[CRITICA] O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA 2: a ameaça de electro

fantastico-homem-aranha2_poster

Uma coisa que eu realmente tenho dificuldade de entender são os heróis trágicos. Sabe aquele herói foda mas amargurado por alguma coisa de seu passado ou mesmo do seu presente que ele não pode mudar? Tipo o Cloud Strife, o Batman, o Shinji Ikari. o Zero (da série Megaman).

Quer dizer, eu entendo a dor. Você perdeu alguém, cometeu um erro que não pode ser revertido (ou uma combinação dos dois anteriores) ou ainda tudo que você sabia sobre você mesmo é uma mentira. Todas essas são coisas terríveis e dolorosas. Muito mesmo, eu entendo.

Mas sabe o que não é terrível ou doloroso? Pilotar um robo gigante, invocar meteoros, disparar bolas de fogo das mãos, ter um sabre de energia ou ser o Batman. Eu entendo a sua dor, mas não ao ponto de você não conseguir apreciar a maravilhosidade que é a sua vida.

É por isso que o Homem Aranha é o meu herói favorito. Ele não é um herói muito forte nem mesmo genialmente esperto (quer dizer, ele é inteligente pra caralho, mas não o tipo de inteligencia que muda o destino da Terra como o Tony Stark). Mas ele tem uma característica que poucos heróis demonstram tão bem e com tanto carisma: ele AMA ser o homem-aranha.

spiderman-meme-generator-for-the-love-of-god-stop-being-such-a-faggot-0132b0

Sua vida pode ser uma merda, quase ninguém dá valor para o que você faz arriscando a sua vida, as pessoas que voce ama estão sempre em perigo, voce é mal pago pra caralho, mas na hora de colocar a mascara e salvar a cidade nada disso importa porque você é um fucking SUPER-HERÓI cara! Meu, é a coisa mais legal do mundo, não deixe que te digam o contrário mesmo que esse cara clame “ser a noite”!

Eu consigo totalmente me relacionar com o amigão da vizinhança, o cara que salva a cidade mas também salva gatinhos de uma arvore. Por que ele é o Homem Aranha.

he+was+20+in+the+90+s+...not+a+kid...you+re+argument+_5cf8de56f839bca5cd6de3b305e93de4

Por isso eu fiquei favoravelmente surpreso ao ver que nesta segunda produção do reboot da Sony o filme vai em direção a um herói mais focado nas origens de Stan Lee (que teve a melhor participação em filme de super-heróis até agora).

Em tempos que ser Dragon Ball Z (né seu, Superhomão?) e todo mundo tem que salvar o mundo de alguma maneira o tempo todo é redentor ver uma história sobre heróis e vilões que não tenta ser um novo Vingadores essa escolha narrativa é muito bem vinda. Sobretudo para este superherói.

E se o foco do filme é correto a atuação do Andrew Garfield não podia ser melhor ainda. Não, ele não é o Sheldon Cooper como muita gente acha que o Peter Parker tem que ser. O Homem-Aranha é um cara como a gente que faz o que pode com os poderes que tem (que em termos superheroisticos nem é tanta coisa assim).

3527371-0970120626-meme_

O cabeça-de-teia é divertido, carismático e consegue ser genuinamente engraçado como nós esperamos que o Homem-Aranha seja (“Em nome das pessoas desta cidade e dos rinocerontes de verdade”). É um humor que entra de forma orgânica na narrativa, sem soar forçado ou apostar em piadinhas óbvias.

A cena de ação que abre o filme dá um show mostrando ao mesmo tempo a ação (obviamente), mas também a personalidade, as habilidades e os valores do escalador de paredes. Então, é… eu vou ter que dizer isso. Sei que muitos não vão concordar ou rolar em desespero, mas não tem como esconder que neste filme o Garfield foi o melhor Peter Parker que eu já vi.

Cara, nesse filme pudemos ver o Peter Parker consertando seu lança-teias quebrado, pensando em estratégia para derrotar o electro, fazendo suas clássicas anedotas enquanto pega os bandidos, o que mais alguém pode querer?

spiderman-meme

E não é só com o Peter que esse efeito se repete:a Gwen Stacy não só não deixa nenhuma saudade da Kirsten Duns. Deus eu não acredito que estou escrevendo isso, mas é verdade. A Emma Stone está fantástica e adoravel no papel, ela faz um excelente par com Peter e os dois realmente parecem um casal de verdade quando entendimento, conversam, brincam e se divertem juntos.  Não é que nem umas certas Maria-Radiação por aí que gostam do cara só depois que ele ganha superpoderes…

i-play-spidermans-girlfriend

O terceiro arco bem acertado dessa roda é Harry Osborn: ele é exatamente o que um vilão precisa ser. Ele tem um visual distinto (goste você ou não, é  inegavel que é marcante), uma personalidade única e uma motivação bastante razoavel. A relação dele com Peter faz também muito mais sentido (eles foram amigos de infancia dos tempos que o pai do Peter trabalhava na Oscorp e nunca mais se viram desde então) e eles se dão muito bem. Não é genial, ele não faz nenhum monologo sobre lágrimas na chuva, mas ainda sim é anos-luz a frente do Harry Osborn de Sam Raimi.

harry-osborn-thumbCerto, talvez o cabelo do Harry Osborn não tenha sido a coisa mais incrível do mundo mas olha o original. Não é exatamente um padrão muito alto de exigencia né…

E se o filme acerta em expandir os personagens do modo certo, também acerta quando faz economia. Electro é uma força da natureza, um vilão pirado com bons cameos e uma atuação inspiradissima do Jamie Foxx nas raras vezes que lhe deram a chance. Tá bom, não precisa mais do que isso mesmo para o proposito dele no filme.

