[QUADRINHOS] Sci-fi, dinossauros, steampunk e drama entre as próximas HQs da AVEC

A AVEC Editora está de vento em popa. Entre o final de 2018 e o início de 2019 ela já lançou um bocado de HQs, e vem mais por aí este mês. Tem pra vários gostos, de graphic novel sobre depressão e ansiedade, até tirinhas estreladas por uma tiranossaura nerd. Saiba dos detalhes a seguir:

ADAGIO

Em 2067 um aplicativo/rede social chamado ADAGIO permite que os usuários postem seus sonhos online – ao vivo ou gravados. É o fim do entretenimento produzido como conhecemos hoje. Não existem mais filmes, séries de TV ou vídeos online, agora as pessoas assistem apenas os sonhos umas das outras…

Quando a jovem Kaya Muniz experimenta uma droga sintética e faz uma live do seu primeiro pesadelo lúcido, ela cria um novo gênero dentro do aplicativo – o terror. A tão desejada fama vem em uma enxurrada de curtidas e compartilhamentos, mas quando se escolhe ter pesadelos toda noite, qual é o impacto emocional e mental? Qual é o preço a se pagar?

Adquira seu exemplar de Adagio!

SILAS – UMA DESVENTURA STEAMPUNK

A vez do vilão:
Silas é a nova graphic novel da AVEC editora no universo de Rapha Pinheiro

“Silas” é a nova graphic novel de Rapha Pinheiro que se passa ao mesmo tempo que “Salto” [AVEC editora 2017] (do mesmo autor), mas agora revelando o ponto de vista do antagonista de “Salto”, Silas. Pode ser lido antes de “Salto” ou até mesmo sozinha sem prejudicar a experiência do leitor. Mas é claro que, se você leu o primeiro trabalho de Rapha Pinheiro e gostou daquele universo steampunk onde as pessoas são feitas de fogo e têm medo da chuva, sua experiência vai ser ainda mais incrível!

A HQ tem como foco as escolhas pessoais Silas sobre fazer o que é certo ou fazer o que os outros esperam de você.Capitão da polícia e filho adotivo do homem mais influente da cidade, quando criança, sofreu um acidente que o deixou mudo e acaba por ter que viver sua vida ‘calado’ ao que acontece ao seu redor. Em dado momento, ele conhece uma pessoa que vai fazer ele repensar suas atitudes.

Adquira seu exemplar de Silas!

TÊ REX: SPOILERFOBIA

“Tê Rex” reúne trabalho de Marcel Ibaldo e sua filha Marcelli, de 11 anos e sucesso no financiamento coletivo.

“Tê Rex: Spoilerfobia” é uma série de tiras em quadrinhos roteirizada e idealizada pelo quadrinhista Marcel Ibaldo, com arte de sua própria filha Marcelli Ibaldo, publicada online há pouco mais de um ano. A “Tê Rex” é uma série de tiras em quadrinhos protagonizada por uma tiranossaura nerd que habita entre quadrinhos, livros, filmes, seriados e cultura geek, aprendendo a lidar com preconceito e dilemas comuns a pessoas não pré-históricas de hoje em dia, em uma trama ambientada na Pré-História que se assemelha demais aos dias que vivemos.

Referências não faltam em “Tê Rex: Spoilerfobia”, principalmente se tratar de uma obra centrada no mundo nerd, havendo citações a inúmeros ícones da cultura pop. E de acordo com a dupla criativa, o processo de trabalho pai e filha foi o mais natural possível. Os dois conversavam o dia todo e passavam muito tempo assistindo os mesmo conteúdo, ou fazendo música – além de artista, a Marcelli toca bateria, teclado, ukulele, e está aprendendo violão, e o Marcel toca teclado, piano, violão, ukulele e harmônica.

Adquira seu exemplar da HQ Tê Rex!

VAZIO

Vazio é uma graphic novel sensível e sincera sobre depressão e ansiedade

Com uma temática bastante adulta, o trabalho de João Vitor Palermo provoca o leitor a aceitar o passado, seja positivo ou negativo. Um homem divorciado que, convivendo com a depressão e a ansiedade, possui uma vida miserável. Ele é assombrado pelo passado, está submerso em um poço de melancolia e desesperança do qual não consegue sair. Porém, após mais uma noite de insônia, ele começa a ter estranhas alucinações. Agora, diante desses devaneios, ele precisa encarar seus fantasmas.

Vazio é uma graphic novel muito sensível e sincera. “Sinto que fiz um bom trabalho em transparecer meus sentimentos e espero que os leitores, ao imergirem no mundo do personagem, se identifiquem de alguma forma”, confessa o escritor.

Adquira seu exemplar de Vazio!