[EVENTOS] Homens proibidos de fazer cosplay feminino na Comic Con de Tokyo? (ou copiar e colar é do que a internet é feita)

alice-haoge-01Novo dia, nova polêmica. A essa altura você já deve ter lido que a Comic Con de Tokyo divulgou em seu site uma lista sobre restrições aos cosplays no evento: não pode cosplay de uniformes militares reais, não pode cosplay mostrando muita pele, não pode tirar foto de um cosplayer sem a permissão dele, se você for homem não pode fazer cosplay de personagens femininos (especificamente homens, mulher vestida de homem pode). Coisas básicas assim, sabe?

… espera, o quê?!

Japoneses são bastante conservadores, apesar do que vemos nos animes (ou talvez justamente por causa disso, já que animes são meio que uma válvula de escape para a sociedade). Mas, mesmo assim, isso parece meio gratuito, não?

Na verdade nem é coisa da TKCC (eu inventei a abreviação agora). Em eventos de cultura pop no Japão isso é relativamente comum conforme a fonte original da noticia, a Anime News Network, divulgou.

Como a internet é a internet, especialistas em cultura japonesa começaram a brotar em todas as sessões de comentários do mundo explicando porque algo tão extremo de um país que é conhecido pelas pessoas ficarem na delas. Todo mundo tinha uma opinião, mas ninguém sabia dizer o porquê disso EXATAMENTE.

Só que tirando copiar e colar a noticia da ANN, ninguém parece ter ido atrás da questão realmente importante aqui. Vocês não acham isso decepcionante? Eu acho.

08c08f5c031d3a93677c1759ef6cbb2fMAS SÉRIO, POR QUE ISSO?

Bem, ao contrário do que as sessões de comentários no mundo todo vomitaram, a resposta é muito menos a respeito de transfobia, duplos padrões, medieval e bolsonarismo do que você poderia imaginar. Não é porque os japoneses odeiam transexuais (embora não necessariamente amem), ou porque acham que família é nii-san com nee-chan ou alguma patuscada retardada assim. Nada disso.

O que rola é que a direção do evento queria impedir otakus safados vestidos de mulher andando pelos vestiários e trocadores femininos. Só isso. Essa discussão já é um problema bastante antigo no Japão, na verdade, mas veio a tona porque a Comic Con é… bem, é a Comic Con, né?

E como mulheres se esgueirando em vestiários masculinos para molestar de qualquer forma os homens não é um problema recorrente, é POR ISSO que o impedimento seria apenas para caras se vestindo de mulher.

Simples, mas postar isso não gera tantos cliques assim, né?

tumblr_mejlia5zei1rl4nlno1_500

Crossplayer Nonomi como Byakuren Hijiri

Mas aí você pode estar se perguntando: “Ué, se o objetivo é esse, eu duvido que não tenha um meio melhor de fazer isso!”. De fato, tem. Tanto é que a direção do evento mudou a política sobre esse assunto:

【女装につきまして】
委員会で協議いたしました結果、女装禁止を解除させていただく運びとなりました。
なお、禁止解除に伴いまして、当日のコスプレ登録証の発行を男女色別に設定させていただきます。
トイレ、更衣室の入り口でコスプレ登録証を確認させていだくことがございますので、必ず登録証の携帯をお願い致します。
何卒、ご理解ご協力のほど宜しくお願い申し上げます。

Faz muito mais sentido agora, né?

Bem, o que a versão atualizada da página da TKCC diz, mais ou menos, é o seguinte:

[A respeito de cosplays]

O comitê do evento foi consultado a respeito desta politica, e estamos felizes em anunciar que estamos cancelando o banimento  do crossplay [N.T.: crossplay é o termo que se usa quando um cosplayer se veste como personagem do outro sexo].

Incidentalmente, junto com o cancelamento da banimento, vamos distribuir insignias de registração por cor para cada gênero especifico. Pedimos que os atendentes confirmem o registro do seu sexo nas entradas de banheiros, trocadores, vestiários e áreas similares.

Agradecemos por sua compreensão e cooperação.

Então nada temam, vai ter Ruka Urushibara sim, e se reclamar muito vai ter Haku! E toda confusão aconteceu não porque japoneses espumam de ódio em defesa família tradicional nihonga, mas porque, infelizmente, homens são homens em qualquer lugar do mundo.