Em essencia e espirito ao que o Homem-Aranha deve ser o filme é nota 10. Sem sombra de dúvida.

the-amazing-spider-man-2-jamie-foxxEu queria ganhar um real por cada piadinha racista que eu li na internet quando anunciaram que o Electro seria negro…

Quanto a sua execução… aqui temos alguns tropeços bem palpaveis.

Verdade seja dita, o Homem-Aranha sempre foi incrível quando ele é o Homem-Aranha imaginado por Stan Lee. O problema é quando tentam levar o personagem mais a fundo, e aí o angu encaroça – como exemplo clássico mestre eu posso citar a saga do Clone, por exemplo. E com o filme não é diferente.

Enquanto tudo é diversão e flores com o Homem-Aranha sendo ele mesmo, quando a trama tenta se aprofundar ela empaca. O arco sobre os pais do Peter come um tempo tedioso enorme (inclusive da abertura) e não leva absolutamente a lugar nenhum. Na verdade não faria falta alguma se não existisse. Pior que isso, ela só serve para tirar força do personagem.

petercostumeVerdade seja dita, pelo menos terminou a putaria de “oi, sou o homem aranha e vou te ajudar a atravessar a rua – tira a mascara”

Peter Parker não precisa ser um “escolhido” para ser especial, a grande marca do herói é justamente que não foi sequer o fato de ter poderes (e certamente muito menos ele ser o Harry Potter) que transformou ele em super-herói mas sim a sua noção de responsabilidade. “Grandes poderes trazem grandes responsabilidades”.

Tá, eu sei que é assim nos quadrinhos também, mas na boa, o personagem só perde com isso.

GS_gwen_snapOps, spoilers… porque você não teve apenas 41 anos para ler essa história, claro.

Outro problema, e esse é um bem grave, é que única cena de ação realmente fraca do filme é justamente a principal. A luta com o Duende é fraca e o desfecho com a Gwen (você sabe do que eu estou falando) é decepcionante. O que é duplamente decepcionante, porque o filme construiu muito bem os personagens para chegar até um dos momentos mais importantes da história do personagem para deixar cair a bola.

O filme também tem outros problemas menores que também denotam a falta de uma direção melhorzinha, NESSE aspecto deu sim pra sentir falta do Sam Raimi. O filme tem pelo menos três cenas com “doutores explicadores” (que é quando o roteiro admite que falhou em se fazer entender pelo publico e alguem vem para esfregar isso na cara), a necessidade participação da Gwen na batalha final é completamente estúpida (a menos que ela seja a única pessoa na cidade inteira que saiba ler “MASTER RESET” escrito em AMARELO GRITANTE), e as frases de efeito soam tão falsas e deslocadas que chegam a doer.

Ford-SYNC-master-reset-620x350Porque Gwen Stacy é a única pessoa na CIDADE INTEIRA que saberia usar o equipamento acima

De modo geral eu gostei muito do filme. Apesar dos tropeços e de exigir boa vontade em certos momentos (uma revisãozinha no roteiro teria feito maravilhas, apenas dizendo) o filme tem conceitos muito bem inspirados para os personagens (o semi-bullet time para representar o sentido de aranha ficou muito bom), boas cenas de ação, o tema da esperança que os heróis devem trazer as pessoas e a diferença que eles fazem na vida dela é executado com muita elegancia e as melhores e mais carismáticas representações dos personagens até agora.

E se a a abertura com os pais do Peter é uma encheção de linguiça que não leva a lugar nenhum, o desfecho com o Rhino é um show a parte.

tumblr_lp6mfaEXC71qgmo67o1_500

A discussão que realmente cabe a se fazer é se esse é o melhor filme do Homem-Aranha já feito, e colocar a pauta neste nível não é pouca merda. E pessoalmente eu diria que sim (o que é um alivio porque depois de Thor 2 e Capitão América 2 eu já estava ficando preocupado com os filmes solo de Super Herói, mesmo sabendo que esse não é da Marvel).

Pra você ver como eu gostei do filme, nem fiz piada com o fato que o filme do Homem-Aranha ter sido dirigido por um cara chamado Webb…

One thought on “[CRITICA] O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA 2: a ameaça de electro

  1. cara esse filme eh mais sem graca do que nem seio o que compara ehuaiheuaea,nossa tem muita coisa nonsense nesse filme,Harry eh muito burro,o cara demora 2 ano pa descobri q o peter eh o home arranha,sendo que o pai do peter desenvolveu as arranha >.<,fora q o cara sabe menos q a secretaria que ta mais por dentro dos assuntos secretos da empresa do que o presidente o.O…na verdade a unica coisa q gostei desse filme de verdade foi a cena da Gwen morrendo,melhor morte do cinema btw. =D

Comments are closed.