[CURIOSIDADES] “Os Sete Monstrinhos” e o Holocausto

os sete monstrinhos

Tenho que confessar que essa teoria destruidora de infância foi uma das que mais mexeu comigo. Além de tratar de um desenho que eu era viciada quando criança, ainda envolve um assunto muito delicado: nazismo. Ou melhor dizendo, as trágicas façanhas dos nazistas.

Pra quem não lembra muito bem do desenho, Os Sete Monstrinhos era um desenho que passava na TV Cultura, de 2000 até meados de 2003. Não me recordo muito bem dos horários, mas lembro exatamente da vinheta, que consigo cantar acompanhando até hoje!

A animação era sobre sete monstros avá, enumerados de 1 a 7, moradores na rua dos Castanheiros, nº 1234567, nas proximidades de um vilarejo medieval, e que passavam todo o tempo todo sob os cuidados da mãe. Cada um dos sete irmãos tem diferentes feições monstruosas e divertidas personalidades.

os sete monstrinhos número 7E então a teoria começa. Ela baseia-se na ideia de que os monstrinhos eram, na verdade, personificações de como os nazistas arianos viam os judeus:

  • Narizes grandes;
  • Feições monstruosas;
  • Ligação com o campo.

Vale ainda ressaltar que frequentemente os monstros eram atacados pelos moradores próximos, devido as suas características. Sem contar nessa roupa do Número 7 que é idêntico ao uniforme utilizado pelos judeus em campos de concentração.

E falando em campo de concentração, os monstrinhos dormiam no porão, e ainda têm suas vestimentas enumeradas. Preciso falar mais alguma coisa?

Na verdade, preciso sim. O desenho é baseado no livro homônimo de Maurice Sendak, um judeu-polonês que teve grande parte de sua família morta durante o Holocausto.

Triste né?

Acha que é real? Conhece outra teoria? Comente e compartilhe com a gente! E até a próxima sessão “Destruindo a sua Infância“.

Agradecimentos especiais à amiga e leitora Mayara Severiano, quem me apresentou a teoria. 

6 thoughts on “[CURIOSIDADES] “Os Sete Monstrinhos” e o Holocausto

  1. Achei esse assunto sem criatividade alguma, apenas palavras jogadas… sem se basear em nada, vamos lá… até onde sei sótão não é porão, origem de nascimento não significa nascimento, o autor é nascido em Nova Iorque, EUA. E sobre o uniforme do 7, na historia dos prisioneiros, temos varias formas, linhas horizontais e também verticais, diversas cores… verde, azul, cinza e outras… Ninguém e obrigado a compartilhar dos mesmos gostos, mais denegrir algo por mero racismo ideológico é pura falta de leitura ou conhecimento histórico. Vamos ler mais.

  2. Caros leitores a questão aqui não é realmente julgamos as mensagens subliminares do desenho, pois literalmente 98% de todos os desenhos tem coisas “Inapropriadas”, no entanto basta nos perguntamos: “Qual foi a influência para minha vida?”, e sendo uma pessoa inteligente por que não buscar os “Bons Frutos” e separa-los; pois querendo ou não eles criaram e transformaram a pessoa e o caráter que você se apresenta e vive nos dias atuais…

    • Concordo contigo, Paulo. Também é importante retirar boas lições das obras, não importa de qual gênero ou para qual idade elas foram criadas.

      Esta interpretação de Os Sete Monstrinhos é só uma das possíveis, mas não a única. Sempre dá pra enxergar algo positivo, mesmo que a história tenha aspectos negativos. O importante é mantermos nossa mente aberta para enxergar além do que está sendo mostrado.

      Obrigado pelo comentário, Paulo. 🙂

Comments are closed.