[QUADRINHOS] Grande Encontro: Turma da Mônica & Liga da Justiça: Turma da Mônica e Chico Bento

Voltamos com a segunda parte da review do crossover mais importante de um personagem brasileiro desde Alien e Predador Vs Lampião,  o Grande Encontro entre Turma da Mônica e a Liga da Justiça. As edições da vez são Turma da Mônica n°44  e Chico Bento n°44.

O Níver

O gibi pode ser resumido em uma palavra: metalinguagem. A história começa com o Maurício de Sousa e a Turma indo até a Fortaleza da Solidão para comemorarem o aniversário do Superman. Mas ao chegarem lá se deparam com Mongul, que imobilizou o Homem de Aço com uma Clemência Negra (de novo) e prendeu o Maurício na cozinha. Assim, a turma tem que enfrentar o panteão de vilões do Superman, enquanto perseguem Mister Mxyzptlk (sim, isso é o nome dele) por várias histórias que vão desde a Era de Prata até Os Novos 52, e tentar reunir a Liga da Justiça.

A história é um grande bolo de referências e memes relacionados aos personagens. Alguns momentos do gibi são geniais, tipo: a Turma encontrar o Penadinho na Zona Fantasma; o Batman chamar o Cebolinha de Bat-Mirim, por ele estar vestido de Batman; o roteirista da história mandar uma mensagem pra Mônica, revelando o plano do vilão; os personagens agirem de acordo com as fantasias, com destaque para o Dudu de Robin. Um fan service divertidíssimo.

Nota do editor: a premissa é inspirada na clássica “Para o Homem Que Tinha Tudo“, escrita por Alan Moore e desenhada por Dave Gibbons – a mesma dupla criativa responsável por Watchmen publicada pela última vez no Brasil pela Panini, no encadernado Superman – O Que Aconteceu ao Homem de Aço?, de julho de 2013.

Compre aqui.


Esperança

E passando para o lado mais emocional do crossover, temos “Esperança“. Na história, vemos Clark e Diana tirando alguns dias de folga das ameaças cósmicas e dos vilões. Atrás de paz e sossego, os dois acabam indo parar perto da fazenda dos Bento e encontram Chico, que vem enfrentando uma quantidade incomum de problemas. Assim, os dois heróis decidem ajuda-ló.

Uma história simples, que se sustenta no enredo e busca passar uma mensagem para o leitor. O gibi não abusa de referências e tem um humor pontual, com destaque para a piada dos óculos do Clark Kent, e pro Chico chamando o Superman e a Mulher-Maravilha de Seu Crark e Dona Diana. Uma história humana e otimista.

Compre aqui.