[CINEMA] Jurassic World: diretor revela mais detalhes sobre a trama

Jurassic-World-Island

Depois dos rumores que circularam semana passada gerarem algumas críticas por conta de determinados detalhes da trama do novo filme da franquia Jurassic Park, o diretor Colin Trevorrow cedeu uma entrevista ao site /Film esclarecendo alguns detalhes sobre Jurassic World.

Seguem abaixo os mais relevantes:

“Jurassic World ambienta-se num parque inteiramente funcional na Ilha Nublar. Ele recebe mais de 20.000 visitantes todos os dias. Você chega até ele em uma balsa vinda de Costa Rica. Há elementos de preservação biológica, um safari, um zoológico, e um parque temático. Há luxuosos resorts com hotéis, restaurantes, vida noturna e um campo de golfe. E tem os dinossauros. Dinossauros reais. Você pode se aproximar deles como jamais imaginou que fosse possível. É a realização do sonho de John Hammond, e acho que você gostaria de ir até lá.”

Trevorrow reforçou que a trama do filme ocorre 22 anos depois dos eventos do primeiro Jurassic Park, e que o novo filme tentou incorporar dois temas importantes à trama: ganância econômica e a relação da humanidade com a tecnologia moderna.

“Nosso relacionamento com a tecnologia tornou-se muito atrelado às nossas vidas diárias. Ficamos entorpecidos com os milagres científicos em torno de nós. Tomamos tudo como certo… O que aconteceria se, apesar dos desastres anteriores, eles construíssem uma nova reserva biológica onde você pode ver dinossauros andarem pela terra… e se as pessoas já estivessem acostumadas com isto? Imaginamos um adolescente mandando uma mensagem de texto pra sua namorada com uma foto dele com um T-Rex ao fundo, atrás de um vidro de proteção. Para nós, esta imagem capturou a forma como a audiência sente-se com relação aos filmes. ‘Já vimos dinossauros em computação gráfica. O que mais vocês têm?’ Ano que vêm vocês verão nossa resposta.”

Sobre existirem dinossauros “bonzinhos” no filme, o diretor disse o seguinte:

“Não existem dinossauros bons ou maus. Existem predadores e presas. O T-Rex de Jurassic Park tirou vidas humanas, e as salvou. Ninguém o interpretou como bom ou mau. Este filme é sobre nosso relacionamento com animais, sobre como reagimos à ameaça que representam para o nosso domínio sobre a terra como uma espécie. Nós os caçamos, os prendemos em zoológicos, os admiramos de longe e tentamos garantir o controle sobre eles. O personagem de Chris Pratt está realizando pesquisas comportamentais com os raptors. Eles não são treinados, não podem fazer truques. Ele só está tentando entender os limites do relacionamento entre estas criaturas muito inteligentes e os seres humanos.”

E confirmou que o filme apresentará uma nova espécie:

“Terá um novo dinossauro criado pelos geneticistas do parque. As lacunas em sua sequência serão preenchidas com o DNA de outras espécies, semelhante ao que fizeram no primeiro filme, completando o genoma com DNA de rãs. Esta criação existe para realizar uma ordem corporativo – eles queriam algo maior, mais barulhento, com mais dentes. E é isto que eles ganham.”

Jurassic World estréia nos EUA dia 12 de junho de 2015.

One thought on “[CINEMA] Jurassic World: diretor revela mais detalhes sobre a trama

Comments are closed.