[QUADRINHOS] Batman: Scott Snyder fala sobre o final de Ano Zero

batman-30-scott-snyder-greg-capullo-cover-fragment

A partir de Batman #30 começa o terceiro e último ato da saga Ano Zero, que começou a sair mês passado no Brasil. Em entrevista ao site Comic Book ResourcesScott Snyder falou um pouco sobre o que os leitores podem esperar de Savage City, o arco em 4 partes que concluirá a grande história que o autor vem contando há quase um ano sobre o primeiro ano de atuação de Batman em Gotham City.

batman-30-scott-snyder-greg-capullo-coverSnyder disse que desde o início preocupou-se muito com a recepção de uma nova versão da história, e especialmente com a duração que ele havia planejado para ela, ao mesmo tempo em que sabia que ela não poderia ser contada de outra forma.

O escritor revelou também que desde criança luta contra a ansiedade e a depressão, e que Ano Zero o deixou “tremendamente ansioso e com dificuldades psicológicas” por ter “medo de que as pessoas [o] odiassem” pelo que estava fazendo. Snyder disse que cogitou mudar algumas cenas da história por serem “radicalmente diferentes de [Batman] Ano Um”, e demonstrou muita gratidão pelo apoio de Greg Capullo, desenhista da série desde seu relançamento em 2011 com os Novos 52. “Houve um momento em que eu vi as primeiras páginas de Greg […], vi quão bonitas eram, e eu pensei. ‘Não me importo com o que disserem. Eu amo esse quadrinho.’ ”

batman-32-scott-snyder-greg-capullo-coverA escolha do Charada como vilão do arco final de Ano Zero, para Snyder, faz bastante sentido pelo fato de Batman ser considerado o melhor detetive do mundo. E em Savage City o herói terá que provar que é melhor que seu inimigo, após o Charada transformar Gotham num microcosmo de todos os maiores problemas que nosso mundo está enfrentando atualmente. “Escassez de recursos, evaporação da economia, enchentes […], super-tempestades, terrorismo. […] É como um pesadelo do que acontecerá se não ficarmos mais espertos, se não evoluirmos e sermos pessoas mais inteligentes. Chegou a hora de sermos mais inteligentes, e encontrarmos um meio de escaparmos dessa armadilha que são os dias atuais.”

Por fim, Snyder disse que já tem planejadas as histórias que virão após o fim de Ano Zero, e que o próximo arco, que fará parte das comemorações dos 75 anos do personagem, terá apenas 6 edições que irão “abalar Gotham, mudar o status do Batman” e será “a maior coisa que já [fizeram] em termos de mudanças na mitologia e nos personagens”. E garantiu que no momento já tem histórias pra contar até a edição 50 da série, e que ele e Capullo continuarão enquanto receberem o apoio dos fãs.