[GAMES] Valiant Hearts (análise)

cry_plays__valiant_hearts___the_great_war_by_thedreamtraveler-d82xtxj

Poucos são os jogos capazes de possuir duas distintas características em como: a simplicidade e a emoção.

Geralmente puzzles não necessitam de uma história envolvente para serem apreciados, tão pouco que essa história seja cativante. O que não é o caso de Valiant Hearts: The Great War. O puzzle cuja a história é baseada em cartas de soldados da Primeira Guerra Mundial é um verdadeiro soco no estomago, mesmo dos mais rígidos. Um game emocionante que possui um fácil gameplay, e uma simples, porém bela, edição de arte, que fez de Valiant Hearts um sucesso tremendo em sua época de lançamento.

O game possui uma jogabilidade bem simples. Basta apenas alguns minutos para que o jogador já esteja apto para encarar os desafios propostos por ele. Aqui o maior desafio é segurar as lágrimas.

Valiant Hearts possuí uma história tão envolvente, transmitida de uma maneira tão singela e bonita, que foi capaz de emocionar pessoas ao redor do mundo todo. O horror da guerra em sua pior forma é transmitido através de sentimentos como, amor, medo, ódio, vingança, perseverança e principalmente esperança. Tudo isso num game tão esteticamente simples que poderia passar despercebido para a maioria das pessoas, não fosse a propaganda feita em torno dele pela produtora.

Valiant Hearts é mais uma prova viva de que os games há muito tempo se tornaram arte. Como um quadro ou uma poesia, ele te emociona, te cativa e te dá esperança. Ele consagrou-se para mim como um dos games mais tocantes da história dos vídeo games.