[QUADRINHOS] Antiok: ficção científica distópica no Catarse

Um futuro distópico decorrente de uma conspiração que remonta à Alemanha do final do século 19, transplantes de consciência, engenharia genética, pandemias e controle populacional em prol da sobrevivência da humanidade. Se a combinação disto tudo desperta sua atenção, então você deveria dar uma chance para Antiok, o sem corpo.

Trata-se do primeiro volume da ficção científica criada pelos italianos Dario Vetere e Stefano Marvulli, com a colaboração do brasileiro Camilo Fróes, que estão buscando financiamento coletivo para viabilizar sua produção no Catarse.

Aos curiosos pelo projeto, já está disponível para leitura todo o primeiro capítulo neste link, a qual muito recomendo. Veja abaixo um preview:

O que posso adiantar, após a leitura do capítulo 1, é que o início da trama mistura história real com ficção científica, levantando questionamentos e levando o leitor a reflexões bem pertinentes a respeito do panorama global recente, e que a arte de Marvulli oscila do realista ao quase abstrato, mas em muita sintonia com o roteiro de Vetere, que por sua vez passa a impressão de que sabe pra onde está conduzindo o leitor, e tem uma grande história para contar. Alguns elementos da trama me fizeram lembrar a excelente série britânica Utopia. Ou seja, estamos diante de uma ficção científica de alicerces bem construídos, pelo menos no trecho já liberado da graphic novel.

Mas deixo que cada um de vocês julgue o mérito dos autores. Para isto, recomendo que informem-se de mais detalhes do projeto em sua página no Catarse, sua fanpage no Facebook e no site oficial de Antiok.