[MANGÁ] Fragmentos do Horror, de Junji Ito (Resenha)

Ma No Kakera, em seu título original, ou Fragmentos do Horror, em tradução livre, reúne nove contos assinados por um dos mestres de quadrinhos de terror japonês, Junji Ito.

Quem conhece o trabalho de Ito recebeu o primeiro livro mangá do selo de Graphic Novels da Darkside Books com saudosismo e curiosidade. Após oito anos de reclusão, com escassos trabalhos sobre gatos e a sociedade, Ito reapareceu no cenário dos HQs um pouco tímido, não deixando de lado seu estilo único.

 

Um livro que vem com cabelo e olhos merece atenção, tipicamente coisa de japa. rs Depois que me livrei dos cabelos e da coceira que me causaram, tive uns momentos de agradável estranheza. Terão de concordar comigo que não é todo dia que se vê uma mulher sentir tesão pelas pilastras grandes, grossas, robustas  de uma casa. As ilustrações foram detalhadas e a sensação de movimento é espantosa.

O senso de humor e horror oriental é diferente do nosso, Creio que, por isso, mesmo sendo ideias originais, nem todos os contos me agradaram. Senti falta de um desfecho melhor elaborado em alguns deles, mas não sei se devem levar em consideração a opinião de alguém que ache uma autópsia divertida. ><

Aliás, teria prazer em atender o pedido da moça de um dos contos.

No posfácio, o próprio Junji Ito questiona se o seu instinto para o gênero teria retornado ou não. Eu diria que Ito ainda está tirando o pó do lápis nos primeiros contos, mas sem deixar de lado a originalidade de suas ideias.

E, sério, uma pessoa que faz uma mulher gozar numa parede merece ser observada de perto.


DarkSide Books

Tradução: Akemi Ono

Capa dura

21,4 x 14 x 2 cm

224 páginas

Compre aqui