[CINEMA] Forrest Gump: algumas razões para achá-lo um filme muito ruim

forrest-gump-is-awful

(texto original de Ariane Lange, traduzido e livremente adaptado por Raquel Pinheiro)

20 anos atrás era lançado o famosíssimo filme Forrest Gump. Havendo ganhado seis prêmios pelo Academic Awards, incluindo o de melhor fotografia, Forrest Gump foi, indiscutivelmente, um sucesso. “Que filme fantástico”, declarou Robert Zemeckis, “uma história humana, positivista e cheia de esperanças”, completou o diretor, quando indagado acerca da película. Mas, na verdade, Forrest Gump é um filme pateticamente ruim. Aqui vão algumas razões que comprovam isso:

1 – Em Forrest Gump, pessoas legais não são pessoas de verdade

forrest-gump-is-awful-1

Forrest é um cara legal. Na verdade, eu diria que Forrest é O cara legal. Dono de um caráter ilibado, Forrest jamais perde a paciência ou age com esperteza com as outras pessoas. Nem mesmo durante a guerra, correndo risco de vida, Forrest perdeu seu jeito calmo e pacífico. Mas… Isso não é exatamente bom se o que resta é um ser humano que jamais reage a coisa alguma…. No fim das contas, Forrest é tão expressivo quanto uma geladeira Prosdócimo bege (sem ímãs).

2 – Por ser símbolo de inocência, Forrest não consegue fazer nada

forrest-gump-is-awful-2

A passividade de Forrest Gump dá raiva… Apesar das muitíssimas coisas que acontecem em sua vida, é incrível notar que todas elas acontecem por acidente. Forrest é inscrito no time de futebol por acidente, acaba indo parar na guerra por acidente, salva vários companheiros de batalha enquanto procurava um amigo (ou seja, por acidente), é alvejado por um tiro que por sorte pega em sua bunda. Sem querer, também, Forrest acaba sendo descoberto como prodígio do Ping Pong. Acredito que tenhamos razões o bastante para dizer que, até para ficar com a Jenny (amor de sua vida e sua amiga de infância), Forrest contou com a sorte… Deve ter sido acidental. Não à toa, vários desconhecidos lhe perguntam se ele é idiota.

3 – Com persistência você pode convencer as pessoas… a te amarem?

forrest-gump-is-awful-4

Forrest tem uma amiguinha VADIA. #prontofalei Forrest é apaixonado por sua amiga de infância Jenny durante toda a sua vida. Mas Jenny pouco sabe retribuir… Ora, ninguém é obrigado a gostar de ninguém. Mas como se não bastasse Jenny guardar Forrest na Friendzone por toda uma vida, ela ainda dorme com todo mundo a sua volta (amigos, desconhecidos, militares, hippies, políticos, ativistas, black panthers, bêbados, loucos, veteranos de guerra) mas não dá chances ao pobre (e tapado) Forrest. Mas nada o faz desistir. Mesmo depois de ter suas esperanças mais pisadas que um tapete de sinagoga, Gump persiste: “Por que você não me ama, Jenny? Eu não sou inteligente, mas eu sei o que é o amor.” Excelente argumento, Forrest… #NOT

4 – Os pensamentos de Forrest não têm importância

forrest-gump-is-awful-5

Como protesto à Guerra do Vietnã, Forrest decide falar sobre o conflito, mas naquele que seria o único momento em que poderíamos contemplar uma visão intelectualmente desenvolvida de nosso protagonista, o microfone pára de funcionar… E nada do que ele diz é ouvido. Talvez não fosse importante mesmo…

5 – Pessoas com convicções políticas não podem ser boa coisa

forrest-gump-is-awful-7

Então, Forrest não tem ideologia alguma: Em um seguimento do filme, Forrest decide correr por todo o país, sem haver para isso uma razão real de fato. Quando perguntado a respeito de suas não-convicções que o levam a fazer a corrida, Gump declara: “Vocês não podem acreditar que eu simplesmente estou correndo sem nenhuma razão específica?” Sim, é isso mesmo: Forrest é incapaz de abraçar qualquer ideologia porque ideologias pertencem a pessoas que fazem guerras e matam criancinhas.

6 – Você só é racista quando tiver a intenção de sê-lo

forrest-gump-is-awful-8

O filme se inicia com Forrest Gump sentado num banco de praça, onde, a seu lado, está uma mulher negra, desconhecida de Forrest e claramente muito pouco interessada na história de vida de Gump. Mas ele decide começar a contá-la assim mesmo: “Quando eu nasci, minha mãe me deu o nome de um herói da guerra civil, Nathan Fordbed Forrest. De acordo com ela, Fordbed fazia parte de um clube chamado Ku Klux Klan.” Provavelmente a atriz negra não foi escalada por acaso. Tendo feito declaração sobre um facínora, cretino escravista e criminoso de Guerra, Forrest poderia estar arranjando um problema… Emitindo uma declaração racista. Mas, a atriz não se mexe… Ela enxerga em Forrest a essência da inocência e não pode ver seus comentários como algo diferente de inofensivo. Racismo: Resolvido.

Depois de analisar esses fatos, pense: Forrest era um enormessíssemo mané. E que graça tem um filme que fala de um mané? Forrest Gump, por mais premiado que tenha sido, foi um filme lamentável.

One thought on “[CINEMA] Forrest Gump: algumas razões para achá-lo um filme muito ruim

  1. Na verdade a cena do microfone, diz na verdade que não há o que falar da guerra do vietnã de tão absurda que foi, simplesmente não há o que falar, é que significa na verdade o desligamento dos microfones

Comments are closed.