[QUADRINHOS] Chico Bento Moço N.49 – O Ataque dos Drones (Resenha)

A Edição de Outubro de 2017 da revista/mangá Chico Bento Moço trouxe a tona o velho dilema das máquinas substituírem o ser humano no trabalho rural. A principio fiquei com o pé atrás a respeito dessa edição, mas a história terminou por ser muito boa e agradável. O roteiro de Marcelo Cassaro conseguiu driblar um dos problemas mais recorrentes nas histórias da TMJ e CBM: situações muito exageradas para serem viáveis. Nessa edição houve situações exageradas, mas todas foram muito bem justificadas.

Quanto ao dilema de homens vs máquinas, ele foi retratado de uma forma que as vantagens e as desvantagens das máquinas são mostradas. Mostrando como os homens envelhecem para o trabalho braçal, e como as máquinas são incapazes de tomar decisões aleatórias ao confrontarem o desconhecido.

Sinopse: Primo Zeca leva um grupo de robôs construídos por ele e seus colegas de faculdade para ajudar Chico e seu pai na fazenda, mas os arquivos dos robôs começam a corromper, e eles não conseguem distinguir formas de vida orgânicas, com valor agrícola e pecuário, de pragas.

Avaliação:

Arte de Capa e Storyboard – A capa da edição manteve a qualidade padrão, mas a quarta capa foi a pior quarta capa que eu já vi em todas as edições de CBM e TMJ. Parece um cartaz feito por uma pessoa que acabou de aprender a usar o photoshop. O Storyboard ficou muito bom, as máquinas e animais foram muito bem desenhados.(1,6/2)

Enredo – O enredo não deu brecha para pontas soltas. Tem inicio, meio e fim. A história não surpreende, mas é muito bem construída. Agora, o que mais me agradou nela foi que o seu protagonismo foi dividido entre o Chico e o pai dele, que se mostrou um personagem bem interessante, com personalidade própria. (1,9/2)

Criatividade e Coerência – A Coerência da história foi muito bem trabalhada, e a revista considerou um tema que vale a pena ser comentado, visto que esse “BOOM” da tecnologia vem cada vez chamando mais atenção em todas as mídias. Uma das referências está no título da história: “O Ataque dos Drones” se refere a “O Ataque dos Clones“, quinto filme da franquia Star Wars. (1,6/2)

Marketing – A edição não tem tanto apelo em vendas, já que não há nenhum motivo especial para sua aquisição, e talvez haja alguns contras, devido à quarta capa horrível. (1/2)

Diversão – A trama é agradável de ser lida. A revista possui um fator replay mediano, mas é uma edição que vale a pena.(1,6/2)

Nota Geral – 7,7/10

Compre aqui.

Deixe uma resposta