[CURIOSIDADES] 5 Teorias Prováveis sobre o Fim do Mundo

fim do mundo

Assim como as teorias sobre o início da vida, as teorias apocalípticas também chamam muita atenção. Rodeiam por meio de notícias, documentários, e em diversas vezes pela ficcção científica. Eu mesma, com apenas 19 anos já sobrevivi a pelo menos tês finais do mundo (ao “Bug do Milênio”, ao acelerador de partículas LHC da Suíça, e ao famigerado 21/12/2012).

As teorias são diversas, e por vezes, sem cabimento algum, mas que dão ótimas ideias para filmes e livros, tenho que confessar. Mas dentro dessa diversidade de hipóteses, algumas são bem prováveis. Como por exemplo, a da colisão com asteroides.

asteroide Asteroides são corpos rochosos que vagam pelo universo, de origem desconhecida, com diversos tamanhos, e em grande quantidade. É fato que caso um corpo desses entrasse em colisão com a Terra, causaria grandes estragos. A parte boa é que 96% dos gigantes (que obviamente causariam mais estragos) são conhecidos e fáceis de serem localizados. A notícia ruim é que não conseguimos captar a órbita da maioria dos outros. Asteroides com mais de 140 metros de diâmetros não são tão fáceis de localizar, e acredita-se que sejam 25 vezes mais numerosos que os gigantes (que possuem um quilômetro de diâmetro, ou mais).

Mas o que aconteceria com a Terra numa dessas colisões? Bem, as consequências variariam entre extinção (que nem a dos dinossauros), resfriamento global, e dependendo da magnititude da colisão, a poeira levantada pode até impedir que a luz solar chegue à superfície.

O Discovery Channel fez um vídeo ilustrando o que aconteceria caso um asteroide gigante atingisse a Terra. O resultado disso você pode conferir no vídeo a baixo.

E já que citamos o resfriamento global, então é interessante ressaltar resfriamento globalque também se trata de uma teoria apocalíptica. O resfriamento global ocorre quando os raios solares são interceptados, fazendo com que não cheguem com a mesma intensidade na superfície terrestre. Essa interrupção pode ser por poeira levantada após uma colisão, nebulosidade causada por vulcanismo intenso, mudanças na composição gasosa da atmosfera, entre outras possíveis causas.

Na última Era Glacial, que ocorreu há cerca de 60 milhões de anos, estima-se que as temperaturas chegaram a 50ºC negativos em grande parte do planeta, que por alguns milhões de anos, ficou coberto de gelo e neve.

Mas se o mundo poderia acabar por ausência dos raios solares, o que aconteceria se houvesse uma taxa elevada de raios? Mais uma teoria apocalíptica!  A intensidade dos raios solares pode aumentar por erupções ou explosão solar.

explosão solar Durante o período de máxima do Sol, ele passa por uma intensa atividade magnética, que aumenta seu número de manchas solares, luz irradiada e raios UV. As estruturas magnéticas na corona do Sol perdem a estabilidade mais facilmente e levam a formação de eventos conhecidos como ejeção de massa coronal (EMC). Se uma EMC de proporções catastróficas ocorrer tendo a Terra em seu caminho os aparelhos eletrônicos podem sofrer impactos, como curto-circuitos. Mas esse não é um processo que ocorre de um dia para o outro, e pode ser calculado com precisão, dando tempo suficiente para que possamos nos prevenir quanto a isso.

A questão maior é a explosão solar. Sabemos que o Sol é uma estrela, e sabemos que estrelas morrem. A data prevista para a morte do Sol é em torno de 7 500 000 000.

O processo provavelmente ocorrerá da seguinte forma: devido ao rareamento de hidrogênio no Sol, ele terá que começar a queimar hidrogênio de fora do núcleo, além de consumir o que resta de sua combustão, os átomos de hélio. Assim, a pressão de dentro para fora será tão grande que obrigará a estrela a se expandir, crescendo até ocupar as órbitas de Mercúrio, Vênus, e da Terra.

Mesmo que isso não chegue a acontecer, a essa altura as temperaturas já estarão absurdamente altas, e terão extinto qualquer forma de vida.

E falando em explosão, por que não citar a teoria da Guerra Nuclear?guerra nuclear

Não há muito para explicar. Seria basicamente uma guerra baseada em armar nucleares que provavelmente destruiria o planeta.

Já foram utilizadas armas nucleares em combate, durante a Segunda Guerra Mundial, nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, e o resultado definitivamente não foi bonito.

E não somente armas nucleares podem dizimar a população. Outras armas bem temidas e que poderiam dizimar a população mundial, são as armas biológicas.

pandemiaAlém dos vírus que surgem naturalmente nos ecossistemas, existem ainda a ameaça dos produzidos em laboratório. Esses vírus podem escapar dos seus meios de criação, ou simplesmente serem lançados intencionalmente, caracterizando assim uma pandemia generalizada (quem sabe até um apocalipse zumbi). A comida seria racionalizada, segurança e higiene seriam escassos, e ainda contamos com a possibilidade de não encontrarem uma cura a tempo suficiente.

Independente da teoria citada, aparentemente o apocalipse não será tão breve, então por enquanto não há motivos para temer. Mas isso não nos impede de tentar evitar. É um fato que estamos destruindo cada vez mais o planeta, e pode ser que nós mesmos acabemos com o mundo antes que qualquer uma dessas teorias se concretize.