[NA TRILHA] O Som de Gotham: Trilhas Sonoras para o Batman

Batman_(1966)_1x01_014

Se vamos comemorar o “Batman Day“, que seja com música.

Ícone da DC Comics, o Batman tem desde 2014 um dia para chamar de seu, todo 26 de setembro é também o Dia do Batman (Batman Day), que em 2015 é comemorado em várias partes do mundo, inclusive aqui no Brasil.

Como nossa coluna aborda as trilhas sonoras que embalam os grandes filmes, nada mais do que justo que, no dia de hoje, lembremos das inesquecíveis trilhas sonoras já compostas inspiradas no Homem-Morcego. Seja para o cinema, televisão e jogos de vídeo game, o Batman já coleciona um grande número de temas musicais que revelam o tom sombrio do personagem, assim como suas abordagens em diferentes mídias.

Hoje, convido a todos para nos embalarmos na trilha do Batman.

Seguindo a cronologia, vamos começar lembrando de um dos temas que até hoje é recorrente para quem se lembra do Batman. Entre 1966 e 1968, a série de TV Batman foi um grande sucesso e não diferente também foi o sucesso do tema composto por Neal Hefti:

Reparem, por exemplo, que alguns canais de TV aqui do Brasil quase sempre usam esse tema da série quando o assunto é o Homem-Morcego.

Esse tema mais alegre e descontraído tinha tudo a ver com a pegada do show, que trazia aventuras leves onde Batman e Robin enfrentavam seus grandes vilões.

Mas aí chegaram os anos 80. A percepção sobre o personagem mudou graças a publicação Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller. Ficava de lado o tom mais alegre e colorido da série de 60 e o universo do Batman ganhou tons sombrios, que foram reproduzidos pelo direto Tim Burton em seus filmes, Batman (1989) e Batman – O Retorno (1992). Com um Homem-Morcego mais sombrio sendo representado no cinema, seria necessário que existisse também uma trilha sonora que se encaixasse nesse universo. O compositor Danny Elfman ficou responsável por isso.

A trilha sonora composta por Danny Elfman possui o elemento da fanfarra, algo que lembra a trilha sonora composta por John Williams para Superman (1978). O tema foi marcante a ponto de ser usado na série Batman – A Série Animada, uma das melhores adaptações do Batman e seus personagens. Na animação, Shirley Walker aproveitou o tema composto por Danny Elffman e o inseriu na sua trilha original. O casamento foi perfeito para um Batman cada vez mais emerso nas sombras.

Porém, Tim Burton deixou de dirigir os filme do Batman e entrou Joel Schumacher para assumir a franquia. Em Batman Eternamente (1995) já percebemos mudanças quanto as cores do filme, e uma abordagem dos vilões mais histriônica, que é elevada a enésima potência em Batman & Robin (1997). Danny Elfman foi substituído por Elliot Goldenthal, que compôs uma trilha sonora original, preferindo não dar sequencia ao trabalho de Elfman, mas mantendo a fanfarra.

Depois de um longo período sem filmes do Batman, em 2005, o diretor Christopher Nolan começou a sua saga sobre o Cavaleiro das Trevas com Batman Begins, que trazia trilha sonora composta por Hans Zimmer e James Newton Howard. Nos filmes seguintes, O Cavaleiro das Trevas (2008) e O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), Hans Zimmer assina sozinho a composição das trilhas. Com os filmes trazendo uma abordagem mais “realista”  do personagem, a trilha sonora acompanha a sobriedade do tom escolhido pelo diretor, quebrando com o aspecto fantasioso usado nos outros filmes. Hans Zimmer, conhecido por trilhas sonoras minimalistas, usa e abusa de seus estilos e, algumas vezes, acaba repetindo o trabalho já feito em outros filmes. De qualquer forma, a trilha sonora da trilogia O Cavaleiro das Trevas é um dos elementos de grande destaque desses filmes.

A série dos anos 1960 asssim como a série animada do Batman, não foram os únicos programas que renderam temas para o Morcego. Em 1999, a história avança no tempo e temos a animação Batman do Futuro, um grande sucesso que tinha a responsabilidade de manter o legado de Batman – a Série Animada. Em Batman do Futuro, o compositor Kristpoher Carter foi o criador do tema assim como o responsável pela trilha sonora do filme Batman do Futuro: O Retorno do Coringa.

Em 2004 estreava O Batman, uma nova animação que nada se assemelhava com outras já feitas trazendo uma nova abordagem sobre os personagens. O tema musical da série foi criado pelo guitarrista da banda U2, The Edge.

Com o fim da série O Batman, em 2008 surgia Batman: Os Bravos e Destemidos. A animação também trazia uma proposta diferente ao abordar o personagem num tom distante do sombrio que caracteriza o Batman há anos. Com uma pegada mais cartunesca, Batman, acompanhado com vários super-heróis do Universo DC, vivia aventuras bem-humoradas. A trilha sonora foi criada por Michael McCuistion, Lolita Ritmanis e Kristopher Carter.

Nos games, o Batman também tem um grande lugar de destaque. Nos últimos anos, os jogos da franquia Arkham renderam games de muito sucesso. Em Arkham Asylum, lançando em 2009, a trilha sonora foi composta por Nick Arundel e Ron Fish que retornaram para a trilha de Arkham City (2011). Já a trilha sonora de Arkham Origins (2013) foi criada por Christopher Drake. Em Arkham Knight (2015), Nick Arundel retorna para compor a trilha sonora junto com David Buckley.

Evidente que esses não foram os únicos temas musicais criados inspirados no Batman. O personagem criado por Bob Kane e Bill Finger já estrelou tantos shows adaptados que já lhe renderam vários temas. Aqui lembramos de alguns que marcaram diferentes mídias e que se tornaram inesquecíveis para os fãs. Se você vai comemorar (ou já está comemorando) o Dia do Batman, aí estão os temas musicais para o dia de hoje. Até a próxima.


Comemore o Batman Day conferindo os vários posts que fizemos em 2014 para o nosso Mês do Batman!


Gosta do Batman, e quer ter mais encadernados dele em sua coleção? Compre alguns deles abaixo: