CES 2013 – O que rolou?

Se você estava meio por fora nos últimos dias, ou não conseguiu acompanhar a quantidade de notícias que brotavam em todos os lugares sobre os gadgets mais inovadores, curiosos, caros e engraçados do planeta, fique tranquilo. Vamos dar uma olhada geral em tudo de mais interessante que rolou na CES deste ano. Então puxa uma cadeira, pega um copo d’água e senta que lá vem história.

A Consumer Electronics Show, ou CES para os mais íntimos, é uma feira que acontece desde 1967 e já passou por Nova York e Chicago e, desde 1978, acontece na cidade do pecado, Las Vegas. Na feira, uma quantidade enorme de empresas de tecnologia se reunem para apresentar suas novidades para o mercado de consumidores e os projetos em que estão trabalhando que serão produtos no futuro. Para qualquer um apaixonado por tecnologia, a CES sempre rende ótimas notícias e aumenta a vontade de ver todos aqueles gadgets brilhantes e caros nas lojas.

Há algum tempo, os grandes destaques têm ficado para os mercados de mobile e TVs, mas tem para todos os gostos. A CES perdeu um pouco de importância depois das gigantes de tecnologia decidirem fazer seus anúncios em eventos próprios, seguindo os passos da Apple.

Mas o que mais chamou atenção na feira?

Samsung

A grande estrela da CES prometeu mais do que cumpriu. Logo antes do início das exibições, a empresa soltou um teaser na internet prometendo revolucionar o mercado de TVs. E, claro, fomos todos com a expectativa lá em cima para as conferências da empresa, até que vimos que a revolução mesmo veio da Microsoft, tudo bem que foi durante uma conferência da Samsung, mas não tenho outro palavra para resumir a participação da sul-coreana a não ser “decepcionante”.

A Samsung se esforçou, apresentou uma televisão Ultra HD (o nome que os departamentos de marketing deram para o 4K) de 85 polegadas e design esquisito, em uma apresentação forçada pra tentar vender o produto. TVs 4K, alem de “Ultra HD”, poderiam ser chamadas de “Ultra Caras” e “Ultra Inúteis”, por enquanto. Os preços dos modelos mais básicos devem ficar por volta de uns US$ 5.000,00 e ainda não existe conteúdo disponível em 4K para ser reproduzido nelas. Negócio da China, né? Só que não.

A sul-coreana também apresentou a nova versão de seu processodador Exynos para celulares e tablets, o Exynos 5 Octa. Sim, “octa” tem a ver com oito. São 8 núcleos dentro de um processador de celular. Mas calma, os 8 não funcionam ao mesmo tempo. São 4 processadores mais potentes para tarefas pesadas e 4 processadores mais economicos para tarefas simples. A ideia é bem interessante: se você estiver com a tela apagada, ou só navegando pelo facebook, por exemplo, os processadores mais econômicos assumem e te ajudam a economizar bateria, garantindo até 70% de economia, segundo a Sammy, o que é bem fantástico, se for real. Pode esperar pra ver essa belezinha no novo Galaxy SIV, que deve ser anunciado até a metade do ano.

E, pra deixar aquele gostinho de que estamos olhando pro futuro, a empresa ainda trouxe alguns protótipos de smartphones com tela flexível. As telas maleáveis da Samsung irão se chamar Youm – ai, departamento de marketing… – e, não você não vai ver ela no seu celular por um bom tempo. Pare de sonhar. Mas você pode ver na mão de um executivo no vídeo abaixo.

TVs UHD – outras marcas

Apenas voltando rapidamente no tópico de TVs, Sony e LG se destacaram bastante com seus produtos durante a feira. A Sony investe pesado na tecnologia e garante que irá disponibilizar conteúdo da Sony Pictures no formato 4K para seus clientes em breve. A empresa exibia seus em televisores vídeos do carnaval carioca de 2012 filmados pela Rede Globo.

O 3D, tecnologia que há 2 anos recebeu a missão de salvar o mercado de TVs, morreu oficialmente, ninguém mais aposta forte nele, que tem tudo para virar o próximo Closed Caption: está em toda TV, mas ninguém usa.

Outra novidade legal também foram as TVs curvas, que prometem corrigir distorções da imagem e aumentar a sensação de imersão proporcionada pelas telas.

Câmeras

A Fujifilm mantém sua tradição de câmeras com estilo retrô nas novas X100S e X20. As câmeras tiveram seus processadores melhorados para tirarem fotos mais rápido, e com menos ruído. A lente é uma 23mm f/2.0 que garante que muita luz vai chegar ao novo sensor de 2/3″ para deixar suas fotos ótimas. Elas chegam até o fim de março por US$ 1.300 e US$ 600.

A Canon apostou em um novo formato e apresentou uma câmera mais quadrada com controles touchscreen e conectividade Wi-Fi, a PowerShot N fica um pouco esquisita na mão no começo, segundo os primeiros reviews, mas logo é possível se acostumar. Ela possui alguns filtros integrados e parece ser ótima para deixar no bolso.

Já a Polaroid tentou apostar em uma câmera com lentes intercambiáveis que roda Android 4.1, ao preço de US$ 350,00. A câmera é fabricada com materiais leves e baratos, o que não dá uma sensação muito boa e o Android roda incrivelmente lento nela e eu ainda estou tentando entender porque alguém precisa ter Bad Piggies instalado na câmera.

Celulares

Os celulares poderosos são as grandes apostas das empresas de tecnologia para o futuro e grande parte das novidades da CES vem em novos aparelhos e sistemas operacionais apresentados na feira. A RIM, empresa responsável pelo BlackBerry, mostrou seu novo sistema: o BlackBerry 10. A aposta da empresa nesse novo sistema é alta, ele irá definir o futuro do BlackBerry – e se ele terá um futuro.

