[CURIOSIDADES] 6 Lições de Vida bem Cruéis ensinadas pela Pixar

pixarPara os poucos que me acompanham, sabem que frequentemente eu posto teorias destruidoras de infância, porém nessa semana não foi possível. Mas nem por isso suas infâncias estarão a salvo!

Quando crianças, nossos pais tentam ao máximo proteger nossa inocência, omitindo e mentindo sobre vários fatos que mostram o quão cruel o mundo pode ser. Mal sabiam eles que as verdades sórdidas do mundo seriam expostas para as crianças por nada menos que a Pixar – uma grande produtora de animações infantis (mas que os adultos também amam).

Para entenderem melhor o motivo disso tudo, confiram a seguir as lições cruéis que algumas das produções da Pixar plantaram em nossos subconscientes:

Toy Story e a compreensão de nossas insignificâncias

Quem assistiu a qualquer um dos filmes, está familiarizado com o personagem Buzz Lightyear, que acaba se tornando um dos melhores amigos de Woody.

Mas antes dessa intensa amizade dos dois, houve uma rincha entre eles, uma vez que Woody fora substituído por Buzz, que por sua vez acreditava que tinham vindo à Terra para derrotar seu arqui-inimigo Zurg.

Essa sua certeza de como era importante só foi derrubada quando ele próprio caiu do segundo andar e percebeu que era realmente apenas um brinquedo. Sem nenhuma missão especial. Sem nenhum sentido para sua existência. Toda a sua “vida” até então era baseada em uma ilusão.toy story

E de fato, todas essas concepções de Buzz foram escondidas pelos nossos pais. Quantos de nós não ouvimos que éramos especiais e incríveis? O choque de realidade de Buzz ao cair da escada não é nada mais que uma criança se deparando com o mundo como ele realmente é.

Além disso, o desenho também nos lembra que podemos ser substituídos a qualquer momento, e nem sempre por pessoas melhores. Independente de como e quanto amamos alguém, sempre existirá a possibilidade de que encontrem pessoas mais interessantes, e simplesmente nos descartem.

Procurando Nemo e a hostilidade

O que dizer de um desenho que mostra um peixe vendo sua parceira e seus filhos serem devorados por um peixe maior, sem que possa fazer nada?procurando nemo

Pois é, acho que vocês já entendem o porquê da hostilidade.

Além de mostrar o como a vida está sujeita a diversos acontecimentos ruins conosco e com nossos familiares, a animação ainda coloca em questão a imprevisibilidade e certeza da morte.

Vida de Inseto e a injustiça

Sabe aquele valentão que apavora todos os fracos e indefesos no clube, na escola ou no trabalho? Então, você não vai conseguir derrubá-lo. Ao menos não sozinho.vida de inseto

No filme isso é bem explicado quando Flik confronta o gafanhoto mor. O resultado é que e ele sai completamente machucado. As outras formigas até se uniram para tentar salvá-lo, porém ele só sobreviveu pelo fato do gafanhoto ter sido devorado por um pássaro.

Up e o perigo da idolatria

Carl e sua esposa sempre foram fãs do pesquisador Charles Muntz.

Quando Carl, após o falecimento de Ellie, encontra Muntz pessoalmente, este simplesmente tenta assassiná-lo.up

Com isso fica o fato de que não importa quem seja, o quão grande possa ser nossa fascinação por alguém, esta pessoa pode nos fazer mal. E devemos reconhecer isso.

Ratatouille e as pessoas que tiram proveito de outras

Bem, nesta produção, Linguini leva toda a fama pelas habilidades de Remy. Por mais que no filme essa apropriação pareça engraçada, na vida real não é. E infelizmente acontece diariamente.ratatouille

Quanto mais tivermos a oferecer, maiores as probabilidades de aparecerem pessoas querendo tirar proveito disso.

E isso não ocorre somente em relações profissionais. Por vezes também acontece em amizades ou até mesmo em casamentos. E a única coisa que nos resta é tentarmos nos defender.

Monstros S/A e a conclusão de que as vezes você não é bom o suficiente

Nesta animação temos Mike Wazowski, um monstro que passa grande parte de sua vida tentando ser assustador. Ele realmente estuda, trabalha e se esforça para aumentar seu potencial, mas isso simplesmente não acontece.

Mike até consegue entrar na sua empresa dos sonhos, porém seu auge profissional é sendo apenas o assistente de Sulley.

Ou seja, não importa o quanto a gente tente, existem coisas que simplesmente não irão acontecer. Podemos não alcançar aquele vaga simplesmente por não levarmos jeito para a coisa, e devemos aceitar, e nos focarmos no que realmente somos bons o suficiente!mostros s.a

Contra fatos não há argumentos! É evidente que todas essas lições são realmente passadas pelos desenhos, mesmo que de maneira mais sutil. E isso é bom. Não querendo destruir a ingenuidade das crianças, mas sinceramente, um pouco de noção do que elas podem encontrar no mundo não fará mal. E passar esses ensinamentos por meio de animações é uma das melhores formas de se fazer isso.

Mas e você, notou mais alguma lição cruel passada por algum desenho? Comente e quem sabe você não me ajuda a fazer uma segunda edição?!

Via: Ovelhas Voadoras