[FOTOS] Autores se vestem como seus personagens favoritos

Cambridge Jones vestido como o piloto ficcional e aventureiro Biggles

Cambridge Jones vestido como o piloto ficcional e aventureiro Biggles

(texto original de Genevieve Hassan, traduzido por Raquel Pinheiro)

O fotógrafo Cambridge Jones colaborou com O Museu de História para a sua mais recente exposição, que celebra os heróis de histórias de infância apresentando autores conhecidos vestidos como suas personagens literárias favoritas.

Quando O Museu de História convocou Cambridge Jones para tirar fotos para a sua exposição 26 Caracteres, o fotógrafo queria imagens que realmente fossem fazer os visitantes pararem e olharem.

“Simplesmente arranjar um monte de autores não interessará a ninguém”, diz ele. “Então eu pensei em deixarmos eles se divertirem, pedindo-lhes que se vestissem como seu personagem favorito de infância e deixassem sua imaginação correr livre.”

Com a ajuda de trajes da Royal Shakespeare Company e do Teatro Nacional, a exposição resultante dispõe de 26 escritores que retratam uma coleção de ladinos, malandros, bruxas, aventureiros, etc. Cada um possui seu próprio espaço interativo, onde há áudio dos autores lendo trechos de seus livros e sendo entrevistados sobre o seu personagem escolhido. Aqui está uma seleção das fotografias juntamente com os próprios comentários de Jones:

Philip Pullman como Long John Silver de A Ilha do Tesouro

Philip Pullman como Long John Silver de A Ilha do Tesouro

Um dos aspectos mais interessantes de trabalhar neste projeto para O Museu de História tem sido a natureza transformadora do processo. Pegamos escritores eruditos e adultos e os transformamos em crianças novamente.

No caso de Philip, isso foi ainda mais evidente do que o normal. Ele ainda não estava preparado quando veio o flash da câmera. Era claramente um esforço para ele, até mesmo subir muitos lances de escadas. No entanto, depois de um pouco de maquiagem e o figurino adequado, tivemos o mais ágil, forte e animado Long John Silver que se pode conhecer.

Neil Gaiman como Texugo (Badger) de O Vento nos Salgueiros

Neil Gaiman como o Texugo de O Vento nos Salgueiros

Esta nunca me pareceu uma das melhores idéias – Neil Gaiman como o Texugo. Um herói medieval fanfarrão talvez, ou como um senhor escuro de outro fuso horário, talvez. Ou até mesmo o vocalista em uma banda muito legal …. mas o Texugo d’O Vento nos Salgueiros! E então uma coisa estranha aconteceu: ele só começou a se tornar o Texugo – literalmente na frente dos meus olhos. Com uma maravilhosamente simples maquiagem e vestes requintadas, ele começou a mover-se como o Texugo, a sorrir como o Texugo, e até mesmo a falar como eu imagino que o Texugo falaria. Quando finalmente entrei no jogo, e dei a ele a cadeira e o livro, ele era o Texugo.

Francesca Simon e Stephen Butler como a Rainha de Copas e o Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas

Francesca Simon e Stephen Butler como a Rainha de Copas e o Chapeleiro Maluco de Alice no País das Maravilhas

Eu levei Francesca e Stephen de Londres para Oxford para as fotos, o que foi excelente, porque no momento em que chegamos lá, não havia muito do que não soubéssemos um do outro, ou mesmo do que deveríamos fazer com relação ao outro – o que, quando você está planejando fotografar “A Rainha de Copas e O Chapeleiro Maluco”, é incrivelmente útil.

Eles estavam impecáveis, inspirados, engraçados, espontâneos e, bem, perfeitos. Stephen estava prestes a entregar seu último livro a seu editor e tinha estado no palco até tarde na noite anterior, e Francesca – bem, eu estava muito impressionado com sua beleza quando ela levantou o cabelo e vestiu as roupas… deslumbrante.

Anthony Horowitz como Jekyll & Hyde

Anthony Horowitz como Jekyll & Hyde

Há pessoas que valorizam e apreciam a fotografia, e há aquelas que a consideram um mal necessário. Sou do palpite de que Anthony está nesta última categoria. Se isso for verdade, então nós tornamos pior o seu sofrimento, fornecendo um traje que era do tamanho errado.

De alguma forma, no entanto, com zelo criativo e grande esforço da parte de Anthony, conseguimos a produção de uma de minhas fotos favoritas da série. Eu levei Anthony para a estação, e ele parecia um pouco confuso com o fato de que alguém poderia ganhar a vida com a fotografia, mas deixou de lado a confusão quando percebemos que estávamos ambos aprendendo grego!

