[PERFIL HQ] Garra Sônica

Ele não é o vilão do momento, mas com certeza foi um atrativo para Pantera Negra, o filme mais badalado da Marvel ultimamente. Hoje nosso Perfil HQ é sobre o icônico GARRA SÔNICA.

Ulysses Klaw inicialmente surgiu nas páginas de Fantastic Four #53 (1966) como inimigo do Pantera Negra e do Quarteto Fantástico. Desde cedo já era obcecado por Wakanda e suas riquezas. Foi contratado para assinar o Rei T’Chaka, por se recusar a negociar o vibranium com estrangeiros. Ao assassinar o pai de T’Challa, Klaw teve sua mão amputada e substituída por um dispositivo protético.

Dez anos depois o vilão voltou a atacar Wakanda, utilizando uma máquina movida a vibranium para criar monstros feitos de ondas sonoras próprias. Ele mesmo se submeteu a esse experimento, o que resultou em um desastre, no qual seu corpo foi todo convertido em som sólido, se tornando capaz de manipular ondas sonoras.

Garra Sônica participou da segunda formação dos Mestres do Terror junto com Ultron, Tufão, Derretedor, Cavaleiro Negro e Homem Radioativo. Porém, essa formação foi derrotada por Pantera Negra e os Vingadores.

Klaw de aliou a diversas outros personagens, entre eles Solarr e o Homem Molecular, mas nunca obteve sucesso em derrotar seus inimigos. Encontrou em Cristal uma grande oponente, sendo derrotado pela heroína quando teve todo seu corpo absorvido por ela (saiba mais sobre Cristal aqui). Foi libertado apenas quando Cristal liberou toda sua energia em direção à nave de Galactus, o Devorador de Mundos.

Dentro da nave de Galactus, Garra Sônica foi parar nas primeiras Guerras Secretas, saga na qual foi um personagem chave, após ser reconstruído por Dr. Destino, sendo fundamental para seus planos. Porém, ele ficou mentalmente instável.

Após ter fracassado em seu plano de roubar o poder de Beyonder, Destino e Garra Sônica são banidos pela entidade para a Terra, e Klaw tem sua sanidade restaurada!

Garra Sônica uniu-se ao Quarteto Terrível junto com Mago, Titânia e Homem Hídrico para enfrentar o Quarteto Fantástico, porém, o grupo não obteve sucesso, e Garra Sônica passou um tempo preso na Gruta.

Depois ele participou de alguns pequenos grupos, como os Senhores do Pacífico, o Quarteto Fatal, os Novos Mestres do Terror e a Inteligência, mas foi derrotado e confinado pelo Senhor Fantástico. Porém, alguns ecos do vilão ficaram na Terra, onde enfrentaram o Demolidor.

Na saga Carnificina Superior, junto com o Mago, Garra Sônica tenta controlar o vilão Carnificina, mas não obtém sucesso, sendo atravessado por uma lâmina de vibranium pelo simbionte. Esse contato com o vibranium fez o vilão explodir, e aparentemente sua consciência se dispersar até não sobrar nada.

Mas se esse foi o fim de Garra Sônica… só o tempo dirá, já que o vilão conseguiu enganar a morte diversas vezes reconstruindo seu corpo!