[PERFIL HQ] Mulher Hulk

Não é de hoje que vemos alterações no sexo, cor e etnia dos personagens. Atualmente apenas é mais visto, devido à grande facilidade nos veículos de comunicações. Em uma época mais simples, ela carregou o manto de um personagem carro chefe da Marvel, entrou para o time de frente dos Vingadores, e ganhou seu próprio gibi e graphic novel

, se tornando uma das heroínas mais amadas e icônicas dos quadrinhos. Nosso Perfil HQ de hoje é sobre a SENSACIONAL MULHER HULK.

Jennifer Walters estreou em seu próprio quadrinho em 1980, Savage She-Hulk. Ela é advogada e também prima de Bruce Banner. O mesmo chegou a procura-la em um momento difícil em sua carreira, porém, Jennifer tinha seus próprios problemas, sendo alvejada por gangsteres, contra os quais ela movia um processo. Banner foi forçado a fazer uma transfusão de seu sangue para ela. Assim nasceu a Sensacional Mulher-Hulk.

Apesar de inicialmente ela ser bem mais selvagem, com o tempo aprendeu a controlar seu temperamento e, diferente de seu primo, Jennifer conseguiu controlar sua transformação, permanecendo com o mesmo intelecto. Por se sentir mais confortável com seus poderes, e gostar de sua nova condição, se tornou mais confiante e assertiva em suas decisões, passando a enfrentar o crime com seus novos poderes.

É certo que o advogado mais famoso dos quadrinhos é Matt Murdock. Porém, dentro dos gibis, as coisas mudam de figura, pois é a Jennifer que os chamados super-heróis chamam quando necessitam de ajuda nos tribunais. Ela já defendeu inúmeros personagens, como Capitão América, Estrela Polar, Fanático, Starfox, etc…

Diferente da maioria das heroínas, a Mulher-Hulk tem sua própria galeria de vilões, dentre eles Dr. Zapper, Rastro, Radius, Torque e Lorde Terra, Titânia e o Anulador. Contra esse último ela teve que se unir a Ben Grimm para detê-lo, o que reforçou os laços de amizade entre os dois!

A convite da Vespa, ela passa a integrar os Vingadores, provando seu valor diversas vezes, e ajudando a equipe contra os Mestres do Terror e outros. Ela passou a ser íntima e confidente da Vespa e da Feiticeira Escarlate e, apesar de inicialmente não se dar bem com o Gavião Arqueiro, logo os dois viriam a se tornaram bons amigos.

Em Guerras Secretas ela foi uma das heroínas raptadas por Beyonder para o Planeta Retalho e, sozinha, enfrentou toda a Gangue da Demolição. Também foi uma das principais mudanças da Marvel ao final da saga, pois saiu Vingadores e passou a integrar o Quarteto Fantástico no lugar do Coisa, que decide passar um tempo no Planeta Retalho!

Durante sua estadia no Quarteto, começou um relacionamento com Wyatt Wingfoot, um ex-aliado do grupo. Foi presa e torturada por uma divisão da S.H.I.E.L.D.; enfrentou o Homem Psíquico; e ficou presa na forma de Mulher Hulk, sem motivo aparente, para não reverter a Jennifer. Quando o Coisa retornou para o Quarteto, Jennifer se sentiu deslocada e voltou a atuar junto aos Vingadores!

Em Vingadores – A Queda, a Mulher Hulk foi influenciada pela Feiticeira Escarlate e destruiu o corpo do androide Visão, além de lutar contra seus colegas. Já em Guerra Civil defendeu Speedball e foi a favor da Lei de Registro de Super Humanos.

Após ter seus poderes momentaneamente bloqueados por Tony Stark, Jennifer recebeu o convite de Reed Richards para tornar-se diretora, por um curto período de tempo, da Fundação Futuro. Após o retorno do Quarteto, ela foi sua advogada para defender o grupo contra diversas acusações!

Atualmente, a Mulher-Hulk uniu-se aos Poderosos Vingadores, um grupo formado por Luke Cage, e ao grupo feminino A-Force. Vale ressaltar que a Mulher-Hulk foi um ícone que sobrepujou a sombra de seu personagem raíz, algo muito difícil. Apesar do nome, ela se desvinculou totalmente do Hulk, trilhando seu próprio caminho nos quadrinhos!

Dicas de leitura: