[HQ] EMBER – As Crônicas da Ruiva – A Lenda de Krill – Girl Power

Quase uma princesa da Disney, ela é delicada como a brisa que refresca as delicadas folhas dos álamos que recobrem os belos campos oníricos dos paraísos inimagináveis das mais doces ficções. Aliás, por falar em doçura, Essa protagonista não poderia ser a expressão mais clara da doçura e submissão da figura feminina, sendo uma mulher ideal, eficiente, bela, recatada, do lar e, acima de tudo, muito eficiente em seus afazeres, e sempre em busca de seu príncipe encantado.

7399a6ee3927ceef9338eaa036d0a59a
Qualquer príncipe encantado cairia aos seus pés… sem Dúvidas.

SÓ…QUE…NÃO.

Ember-Capa-752x440Filha de uma tragédia e de uma possível maldição, Ember é criada entre o povo Krill, vivendo com seus pais e irmã adotivos após ser resgatada ainda viva, de um ataque ainda bebê.

Salva em uma feroz batalha entre dois povos e um fugitivo, por seu futuro pai adotivo Kiley, Ember tornou-se uma jovem um pouco mais enérgica do que as outras moças de seu vilarejo.

ember_amostrabaixa02Bom, enérgica talvez não seja a expressão correta.

Essa é a expressão que eu uso para definir uma mulher de personalidade um pouquinho mais forte. E uma personalidade “um pouquinho mais forte” está longe de definir as forças e as motivações que levam Ember a não ser exatamente o modelo de mulher que seus pais gostariam que ela fosse.

A Ruiva vai muito além do perfil Bela, Recatada e do Lar (nada contra. Cada mulher é o que quer ser), e tem uma personalidade que seria melhor definida como Bela, amazona e do guerrear. O que, para um povo rudimentar e de costumes bastantes conservadores, pode se tornar um PEQUENO inconveniente, por exemplo, com relação à escolha do pretendente à mão da moça.

Sim, esta é Ember enfiando o braço no futuro marido.

Sim, esta é Ember enfiando o braço no futuro marido.

Eu Disse Pequeno inconveniente?

O caso é que Ember é uma guerreira, dona de um caráter íntegro e uma alma de heroína, capaz de pôr medo em qualquer homem, não importa seu tamanho.

Sua vida entre os Krill era tranquila, entre uma briga e outra, sempre disputando ou medindo suas forças físicas com os rapazes da tribo, até que em um dia fatídico os Krill se viram ameaçados por inimigos antigos, que já antes haviam ameaçado aquelas terras.

ember1A partir desse momento, o povo de Ember é levado como escravo, seus entes amados são mortos sem piedade, e a Ruiva é obrigada a mostrar a que veio, ou seja, suplantar as dificuldades por meio de sua força (tanto física quanto mental) e fazer valer sua valentia.

A partir de sua rebeldia, muitas revelações começam a a ocorrer inevitavelmente, nessa HQ sufocante, que não nos permite respirar, tamanha a carga de ação, adrenalina, sangue, suor frio. Revelações do passado, desenganos, ilusões e desilusões são levadas adiante, e retiradas do fundo de cavernas escuras, para o espanto do leitor.

Épico, seria a palavra para mais uma dessas Ruivas que chegam ao mundo para mostrar que as Mulheres estão aqui para governar o mundo.

Untitled-141Depois de Ler Ember, você terá UMA certeza: Pense duas, três, mil vezes antes de mexer com uma mulher.


nota-5


ember a lenda de krillember a lenda de krill contra capaAVEC Editora

21×28 cm
48 páginas coloridas
Papel: Couché Fosco 150g
Capa: Supremo cartão 300g Prolan brilho

Onde comprar:

Amazon

Saraiva

Submarino