[JOGOS] Os novos jogos de tabuleiro

Image

Quando se pensa em jogos de tabuleiro no Brasil, imediatamente o que vem à mente das pessoas é Banco Imobiliário, War, Jogo da Vida, Detetive… e não podemos culpá-las, pois enquanto os states e a europa fervilham com novidades, o mercado nacional permaneceu estagnado.

Não me entendam mal, eu não dispenso uma partida de War vez ou outra, mas é chato chegar nas lojas e ver que não há jogos novos, apenas trocentas variações dos mesmo jogos que você já está cansado de conhecer.

Desde criança sempre apreciei jogos de tabuleiro. Lembro da felicidade ao ganhar meu banco imobiliário. Sim, ainda o tenho aqui bem guardado, apesar de não jogar mais (sério, esse jogo não tem fim). Os jogos de tabuleiro alegraram minha infância e eventualmente me levaram ao RPG, que preencheu a adolescência. Hoje o ciclo se fechou e voltei aos jogos de tabuleiro.

Foi em 2011 quando um colega apareceu aqui em casa com um jogo importado chamado Mansions of Madness. Eu logo pensei: mas que p***a é essa? Numa descrição simplificada, imagine o jogo detetive ambientado no universo lovecraftiano, com Cthulhu e tudo o mais. Minha cabeça explodiu! Com uma mecânica muito elaborada, centenas de cartas, marcadores e miniaturas. Eu que acreditava que nenhum jogo de mesa superaria o RPG, fui surpreendido.

Image

Mansions of Madness

A comparação com o RPG é um pouco injusta, pois a proposta dos boardgames é diferente. Enquanto no RPG existe toda uma preparação e planejamento (principalmente por parte do mestre), com os jogos de tabuleiro não precisamos disso. É só chegar, armar os componentes e jogar. E nem tem problema se um dos amigos não pode comparecer (coisa que muitas vezes acaba estragando uma partida de RPG).

Ainda assim, foi como se todo um novo mundo ainda não explorado se abrisse à minha frente. Explorei e descobri que não existe apenas uns poucos títulos que eu não conhecia, mas centenas, literalmente. Subitamente jogo de tabuleiro deixou de ser aquela diversão que eu tinha quando criança. Aliás, é fácil perceber que boa parte dos adeptos desse Hobby é composta por pessoas adultas, muitos já acima da casa dos 30. Como é certo que existem jogos com temática lúdica para toda a família, também existem jogos com temas maduros e mecânicas desafiadoras.

Assim eu consegui de volta uma sensação muito boa que eu tinha com o RPG (que já não tenho mais tempo para jogar), que é justamente a sensação de estar junto aos amigos partilhando bons momentos. Muito mais do que jogar por jogar, o boardgame é um ótimo pretexto para se reunir com a galera.

Há quem diga que se diverte dessa maneira jogando Videogames ou jogos de computador no multiplayer. Hão de me desculpar, mas não é a mesma coisa. E sim, sou nerd, recluso, não gosto de baladas, barzinhos, etc.

Bom, chega de lero lero. Se você ainda está lendo esse texto é porque se interessou pelo assunto, então vamos falar mais de boardgames.

O leitor pode estar se perguntando: quais tipos de jogos tenho à minha disposição? Centenas. Mas centenas mesmo. Desde os famosos jogos de guerra (ou wargames se preferirem), até  jogos onde o desafio é cuidar de uma fazenda ou administrar uma companhia férrea. Dos mais simples aos mais complicados. Pense num tema. Qualquer um. Certamente você vai encontrar um título que lhe agradará.

Image

Controle mais linhas férreas do que seus adversários em Ticket to Ride

Image

Ou administre uma fazenda em Agricola

E onde se pode encontrar esses jogos? Bom, caso você não tenha problemas com a língua inglesa, a primeira opção e a mais comum é importar. Mas não tem perigo? Não fica caro? Como tudo na internet, se você procura um site sério (como o CoolStuffInc), certamente não terá problemas com o recebimento do produto. Quanto ao preço, toda importação está atrelada ao dólar, então pode custar mais ou menos dependendo da variação desta moeda. Ainda assim, comparando com o preço de outros jogos nas lojas aqui do Brasil, mesmo com o dólar atual (cerca de R$ 2,40), ainda sai um valor bem em conta.

Porém, sabe o que é melhor? Se você se recorda do início deste texto, eu disse que o mercado nacional ficou estagnado. Bem, isso começou a mudar. Graças a empresas como a Galápagos e a MS Jogos, entre outras, já encontramos aqui no Brasil um bom catálogo à nossa disposição. Jogos já traduzidos para o bom e velho PT-BR, além de jogos criados e produzidos aqui mesmo nas terras tupiniquins.

Image

OVNI da MS Jogos

Como a variedade é muito grande, fica impossível abordar tudo num único texto. E nem tenho a pretensão de falar de tudo. Então o farei em doses homeopáticas, abordando os jogos que mais gosto e os que estão fazendo sucesso. Fique ligado nos próximos posts. Mas pra não deixar ninguém chupando o dedo, vamos a algumas dicas:

Certamente o mais completo site sobre o assunto é o Boardgamegeek, porém está em inglês. Dos sites nacionais, você conhecerá muita coisa no Redomanet.

Caso prefira vídeos, você acompanha resenhas e gameplays muito bons com o pessoal do Jogando Offline, com o Jack, o Explicador ou ainda pelo aBoardGames.

E é isso pessoal, logo voltamos falando mais um pouco de boardgames.

Curta nossa página no Facebook e nos siga no Twitter para mais bugigangas do universo Nerd Geek.

2 thoughts on “[JOGOS] Os novos jogos de tabuleiro

Comments are closed.