Benjamin Zephaniah como Anansi, a aranha

Benjamin Zephaniah como Anansi, a aranha

Eu já trabalhei com Benjamin várias vezes ao longo de minha carreira. Uma vez, quando eu era um estudante, nós queríamos ele na capa da nossa revista estudantil Isis (ele era muito legal e vivia com sua banda de dub em Handsworth) com todos os apetrechos Rasta necessários. Outra das vezes foi novamente no leste de Londres, quando ele estava sofrendo muito com ataques racistas e não podia nem mesmo revelar seu endereço para ninguém por medo de um ataque desse tipo.

Cheguei à porta do seu escritório da universidade e vi Professor Benjamin Zephaniah escrito em belas letras na porta. “Você veio para superar o mundo”, eu disse provocativamente, mas fui recebido com uma expressão preocupada: “Já eu … eu espero que não.” Este é um homem que foi colocado entre nós para iluminar e ajudar os outros – não para superá-los. Minha bajulação foi desperdiçada, se não confusa. E que aranha ele faz!

Malorie Blackman como a Bruxa Má do Oeste de O Mágico de Oz

Malorie Blackman como a Bruxa Má do Oeste de O Mágico de Oz

Uma das coisas mais fascinantes deste trabalho lindo tem sido a resposta dos meus próprios filhos para os diferentes autores que desaparecem para criar retratos.

Às vezes, eles parecem impassíveis por alguns dos maiores nomes da literatura moderna. Às vezes, eles notam dias depois que aquele foi o autor de um dos seus livros favoritos (“Papai, você podia ter dito que foi fotografá-los!”). E às vezes é Malorie Blackman (“OH MEU DEUS – você está fotografando Malorie Blackman – Podemos ir?”). Eles não podiam ir – o que foi uma pena, pois foi tão divertido!

Michael Morpurgo como Magwitch de Grandes Esperanças

Michael Morpurgo como Magwitch de Grandes Esperanças

Como vários dos nossos autores, Michael não era um ávido leitor quando jovem. Ele estava me explicando que considerava livros muito difíceis e ele não tinha interesse em brincar ao ar livre com outras crianças.

Isso parece interessante para mim em dois níveis: em primeiro lugar, é claro que não foi por acaso que O Museu de História fechou sua banca de contos, no lugar da de livros, tirando os contos do reino da “sala de aula” e do “dever de casa” e colocando-os firmemente no reino da imaginação e da diversão.

Em segundo lugar, que um dos contadores de histórias de maior sucesso da nossa época seja tão capacitado e impulsionado pela sua imaginação desde a infância.

Terry Jones como Rupert o Urso

Terry Jones como Rupert o Urso

Terry tem uma casa perto de onde eu cresci no País de Gales, mas ele também vive em um local secreto em Londres, cidade que é ao mesmo tempo no centro e no campo. Eu tinha estado lá antes, mas esqueci o quão perfeito seria este lugar para Rupert o Urso – um personagem que Terry ama profundamente.

Começamos com um estúdio construído e rapidamente tornou-se claro que Terry tinha de alguma forma assimilado o movimento de Rupert o Urso perfeitamente. Ele podia se mover e ocupar posições exatamente como Rupert faz em todos os anuários do passado. Então, nós rapidamente abandonamos o estúdio e saímos para o campo de Londres, para capturar Rupert atrás de árvores, saltando através da grama e andando pra lá e pra cá.

Terry Pratchett como Just Williams

Terry Pratchett como Just Williams

Aqui vai um detalhe: Terry não é um escritor – ele não escreve mais. Devido a sua condição, ele dita os textos e os compõe com ajuda de Rob (seu assistente). De uma forma engraçada, eu acho que isso libertou sua imaginação ainda mais, e todos ao seu redor se tornaram detalhes e objetos de outros mundos – mapas de reinos desconhecidos ou livros que se acendem.

Terry estava em grande forma naquele dia e tinha memórias vívidas de infância e do professor que disse que nunca se tornaria nada…! Em seguida, todos foram para o pub local para um belo almoço e bate-papo. Boas lembranças de boas lembranças.

Holly Smale como a Feiticeira Branca de As Crônicas de Nárnia

Holly Smale como a Feiticeira Branca de As Crônicas de Nárnia

Era o aniversário de Holly quando nos conhecemos e ela muito gentilmente concordou em fazer a sessão antes de sair para comemorar no final do dia.

Isso é tudo que posso dizer! Ela lançou um feitiço em mim desde o momento em que colocou em seu traje de Rainha Branca que me deixou impotente e sem palavras, tal era o seu poder e beleza. É um milagre que tenhamos todas as fotos da sessão. Eu estava verdadeiramente hipnotizado.