[GAMES] DEATH STRANDING: o detalhe (genial) dos trailers que você não percebeu

death_strandingHideo Kojima é uma daqueles bichinhos lindos de Deus (tipo o sapo-boi azul) que pensa muito, muito fora da caixa. As vezes até fora da caixa demais, mas isso é mais bom do que ruim. E enquanto ninguém sabe exatamente o que esperar do seu novo jogo (e primeiro longe das garras mongoloides da Konami), todo mundo sabe que pode esperar ALGUMA COISA.

Alguns fatos levam a pensar isso: em primeiro lugar o jogo tem um elenco mais estelar que um filme da Marvel. Sério, Norman Reedus (vulgo Daryl Dixon de Walking Dead), Mads Mikkelsen (a.k.a. Hannibal) e Guillermo Del Toro (o diretor, não confundir com o Benicio Del Toro como eu sempre faço) na mesma obra é alguma coisa.

Pois bem, agora é onde as coisas começam a ficar estranhas: na E3 desse ano Kojima liberou um trailer do jogo. Prestem atenção:

Entenderam alguma coisa? Pois é, nem eu.

Mas não temam, porque na Video Game Awards 2016 saiu outro trailer do jogo e agora vai, agora a coisa faz sentido!

É. Não. Nada ainda.

Mas WTF véi? Tirando que o jogo vai ter chefões pra lá de bizarros (meio que a marca registrada do Kojima) sabemos tanto quanto antes. Ou menos até.

Enfim, Kojima sendo Kojima. Até demais, e é aqui que entra a sacada do título do texto.

O usuário do reddit Constablegrimes teve a ideia de colocar os dois trailers para tocar ao mesmo tempo, o resultado foi muito interessante:

Repare que quando o bebê desaparece das mãos do Daryl é no mesmo momento que ele aparece dentro do aparelho do Guillermo Del Toro.

Então o que isso significa? Não faço a mínima ideia. Mas fazer os trailers em sincronia foi inteligente bagaraí.

Taí um jogo que vai ser muito louco