[MANGÁ] Amarração do Amor, de Giovanni Kawano (resenha)

Em algum momento da sua vida, enquanto você andava distraidamente pela rua, brincando de não pisar nas rachaduras do passeio, e quase deu de cara num poste, você já deve ter visto algo parecido com isso:

Bem, talvez não exatamente com as mesmas palavras desse aí, em cima mas a ideia é por aí. Isto é um anúncio de “Amarração Amorosa” ou “Amarração de Amor”, e é um ritual que existe dentro da Umbanda, que consiste em uma série de oferendas para orixás ou entidades responsáveis pelas ligações amorosas, que têm a função de ligar duas pessoas espiritualmente e envolvê-las com amor, formando um laço, um vínculo de paixão espiritual entre elas.

Possivelmente você olhou pra isso e pensou: “Eu me garanto” ou “Não preciso disso”, e eu até concordaria com vocês, embora eu passe as noites abraçando o travesseiro e… bem… Qual é o número mesmo?

A questão é que algumas pessoas fazem de tudo para conquistar aquela paixão especial, e o quadrinho de Giovanni Kawano, Amarração do Amor, conta uma divertida e cômica história de um garoto chamado Luis, que possivelmente deu de cara com um anúncio desses e decidiu ir atrás de Cristiano, um pai de santo meio suspeito e charlatão, para tentar conquistar o coração de Isabela, uma bela garota pela qual Luis está apaixonado.

O quadrinho possui uma comédia única, com quebras de quarta parede, referências muito bom utilizadas (principalmente a do restaurante), e situações que são cômicas por serem absurdas, que me lembraram bastante os filmes da Trilogia Cornetto, do diretor Edgar Wright. Uma dessas situações absurdas, que chega a ser cômica, é o fato do Luis ser tão apaixonado por Isabela que fica seguindo ela, e sabe tudo o que ela faz. Ou seja, o protagonista é um fucking stalker, e isso é meio preocupante.

Mas, de qualquer maneira, o principal mérito da história é que, mesmo que a maior parte dos fatos ocorridos sejam ilógicos (tipo a macumba da cabeça de galinha), você sente que aquela situação pode ser real. Todo mundo já teve um amor platônico por alguém que considerava inalcançável, de forma que pediu ajuda para tentar conquistá-la, seja dos amigos, da mãe, ou daquela tia legal. E, no fundo, assim como Luis, você vai descobrir que só precisava tentar.   

Leitor: Mas e se ela/ele disser não?

Vida que segue.

Concluindo, se tiverem a chance, leiam Amarração do Amor. É uma leitura curta, com uma história simples, cômica e, a meu ver, bem executada. Então, boa leitura. E não stalkeiem as pessoas.

Deixe uma resposta