[INICIATIVA NGF] Seja um nerd

iniciativa-ngf-sofia-maia

Texto de Sofia Maia Oliveira

Desde muito tempo vemos diferenças comportamentais na sociedade. Ela se divide em grupos de iguais, – talvez para que as pessoas se sintam seguras – e o grupo que sempre despertou meu interesse e fascínio foi o NERD

É engraçado pensar que este termo sempre assombrou o pessoal “descolado” e “popular” nas escolas, (principalmente onde o modelo norte-americano de High School se faz presente) e faziam com que aqueles que eram viciados em tecnologia, gostavam de leitura, séries, filmes, jogos de videogame e até mesmo de tabuleiro, desenvolviam atividades intelectuais e tinham fascínio e/ou “devoção” sobre algum personagem específico, fossem considerados nerds e ficassem excluídos (não por vontade própria) do meio social.

Não estou aqui para falar disso tudo, até porque muito já foi dito a respeito, e estereotipado. Minha intenção é mostrar-lhes o porquê de ser um nerd, o quanto é bom, suas vantagens e a verdade sobre nós (é isso mesmo, essa que vos escreve também é uma nerd).

Nerds não são antissociais, gostamos de sair, passear, conversar. E é óbvio que falemos de “coisas nerd”. O homem fala do que seu coração está cheio. Vamos a eventos relacionados ao que gostamos e saímos com pessoas, preferencialmente, que tenham os mesmos gostos (ou não, as diferenças não costumam incomodar, principalmente quando há respeito).

Outro fato importante é que não somos muito sérios ou extremamente inteligentes, apenas gostamos de saber das coisas, lemos muito e nos informamos, mas não sabemos de tudo, eu digo que é apenas uma curiosidade insaciável pelo novo. Também rimos, fazemos piadas, pois é óbvio que somos humanos, e não robôs programados com um super cérebro, uma memória incomensurável, regidos pelas três leis e sem sentimentos.

Então um Nerd é uma pessoa normal?!

Qual a vantagem disto?

Aí, meu amigo leitor, eu te digo, ser um nerd é estar sempre procurando sobre todos os assuntos, por conta da curiosidade ou sede de conhecimento, como já havia dito. Sendo assim, falamos sobre quase todos os assuntos com quase todos os tipos de pessoas. Saber dialogar sobre assuntos variados é um caminho certeiro para relacionamentos e oportunidades.

Levando em conta que nós somos politicamente corretos, ou pelo menos a maioria de nós, acabamos sendo mais tolerantes quanto às diferenças, e percebemos o que as pessoas realmente têm a oferecer, seu verdadeiro “eu” por detrás da aparência. Realmente não somos muito ligados às aparências externas, afinal de contas o que vale é o que se têm no coração. Moda, tendências, vaidade excessiva não valem nada quando não se têm conteúdo.

Partindo deste ponto, namorar um nerd significa que ele(a) não vai se importar com sua aparência, mas sim com o seu conteúdo, com seus sentimentos, seus pensamentos etc. Outra vantagem, é que você terá alguém super interessante ao seu lado, informado, bom de papo e engraçado. Além de te convidar a conhecer o mundo nerd te levando a eventos do tipo, e te acompanhando em eventos que você goste.

Contudo, embora ouvimos falar que nerds são carinhosos e fiéis, é correto que dificilmente você verá um nerd grosso, sentimentalmente frio e que traia, mas não significa que todos são assim. Cuidado, ao afirmar isso, além de estar estereotipando a personalidade, está criando uma regra, que nem todos vão se enquadrar (todos somos diferentes, e sempre tem aquele que foge à regra).

Outra vantagem é o mercado nerd, e ao tocar neste assunto, posso afirmar que este é um benefício social. O crescente número de nerds assumidos gerou um mercado próprio rentável, ou seja, economicamente favorável para o lado comerciante e empreendedor. Novos negócios surgem partindo deste público alvo. Livrarias e/ou Lojas de HQs, Bares/Cafés Temáticos, lojas especializadas em produtos para cosplay e outras maravilhas do mundo nerd, designer de interiores especializados em decorações cheias de referências e homenagens a personagens, artistas que utilizam desta temática, novos autores… Pensando bem, isso propiciou a intensificação da criatividade nas pessoas, em abrir novos negócios, ou de seguir um sonho de ser escritor, desenhista, e isso também é um benefício social, pois um ser criativo sabe enfrentar situações cotidianas com destreza e jogo de cintura.

E este mercado só vai crescer com novas séries de livros sendo lançadas, novos quadrinhos e mangás (não, eu não me esqueci do nerd Otaku), novas séries televisionadas dando origem a produtos colecionáveis. Vendo por este ângulo, este é um mercado muito promissor.

E não posso deixar de falar dos eventos maravilhosos que temos, sobre quadrinhos, animes e mangás, cosplay, videogames, literatura e outros. E estes, sobretudo, traz a convivência para todos nós, um bem social, porque, no fim das contas todos, gostamos de fazer parte de um grupo e de se sentir parte do mundo.

Saber que tem tanta gente com os mesmos gostos, partilhando experiências e convivendo com pessoas de todas as partes do mundo é fascinante!

Se eu pudesse falaria mais mil coisas nerd, mas, infelizmente, uma hora tenho que encerrar. Mas gostaria de ter passado uma boa impressão sobre este grupo social, e ter te deixado com curiosidade para se integrar mais com pessoas nerds, ou até mesmo assumir este seu lado nerd da Força.

Despeço-me com pesares e mil beijos intergalácticos. Também gostaria de ressaltar o quão importante são as diferenças e que devemos, se não acolher, respeitar.

4 thoughts on “[INICIATIVA NGF] Seja um nerd

Comments are closed.