[LIVRO] Star Wars: Provação (Resenha)

star wars provacao troy denning editora aleph painel capa

O antigo universo expandido de Star Wars é gigantesco. Contos, novelas, romances, HQs e animações foram produzidos por décadas a fio. Conhecer toda a mitologia, eras e tudo o mais pode ser um trabalho exaustivo – ainda que prazeroso.

Desse universo, tive contato apenas com uma ínfima parcela de produções: algumas HQs, animações e a trilogia Thrawn, clássico de Timothy Zahn [nota do editor: leia uma resenha do volume 1 aqui]. Eu não conhecia Troy Denning e, portanto, não tinha a mínima ideia do que esperar em relação à sua escrita. Quem é, então, o autor? “Troy Denning é escritor de fantasia e ficção, além de produtor de games[…]. Autor de mais de 10 livros do universo expandido de Star Wars e também de diversos contos e romances, como o bestseller Waterdeep.¹”

Provação” é a última novela do antigo universo expandido de Star Wars (Por que antigo? Entenda AQUI) e é também, de certo modo, a última aventura com os personagens principais dos primeiros filmes: Lando Calrissian, Han Solo, Leia Organa e Luke Skywalker. Por que a última aventura? Primeiramente, pela lógica: até mesmo Jedis, apesar de mais resistentes, são mortais. Todos, mais cedo ou mais tarde, se tornam Um com a Força. E aqui a galera já está com a idade bem avançada. Segundo… Se quiser saber vai ter que ler a obra, pois não vou entregar nenhum spoiler por aqui!

Confira a sinopse²:

Uma Última Aventura para Han, Luke e Leia!
Quase quarenta anos após os acontecimentos de Star Wars – Episódio VI, Lando Calrissian recorre aos velhos amigos Han e Leia, a fim de enfrentar um estranho conflito com piratas espaciais em sua nova refinaria na Orla Exterior. Mas um cheiro de conspiração paira no ar, e as ameaças se mostram muito maiores que o simples assédio de grupos de assaltantes siderais. Apenas uma complexa investigação será capaz de desvendar as verdadeiras intenções dos piratas e de uma suspeita corporação chamada Tecnologia de Exploração Galática.

Dois grandes vilões, movidos por vingança, ambição e talvez ainda mais perigosos que o próprio império, farão o ex-contrabandista e a esposa, agora jedi, se unirem novamente a Luke nessa aventura que explora dinâmicas da força de uma forma nunca antes feita. Repleto de ação do começo ao fim, Provação traz de volta os principais personagens da saga Star Wars, em uma trama que combina perfeitamente chantagens, sequestros e batalhas tão épicas quantos as da trilogia original.

A aventura começa com Han e Leia em uma cantina, esperando por Lando. Logo nas primeiras páginas, mergulhamos em todo aquele universo tão conhecido: um bar com várias raças alienígenas perambulando pra lá e pra cá, com música e muita tensão no ar. Daí em diante o livro simplesmente não para. É ação atrás de ação. A leitura é fluida: as quase 400 páginas passam rapidamente. Lutas com sabres de luz, uso da Força a lá Darth Vader (enforcamentos, levitações, etc), armas laser e batalhas espaciais, a obra contém tudo! É difícil falar da história sem exibir algum spoiler, pois as sequências ininterruptas de ação guardam constantes revelações e reviravoltas que servem para manter o nível de tensão e a atmosfera de aventura durante toda a leitura. Portanto falarei sobre algumas curiosidades e farei alguns apontamentos: há a participação de C3PO e R2D2 (em minha opinião participaram pouco, os queridos robôs mereciam mais momentos). Durante a história também ficamos sabendo o que aconteceu com outro personagem estimado, Chewie. Como a história de Provação se passa após muitos anos da primeira trilogia para o cinema, há um milhão de acontecimentos passados que são mencionados ao longo do livro, mas ao menos que você tenha lido diversas obras em inglês (a tradução de livros do universo expandido de Star Wars não abarca nem 5% de toda a produção existente), não vai entender muito quando algumas coisas como a Guerra de Yuuzhan Vong são citadas. Contudo, é importante dizer que isso não atrapalha nem um pouco a leitura ou o entendimento completo da história.

Sobre a trama: o que era somente um pedido de ajuda de Lando começa a se desenrolar em algo muito mais complicado e ameaçador, envolvendo piratas siderais, os Qprehs, velhos desafetos e talvez, algo ainda pior; a todo momento somos assombrados pela probabilidade da presença de Siths, o que traria muitos problemas para os Jedis e todos os habitantes da Fenda Chiloon. O que mais esperar? Deturpações no espaço/tempo, uso do lado negro da força, vários momentos realmente tensos em que não sabemos se determinados personagens morreram ou não, personagens mudando de lado e revelações a cada capítulo. Na parte final do livro, Luke, Han e Leia passam por uma de suas maiores provações. Encaram a Força em seu estado bruto, quando ela ainda não serve aos Jedi nem aos Sith. Passará o trio ileso por essa provação? Só lendo para saber!

Além dos personagens mencionados, alguns mais que participam da novela são:

400px-MirtaGev-ERC[1]

Mirta Gev – Uma mandaloriana (mercenária, como todos) que comanda uma tropa a serviço dos Qreph. É neta do temido Boba Fett.

250px-BenSkywalker_Atlas[1]

Ben Skywalker – Cavaleiro Jedi nascido em Coruscant, filho de Mara Jade e do agora Grão Mestre da Ordem Jedi, Luke Skywalker.

Anatomia de um Qreph (que coisinha mais FEIA!)

Craitheus e Marvid, os Irmãos Qreph – Seres da raca Columi, uma das mais antigas da galáxia. Têm braços e pernas atrofiados e um cabeção responsável por uma inteligência incrível. Se movem através de energicorpos (espécie de armadura robótica). São conhecidos por sua genialidade e também por sempre pensarem à frente de todos, inclusive dos inimigos, o que pode ser um verdadeiro problema. São os donos da Tecnologia de Exploração Galática.

<

p style=”text-align: justify;”><img class=” wp-image-54402 alignleft” src=”http://nerdgeekfeelings.com/wp-content/uploads/2015/07/250px-TahiriVeilaNEC1-150×150.jpg” alt=”250px-TahiriVeilaNEC