[QUADRINHOS] Axis: o próximo evento Marvel de 2014 (e sua ligação com os Vingadores de Jonathan Hickman)

marvel-event-axis-rick-remender-diamond-Previews-cover-fragment

Fãs do Universo Marvel definitivamente não podem reclamar de monotonia. Ele está mais movimentado do que nunca, graças à atual saga Original Sin (leia o review da primeira edição aqui), que será o evento catalizador de muitas revelações bombásticas sobre o passado de vários heróis.

Mas a Marvel não seria a Marvel se não estivesse guardando mais histórias impactantes para o futuro. Este ano ainda teremos Axis, evento que será comandado por Rick Remender, atual escritor da série Fabulosos Vingadores (Uncanny Avengers).

A imagem no início deste post é um fragmento desta logo abaixo, que é a capa da revista mensal Previews, que a Marvel lança para as comic shops, oferecendo uma amostra dos principais destaques de seus quadrinhos naquele mês. Esta é da edição referente aos lançamentos de agosto.

marvel-event-axis-rick-remender-diamond-Previews-cover

Como podem notar, ela destaca os vilões Duende Verde, Loki, Dentes de Sabre, Caveira Vermelha, Doutor Destino e Carnificina.

O Caveira aparece em primeiro plano usando a armadura do vilão Massacre (sim, aquele mesmo que deu trabalho pros heróis da Marvel nos anos ’90, e deu origem a Heróis Renascem, o reboot do Quarteto Fantástico e dos Vingadores em outro universo, que durou um ano). Isto é resultado do primeiro arco de Remender em Fabulosos Vingadores, quando o Caveira fez experimentos com o cérebro do falecido Professor Xavier, e ganhou poderes telepáticos.

Outro detalhe sutil que chama atenção são os reflexos no rodapé da página, que podem ser melhor vistos no recorte abaixo:

marvel-event-axis-rick-remender-diamond-Previews-cover-upside-down-fragment

Os heróis Tempestade, Homem de Ferro, Deadpool e Medusa. Certamente temos uma seleção eclética aí, e uma indicação de que a saga não apenas envolverá vilões de vários cantos do Universo Marvel, como heróis relacionados não apenas aos Vingadores e aos X-Men, mas também aos Inumanos, e ao… Deadpool (que sempre será um caso a parte).

O nome do evento remete ao Eixo, o grupo de países que apoiaram a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial. Não é à toa que o Caveira ganha destaque na imagem, o que sugere que ele é o líder do grupo de vilões que o acompanha. Além disto, esta “liga” de vilões lembra bastante a premissa da saga Atos de Vingança, do início dos anos ’90, em que vários vilões entraram num acordo para derrotar os Vingadores.

E, conforme o teaser que a Marvel divulgou na C2E2 deste ano – que pode ser visto abaixo – o evento será uma evolução da premissa da série Fabulosos Vingadores, que lida justamente com uma equipe de heróis formada pela união de membros dos X-Men e dos Vingadores.

marvel-event-axis-original-teaser

A Marvel ainda não revelou detalhes sobre o evento. Mas o fato de ele ter sido anunciado para o outono de 2014 – que começa em setembro nos Estados Unidos – o bota no mesmo mês em que as séries Vingadores e Novos Vingadores, escritas por Jonathan Hickman, darão um salto de 8 meses no futuro que – segundo os teasers que representantes da Marvel exibiram numa convenção da distribuidora Diamond no início desta semana (veja abaixo) – desencadearão o arco final de Hickman em ambas as séries, que, segundo o autor, terminará em maio de 2015.

avenger-new-avengers-hickman-8-months-later-teaser-1

avenger-new-avengers-hickman-8-months-later-teaser-2

avenger-new-avengers-hickman-8-months-later-teaser-3

Vale salientar dois detalhes importantes:

1º) Rick Remender, desde seu segundo arco em Fabulosos Vingadores, está lidando com viagens no tempo em suas tramas. E no arco atual da série, Avenge The Earth, os heróis do título estão presos numa linha temporal alternativa em que a Terra foi destruída por um Celestial, e os mutantes vivem num outro planeta.

2º) Jonathan Hickman, em seu primeiro arco em Novos Vingadores, introduziu a ameaça das Incursões, eventos em escala cósmica que botam uma Terra de um universo paralelo em rota de colisão com outra de um segundo universo. O choque dos planetas gera uma reação em cadeia que destrói seus universos de origem.

Como fica bem claro nos teasers acima, é com isto que as histórias finais de Hickman lidarão. E no arco atual do autor em Novos Vingadores, os Illuminati – grupo secreto de heróis reunidos pelo Homem de Ferro para lidar com ameaças que não devem ser conhecidas pelo resto do mundo – estão prestes a enfrentar a Grande Sociedade, uma equipe muito similar à Liga da Justiça, vinda de uma dessas Terras que estão prestes a se chocar com a do Universo Marvel 616 (o universo tradicional da editora).

marvel-event-axis-avengers-versus-great-society

Já foi dito que as Incursões foram desencadeadas por um primeiro evento, onde uma Terra foi destruída sob circunstâncias misteriosas, gerando uma contração em seu universo, que provocou estes pontos de interseção entre um universo e outro do Multiverso, fazendo Terras paralelas se chocarem. E o que exatamente o Celestial Arishem fez com a Terra no fim do arco Ragnarok Now em Fabulosos Vingadores?

marvel-event-axis-celestial-destroy-earth-uncanny-avengers

Pois é…

Outra informação que chama atenção é que o fim da fase de Hickman como escritor dos dois principais títulos dos Vingadores ocorrerá no mesmo mês em que, especula-se, a DC Comics dará início a um suposto evento que será uma homenagem aos 30 anos da mega-saga Crise Nas Infinitas Terras, que reiniciou o Universo DC pela primeira vez em 1985, e com a qual a ameaça das Incursões imaginada por Jonathan Hickman guarda muitas semelhanças, especialmente o fato de os heróis estarem lidando com algo que põe em risco a existência do Multiverso.

Estaria Hickman, desde o início, planejando sua própria versão da Crise original da DC, que funcionará tanto para reestruturar o Universo Marvel, como para homenagear uma das sagas mais emblemáticas da história dos quadrinhos de super-heróis?

Muitos vêm especulando que em maio de 2015 a Marvel cederá à tentação de reiniciar seu universo, como fez a DC em 2011. Segundo os que estiveram presentes no encontro promovido pela Diamond no início desta semana, representantes da Marvel disseram que a culminância dos planos de Hickman forçará a editora a fazer algo que não fez em seus 75 anos de existência.

marvel-event-axis-shield-by-jonathan-hickmanMas, a julgar por todas as revelações sobre o passado do Universo 616 que virão à tona como consequência de Original Sin, por enquanto é mais plausível que ela venha a tornar mais abrangente esta onda de retcons (revisões do passado de seu universo ficcional). Já podemos encontrar um bocado delas nas duas minisséries S.H.I.E.L.D., escritas por Jonathan Hickman, nas quais o autor já realizou diversas e significativas inclusões de novos eventos ocorridos no passado do Universo 616. E o autor já prometeu que o que ele apresentou em ambos os volumes de S.H.I.E.L.D. impactará em seu trabalho nos dois títulos dos Vingadores que está escrevendo. A segunda minissérie está prevista pra ser concluída ainda em 2014, com a publicação das duas últimas edições, que podem, finalmente, traçar uma conexão mais direta entre a organização apresentada em sua trama, e a S.H.I.E.L.D. contemporânea, algo que o autor ainda não deixou muito claro.

Portanto, até o momento, dá pra deduzir que o grande evento que ocorrerá em 2015 na Marvel seja menos um reboot, e mais uma reestruturação da história do Universo 616, que não descartará tudo que já conhecemos dele. A editora já fez no passado várias pequenas modificações em origens de alguns de seus heróis, como o Homem de Ferro e o Quarteto Fantástico, sem com isto obrigar-se a reiniciar seu universo inteiro. Talvez o que venha por aí sejam inclusões mais abrangentes, que mudem a percepção dos heróis que habitam o Universo Marvel a respeito das origens de seu mundo e deles próprios (sendo um exemplo recente a descoberta de que Tony Stark não era filho biológico de Howard Stark, mas adotivo).

marvel-event-axis-builders-avengers-jonathan-hickmanVale também lembrar que, em seu primeiro arco em Vingadores, Hickman apresentou os enigmáticos Construtores (Builders), posicionando-os no Universo 616 num papel semelhante ao ocupado pelos Celestiais: agentes supervisores e catalizadores da evolução da vida no universo. Pode ser que resida neles a origem de algumas dessas novas revelações.

Também há quem aposte que a última Terra que entrará em rota de colisão contra a do Universo 616 será a do Universo Ultimate, que há anos periga ser destruído por completo (devido ao baixo número de vendas da maioria de seus títulos), e que recentemente sofreu um ataque do Galactus do 616, que foi parar lá graças às fraturas espaço-temporais geradas pela “festa das viagens no tempo” vistas na saga Era de Ultron, e em outras séries recentes da Marvel (Thor: Deus do Trovão, Quarteto Fantástico, Novíssimos X-Men, Fabulosos Vingadores e Indestrutível Hulk, só pra citar as principais).

Por enquanto só dá pra dizer que o Multiverso voltou a atrair a atenção da Marvel e da DC. Só pra este ano ainda está prevista a saga Aranhaverso (mais detalhes aqui), em que o Homem-Aranha se unirá a versões alternativas de si mesmo pra enfrentar uma grande ameaça, e Multiversity (mais detalhes sobre ela aqui), último trabalho de Grant Morrison para a DC, que explorará algumas das 52 Terras existentes no Multiverso DC (até que a seja definida uma data de publicação para sua história da Mulher Maravilha).

Pretendo falar mais detalhadamente sobre os trabalhos de Jonathan Hickman e Rick Remender para a Marvel e as conexões entre eles num post futuro. Até lá, fiquem de olho no NERD GEEK FEELINGS!