[HISTÓRIA EM SÉRIES] Review | Black Sails 2×08: “XVI”

FU4556

[CUIDADO COM OS SPOILERS, SEU PIRATA MISERÁVEL!]

“E parece que esses homens temem seus próprios monstros. Um Império… a Marinha… um rei. Meu pai.” – Abigail Ashe

Perto do seu final, a segunda temporada de Black Sails está cada vez mais empolgante. Diferente do episódio passado, este novo capítulo traz tantos acontecimentos que poucos poderiam ficar de fora de nossa análise, mas vamos lá, vamos conferir o que de fato importa no episódio “XVI”.

Em primeiro lugar, quero destacar a narração em off de Abigail Ashe. Ao relatar em seu diário a viagem de volta a Charles Town com a tripulação do capitão Flint, ela vai descrevendo a maneira como imaginou esses homens, muitas vezes descritos como verdadeiros monstros. Interessante ver como ela vai mudando de opinião ao ser bem tratada e quando percebe que na verdade não passam de homens que temem seus próprios monstros. Ao recorrer ao artifício da narração, a série também nos faz pensar sobre a humanidade dos piratas.

Em Nassau, o Sr. Featherstone não se sente confortável com a missão de preparar o navio para capturar o ouro do Urca. Já que tudo tem que ser feito de forma discreta, preparar um navio para guardar algo de grande volume pode chamar muita atenção. Porém por mais discreto que sejam, Max não pode controlar todas as mulheres de sua pousada e uma delas conta a antiga gerente, Sra. Mapleton, sobre as movimentações suspeitas de Max, Rackham e  Featherstone.

Mas quais os interesses da antiga gerente nisso? O mistério não demora e logo sabemos que Eleanor paga Mapleton para vigiar as atividades de Max que lhe conta suspeitas muito perturbadoras. Mapleton diz que Max e Rackham poderiam estar prontos para capturar o ouro do Urca que Flint pensa que está rumo à Espanha.

Mas tem algo a ser dito também: onde está Anne Bonny? Rackham diz que ela partiu, mas Max parece esconder o verdadeiro paradeiro dela. Será que Anne secretamente está à frente da empreitada em busca do ouro a mando de Max? Fica a pergunta.

Ainda falando no segredo sobre a real situação do ouro, John Silver não se sente seguro com o comportamento de Nicholas e Vincent, os piratas que conspiram junto com Silver o destino do tesouro. Com medo de ser morto pelo comportamento do colega, Vincent arquiteta a morte acidental de Nicholas, segundo ele a pedido de Silver que na verdade não tinha intenção alguma daquilo. Vincent interpretou o olhar de Silver e fez o que fez. Será que Silver percebeu a influencia que tem sobre os homens da tripulação de Flint? Esse episódio mostrou bem a forma como o personagem evoluiu entre os piratas e como ganhou respeito perante os homens.

Frigg_And_Her_Maidens

Como comentei acima, Abigail passou a ter uma visão diferente sobre os piratas e principalmente sobre Flint. Isso lhe fez confessar ao capitão a história que seu pai lhe contou. A história onde o capitão James Flint matou de forma selvagem Alfred Hamilton! Peter Ashe prometeu a filha que caçaria Flint e levaria justiça a América contra os piratas. Mas já era tarde demais para simplesmente Flint entregar Abigail e retornar, mesmo que ela temesse pelo destino dele.

Chegando a Charles Town, Flint encontrou hostilidade dos homens de Peter, mas é Abigail que sai em defesa de seu “herói”. O encontro de Flint e Peter foi um momento recompensador para a expectativa criada. Peter reconhece o amigo e Miranda Barlow que acompanhou Flint. Imagino o quanto Peter pensou e repensou sobre seus princípios a ponto de dizer “bem-vindos a Charles Town”, mas esse primeiro contato amigável permanecerá? Acredito que sim, simplesmente por dois nomes: Charles Vane.

Rackham tem a ideia de quando retornar com o ouro para Nassau, escondê-lo no forte de Vane. Para isso vai até o forte na esperança de saber o que aconteceu com seu parceiro, mas o silencio que vem do interior do forte não é nada bom. Quando a portão do forte é arrebentando revelando o pior cenário possível, Eleanor é jogada num turbilhão de emoções ao ver que o único homem morto no forte não é Charles Vane, mas sim seu pai, Richard Guthrie. Eleanor recebe uma carta deixada por Vane que revela ter matado Richard, pois este traiu Nassau ao querer entregá-la ao rei. Charles também revela que não desistiu de Abigail e da fortuna que poderia ter feito pelo resgate dela, dessa maneira, Vane e seus homens já estão em Charles Town, preparados para atacar o navio de Flint.

FU4555