[DIA DAS MÃES] Exemplos de mães a serem seguidos (ou não)!

Ah, o dia das mães! Uma data tão especial. Momento de enaltecer ainda mais nossas queridas progenitoras. A maioria das mães cuidam, protegem, ensinam, amam os seus filhos, independente de todos os problemas. Mas há aquela pequena parcela de mães que não cumprem muito bem o “papel”. Nesse post, queria homenagear todas as nossas incríveis mamães, mesmo que algumas das mães apresentadas aqui sejam uma péssima influência para as suas crianças:

Lagertha (Vikings)

A guerreira nórdica, mãe de Bjorn Ironside, e ex-esposa de Ragnar Lothbrok. Rainha de Kattegat, uma mãe que luta em invasões à Wessex e na Frância, uma verdadeira viking (que tortura invasores, assando-os no rolete).

Sarah Connor (Exterminador do Futuro 2)

Mãe de John Connor, que no futuro será o líder da resistência humana na guerra contra as máquinas.

Considerada louca, uma guerreira que luta contra T-800 e depois contra T-1000, tentando salvar o mundo do domínio da Skynet.

Marge Simpson (Os Simpsons)

Marge cuida do filho endiabrado, do bebê e da filha ao mesmo tempo, enquanto deixa a casa impecável, e ainda demonstra amor pelo embriagado marido. Ela sempre tem uma palavra compreensiva, mesmo nos momentos mais difíceis (apesar de ter seus ataques de loucura).

Mama Fratelli (Os Goonies)

Mãe de Francis, Jake e do grande Slot. Chefe da família criminosa Os Fratelli, que adora servir um prato delicioso de língua. Ela entregaria qualquer um dos filhos para se livrar da cadeia.

Evelyn Harper (Two and a Half Men)

Aproveitadora, a gananciosa mãe de Charlie e Alan está longe de ser a mais carinhosa do mundo, com um azar em relação a casamentos que terminam em falecimentos.

Norma Bates (Bates Motel)

A mãe de Norman é possessiva, possui uma relação doentia com o filho, não deixando ele se relacionar com garotas. E, bem, todo mundo sabe o que acontece no final.

Beatrix Kiddo (Kill Bill)

Também conhecida como Mamba Negra, teve sua filha arrancada de seus braços. Pensando que a garota estava morta, ela parte em busca de vingança, destroçando todas as suas companheiras da antiga gangue de assassinas.

Dona Florinda (Chaves)

A mamãezinha querida, que cuida com carinho extremo do Tesouro, e sempre é enrolada pelo Professor Girafales. Conhecida como espancadora de Madrugas.

Gemma (Sons of Anarchy)

A matriarca dos Teller é sinônimo de um amor incondicional, que ultrapassa todos os limites aceitáveis, a mãe que faz tudo, absolutamente tudo (até assassinar a própria nora). Gemma ambicionava exercer poder sobre todos os aspectos da vida do filho e da gangue de motoqueiros em Charming. Gemma é um exemplo de inconsequência, obsessão e influência em nome do seu amor.

Cersei Lannister (Game of Thrones)

Apesar de dizer que tudo o que fazia era visando o bem dos seus três filhos, até mesmo envenená-los, apenas para que não sofressem uma morte violenta e dolorosa (devo lembra-los que os três já se encontram a sete palmos da terra), a rainha de Westeros, não é um exemplo de mãe a ser seguido. Ela dorme com o irmão gêmeo, que é pai de seus filhos, é a culpada da morte do marido, e manipula todos, além de ser orgulhosa e ambiciosa. (Shame on you, Cersei, SHAME ON YOU!).

Molly Weasley (Harry Potter)

Não mede esforços na hora de proteger e de dar bronca nos sete filhos (Gui, Carlinhos, Percy, Fred, Jorge, Rony e Gina). Além de cuidar de Harry como se ele fosse da família. E ainda faz os melhores presentes de Natal.

Menções honrosas:

Catelyn Stark (Game of Thrones) – Lady Coração de Pedra.

Rochelle (Todo Mundo Odeio o Chris) – (Traduzindo ela é doida)

Daenerys Targaryen (Game of Thrones) –  Mãe de dragões, a mhysa dos escravos.

Feliz Dia das Mamães!

Deixe uma resposta