[LIVRO] Neve Negra, de Santiago Nazarian (resenha)

Qual a possibilidade de uma lenda urbana acabar com sua paz de espírito? Ou de se tornar real o bastante para te aterrorizar? Nesse novo livro, Santiago Nazarian nos conduz por uma trama que alterna do banal ao terror psicológico.

A história nos apresenta Bruno Schwarz, um renomado artista plástico que tende ao egocentrismo e cinismo. Omisso com sua própria família, mal pode ver a infância de seu filho e desfrutar algum tempo com ele.

Depois de mais uma de suas viagens, quase sem fim, Bruno retorna pra casa já tão tarde que poderia considerar cedo. Com um aviso meteorológico de que esta seria a noite mais fria do ano, com grandes possibilidades de neve, ele se vê em casa sem nenhuma recepção calorosa. Todos dormiam. O que lhe resta, na solidão da noite fria, é refletir sobre sua vida naquela pequena cidade brasileira, e observar um fenômeno singular: a neve que cai. Seu filho acorda, culpa de um pesadelo, uma sede. Desse prelúdio extremamente banal, Santiago traça uma sequencia movida a sustos e reviravoltas.

Apesar da história se passar em uma única noite, Neve Negra brinca com o tempo passado para explicar como um homem de sucesso se encontra tão acuado e frágil na casa de sua família. Seu filho pequeno, sua esposa dedicada, seus vizinhos, parecem estar envolvidos em uma conspiração contra Bruno, e a explicação para tudo isso se torna sobrenatural, oriunda de uma simples lenda urbana, a lenda Do Trevoso.

O Trevoso, mito criado por Nazarian, se oculta no mais sombrio canto da mente de Bruno, realidade, delírio, não mais importam. Ao passear por sua mente, o leitor se depara com situações arrepiantes, cadáveres, animais empalhados e diálogos filosóficos, numa espécie de existencialismo bizarro.

Santiago nos proporciona uma leitura apavorante e intrigante. Através da inquietação e do pavor de Bruno, nós mesmos nos envolvemos e experimentamos um pouco de seu medo (principalmente se estiver lendo de madrugada e sozinho).


Companhia das Letras

208 paginas

14 x 21 cm

Brochura

Onde encontrar:

Amazon

Saraiva

Cultura