ocupam. Além de levantar questões sobre o valor de determinados objetos na perpetuação de lembranças.

Embora seja uma história rápida de ler, há momentos de sensibilidade pungente, como aquele onde a protagonista descreve sua paixão por garoa, além de boas sacadas de diagramação, como a página na qual Lenina recorda a paixão do pai pela música.

Reno conseguiu em Tempo e Espaço condensar alguns tópicos que ele já explora nas tiras que produz para o Linhas Tremidas, porém sem tanta experimentação e psicodelia. Neste zine ele flerta brevemente com o misticismo oriental, mas procura ater-se ao seu aspecto externo e mundano. O resultado é uma breve e bem conduzida composição de personagem, que espero retornar em futuras obras do autor.


nota-4


tempo e espaco reno capaPublicação independente

Capa em offset 180 g/m²

14,5 x 21 cm

24 páginas (offset 90 g/m²)

Compre aqui.