[QUADRINHOS] Marcelo D´Salete e Gilbert Hernandez em novembro na Veneta

Em novembro a Veneta lançará Angola Janga, de Marcelo D’Salete e Diastrofismo Humano, de Gilbert Hernandez, ambos autores premiados e aclamados pela crítica.

Saiba mais sobre as obras a seguir:

Um épico sobre o quilombo de Palmares

Angola Janga, “pequena Angola” ou, como dizem os livros de história, Palmares. Por mais de cem anos, foi como um reino africano dentro da América do Sul. E, apesar do nome, não tão pequeno: Macaco, a capital de Angola Janga, tinha população equivalente às das maiores cidades brasileiras da época.

Formada no fim do século XVI, em Pernambuco, a partir dos mocambos criados por fugitivos da escravidão, Angola Janga cresceu, organizou-se e resistiu aos ataques dos militares holandeses e das forças coloniais portuguesas. Tornou-se o grande alvo do ódio dos colonizadores e um símbolo de liberdade para os escravizados. Seu maior líder, Zumbi, virou lenda e inspirou a criação do Dia da Consciência Negra.

Durante onze anos, Marcelo D’Salete, pesquisou e a história dessa rebelião, maior referência da luta contra a opressão e o racismo no Brasil.

O resultado é Angola Janga – Uma história de Palmares, um grandioso romance histórico em quadrinhos que fala de Zumbi, Ganga Zumba, Domingos Jorge Velho, Ganga Zona e diversos homens e mulheres que são o retrato de um momento definidor do Brasil.

Sobre o autor: Marcelo d’Salete é formado em artes plásticas e mestre em história da arte pela USP. É autor dos livros Noite Luz (Via Lettera), Encruzilhada e Cumbe (Veneta), que acaba de ser publicado nos Estados Unidos pela editora Fantagraphics. O livro foi lançado também em Portugal, Áustria, Alemanha, França, Itália. Concorre ao prêmio Rudolph Dirks, o mais importante no mercado de quadrinhos alemães.

Capa Dura – 432 páginas

Pré-venda nas livrarias:
Amazon | Cultura

Um serial killer ataca a plácida Palomar. E os crimes dele, ainda que tão terríveis, são apenas mais uma das facetas da modernidade que começa a rachar a tranquilidade da pequena cidade latino-americana. Aquele mundo ensolarado começa a sentir a sutil aproximação de nuvens angustiantes. As verdades se revelam e elementos do passado retornam para assombrar os vivos.

Segundo álbum do autor lançado pela Veneta, Diastrofismo humano acrescenta novos personagens à galeria de Sopa de lágrimas (Veneta, 2015). Luba, Chelo, Heraclio, Humberto, Pipo e tantos outros se encontram novamente em Palomar. Eleita pela prestigiosa Comics Journal uma das melhores histórias em quadrinhos do século XX, a história que dá nome ao livro é a primeira grande saga criada por Gilbert Hernandez dentro da célebre série Love & Rockets, que revolucionou a HQ dos nossos tempos.

Sobre o autor: Nascido em Oxnard, California, em 1957, Gilberto Hernandez, ou simplesmente Beto, ficou mundialmente famoso como Gilbert. É criador, ao lado dos irmãos Jaime e Mario, da revista Love and Rockets, a mais influente publicação de quadrinhos alternativos da década de 1980.

Brochura – 252 páginas

Pré-venda nas livrarias:
Amazon

Deixe uma resposta