O sistema é rápido e se integra com diferentes redes sociais através do que a RIM chamou de “o Hub”. O navegador é bem rápido e o teclado aprende a maneira de escrever do usuário e o ajuda a ter uma digitação mais eficiente. O evento de lançamento global dos novos aparelhos será em 30 de Janeiro e a empresa precisa muito que ele obtenha sucesso no mercado.

E pra quem acha que já temos sistemas operacionais demais nos smartphones atuais, a Canonical tem um recado: ainda há espaço pra mais um. Será? A empresa é a responsável pelo Ubuntu, a versão mais amigável do Linux para computadores e quer trazer essa experiência para o mercado de telefonia. O sistema é bem veloz e tenta trazer um novo frescor com ideias mescladas da interface Unity, conhecida por quem já o utiliza na versão desktop. A Canonical promete o lançamento para 2014 e até lá muito ainda pode mudar e muitas outras informações irão sair. Será que temos espaço para um quinto sistema operacional nessa briga? Ele me deixou, no mínimo, curioso.

A maior bizarrice entre os celulares foi cometida pela Huawei, empresa chinesa e de nome difícil. O Ascend Mate tem tela de 6.1 polegadas e, não, você não deve usar ele. É errado.

Games

Para os amantes de games, a feira começou pegando fogo com o anúncio do projeto Shield, da Nvidia: um controle-console-faz-tudo que roda Android e é capaz de rodar jogos de celular e tablet e emular jogos de PC e consoles, sem engasgar. Ele ainda serve como media center, se conectando a sua TV e sendo capaz de rodar conteúdo até em resolução 4K. Ufa! Tudo isso nesse corpinho esbelto e acompanhado de uma bela tela multitouch com resolução HD. Palmas para a Nvidia! O dispositivo impressionou muita gente, mas ainda não tem data de lançamento nem preço anunciados. Os representantes da empresa no Brasil dizem que o controle chega aqui até o fim do ano, é esperar pra ver. Ah! O streaming de jogos do PC só funciona se você tiver uma placa de vídeo da Nvidia, ou você acha que estamos fazendo caridade aqui?

Quem curte jogos de PC e tem uma biblioteca gigante de jogos comprados no Steam – eu tô nessa leva – não pode deixar de conhecer o Xi3 Piston. Ele é o predecessor do tão sonhado Steam Box, um console da Valve capaz de rodar jogos disponíveis na plataforma de vendas digital. Fabricado pela empresa Xi3, o belo aparelhinho tem poder para rodar bem os jogos atuais e é construído de maneira que suas partes possam ser atualizadas conforme a tecnologia evolui, bem como todo bom gamer de PC gosta. A Valve já deixou claro que teremos outros “consoles” integrados ao Steam chegando neste ano e ela mesma pretende lançar sua caixa de jogos ainda em 2013, levando de vez os games do PC para a TV da sala. Será que a ideia dá certo?

Fechando a parte de games, tivemos os primeiros previews do IllumiRoom, da Microsoft, que eu já falei um pouco aqui mesmo no blog. A tecnologia promete expandir a tela da TV para as paredes do seu quarto enquanto você joga Xbox e foi, de longe, o anúncio mais interessante da CES 2013.

Bizarrices

E, claro, sempre que a tecnologia é levada muito a sério ou muito além das fronteiras da normalidade, surgem as ideias mais absurdas e inusitadas dos designers mais sem noção do mundo e este ano não poderia ser diferente. Algumas são estranhas, algumas são curiosas, algumas são muito absurdas, mas todas mostram porque a CES ainda vale a pena. Dessas ideias diferentes e “fora da caixa” sempre surgem boas novidades.

A Panasonic apresentou o Bone Conduction Headphone, um fone que não possui plugs que entram no ouvido. Ele transmite a música através dos ossos do crânio. Não sei porque alguém precisaria disso, mas estou morrendo de vontade de experimentar agora.

Já a Kingston quer mesmo separar o mundo entre quem pode comprar seu novo pen drive HyperX Predator de 1TB e quem não pode. O preço não foi anunciado, mas a versão mais “humilde”, de 512 GB custa apenas US$ 1.750,00, então já podemos imaginar. Só não posso imaginar o que fazer se esquecer onde o deixei, assim como acontece com quase todos meus pen drives.

Enquanto o mundo todo aposta no tablet, a Lenovo arrancou uma letra e jura que seu Table PC vai ser um sucesso. “Table” tipo em “mesa” mesmo. O IdeaCentre Horizon Table PC roda Windows 8, tem processador Core i7 e tem um monitor de 27 polegadas que reconhece tantos pontos de toque que deve dar até pra jogar Twister em cima dele. Pros moradores de Itu a empresa também apresentou uma versão com tela de 39 polegadas. Sério: é uma TV que vira tablet e tem a incrível duração de bateria de 2 horas. A música fofinha do comercial quase me fez esquecer que no mundo real essas menininhas iriam derrubar esse negócio pesado em uns 2 minutos.

E o prêmio de bizarrice master da CES vai para o We-Vibe, primeiro vibrador para casais do mundo que resume muito bem pra que a tecnologia serve de verdade e vai vender mais que todas essas TVs e tablets juntos.

Adeus, eu não quero mais viver nesse mundo!

3 thoughts on “CES 2013 – O que rolou?

  1. Ainda tô tentando entender porque precisa de tanto tempo pra explicar como funciona um vibrador o.o

    Anyway…
    Sumsung desapontou, BUT, esse ano eles vão fazer um evento próprio né? Vamos ver…

  2. Pingback: Alerta vermelho! Samsung anuncia o preço de sua TV 4K UHD! « NERD GEEK FEELINGS

Comments are closed.