[LIVRO] “O Barco dos Sonhos” de Rogério Coelho (resenha)

o barco dos sonhos rogerio coelho 01

Um velho vivendo numa ilha deserta. Um menino vivendo na cidade grande. Entre eles um oceano. Dentro deles uma vontade de manter contato, um desejo de (re)encontro, e um dom para imprimir seus sonhos no papel.

O Barco dos Sonhos” foi meu primeiro contato com uma história escrita e desenhada por Rogério Coelho, mas não meu primeiro contato com seu trabalho. Eu o conheci quando foi anunciado, no final de 2014, que ele faria uma das futuras Graphic MSP. O teaser da história do Louco que Rogério está produzindo chamou minha atenção pela beleza poética da arte. Logo fui atrás de mais trabalhos dele, e me deparei com uma miscelânea de personagens e cenários oníricos, ricos em detalhes e sensibilidade, alguns dos quais você pode ver abaixo:

barco dos sonhos dedicatoria rogerio coelhoAssim, quando Rogério anunciou o lançamento de “O Barco dos Sonhos“, me interessei muito, tanto pela beleza das ilustrações da obra divulgadas em seu no Facebook, como por ser o resultado de quase sete anos de sua dedicação a um só projeto. Logo eu me tornei um admirador de sua arte, o que fiz questão de expressar, pois foi uma admiração verdadeira.

Para minha surpresa, fui presenteado com um exemplar de “O Barco dos Sonhos“, com uma bela ilustração e uma dedicatória na primeira página, e tendo em mãos um convite para explorar os dois mundos que o livro estava disposto a me oferecer. É dessa viagem que vou falar abaixo.

barco dos sonhos rogerio coelho editora positivo preview 3

A trama é bem simples: o velho e o menino passam a se comunicar através de mensagens dentro de garrafas levadas de um para o outro através do mar. O que faz mesmo a diferença são as belíssimas pinturas de Rogério, que dão uma atmosfera onírica para a história. 

Mesmo sendo classificada como literatura infanto-juvenil, o que temos aqui é uma autêntica história em quadrinhos contada inteiramente com imagens. Isto dá à obra um apelo universal, além de permitir que ela seja lançada em outros países sem grandes dificuldades. O que ela merece, sem dúvida!

barco dos sonhos rogerio coelho editora positivo preview 2

Justamente pela ausência de textos, “O Barco dos Sonhos” abre espaço para o leitor interpretar a natureza dos acontecimentos de várias maneiras. Dá pra dizer, por exemplo, que o velho e o menino são avô e neto; assim como é possível que sejam apenas dois desconhecidos que se tornam amigos à distância, devido a seus gostos em comum. E não pára por aí, pois podemos também enxergar tudo como um sonho, ou, indo mais além, como uma espécie de viagem no tempo! O que é narrado visualmente por Rogério dá margem para imaginarmos o velho como a versão futura do menino; ao mesmo em que não descarta a possibilidade de estarmos testemunhando uma comunicação entre o mundo espiritual e o material. Sim, tudo isto em apenas 84 páginas, muito bem usadas pelo talentoso ilustrador.

E vale a pena observar as sutilezas das diagramações das três partes da trama. As cenas centradas no velho são envoltas em quadrinhos ondulantes, que sugerem a presença constante do som das ondas do mar que cerca a ilha onde ele vive. Já as cenas do menino são envoltas por uma moldura mais reta e concreta, como os prédios da cidade onde vive. Já a terceira parte é quase inteiramente composta de artes amplas, ocupando duas páginas, para representar a abertura de horizontes que os fatos narrados por elas representam (e vou apenas dizer isto pra não estragar o impacto emocional e visual que elas têm).

barco dos sonhos rogerio coelho editora positivo preview 4

Merece menção, ainda, o uso dos tons predominantes no livro: o sépia envelhecido dos trechos do velho, e o azul um tanto melancólico presente nas cenas do menino, e como Rogério trabalha os contrastes e as misturas de ambas no decorrer da narrativa. Além de todo o cuidadoso uso de luz e sombra, que dá à obra uma atmosfera de infância, de manhãs ensolaradas, e oferecem ao leitor um vislumbre das cores que um dia enxergamos quando éramos mais jovens, e a visão era mais virgem, e tudo ao nosso redor era mais mágico.

barco dos sonhos rogerio coelho editora positivo preview 1

Se fosse pra eu definir “O Barco dos Sonhos” em uma palavra seria “encantador”.

Rogério Coelho conseguiu criar uma obra atemporal e universal, que pode e deve ser apreciada por leitores de todas as idades, além de ser perfeita para presentear filhos, netos, amigos e amantes. Se você procura um livro bonito, tanto em imagens quanto em significado, eis uma ótima escolha. Vale a pena embarcar neste sonho que levou 7 anos para ser compartilhado conosco, e fazer outros sonharem contigo, presenteando-os com esta pequena preciosidade!

barco dos sonhos rogerio coelho featO Barco dos Sonhos
Rogério Coelho

Editora: Positivo
Número de páginas: 84 páginas
Dimensões: 24 x 24 cm

Compre aqui.

nota-5

One thought on “[LIVRO] “O Barco dos Sonhos” de Rogério Coelho (resenha)

Comments are closed.