[BOARDGAMES] Guia do iniciante – parte 1

46153-collection

Minha história (relativamente recente) com os jogos de tabuleiro tem um começo bem diferente pois eu os descobri quase por acidente. Eu sei, eu sei, você deve estar pensando: “mas tu bebeste foi? O cão colocou pra tu beber?” (sim, sou tão velho que já tem quase uma geração que não vai entender essa referencia).

Quer dizer, jogos de tabuleiro sempre estiveram aí desde que estava chovendo, Og já tinha inventado a roda e a Iga estava sentida porque estava  naqueles dias e ele olhou para uma novinha de 9 anos (a expectativa de vida naquela época era 18 anos, o pessoal trabalhava com o que tinha a mão). Mas falando sério, sempre houveram jogos de tabuleiro a nossa volta – desde a quadra onipresente “Banco Imobiliário, Detetive, Jogo da Vida e War” até jogos mais exóticos e diferentes, todo mundo sabe disso.

O que eu não sabia, e esse é o motivo do meu post, é que a toca do coelho era tão funda assim. Boardgames tem que ser entendido como um fandom realmente grande, com muito investimento rolando  (os jogos são, em média, pau a pau com o preço de lançamentos de videogames) e o mais surpreendente é que tem uma comunidade bastante madura e em sua maioria prestativa. Sério, como nerd profissional eu já participei de mais fandoms do que a ciência recomendaria e a maior coisa que eu aprendi foi que, bem, as pessoas são babacas e um apocalipse zumbi não seria realmente a pior coisa que poderia acontecer./

Coronel Mostarda, um homem que aprendemos a não confiar

Coronel Mostarda, um homem que aprendemos a não confiar

O pessoal que joga boardgames, de modo geral (embora sementes de babaquice existam em qualquer lugar pelo menos esse não é um feeling generalizado aqui), é bastante prestativo e proativo:se você souber onde procurar e não tiver o hábito de colocar pecinhas plásticas na boca não é realmente difícil encontrar pessoas e/ou locais para jogar. E isso vindo de alguém que não mora no eixo RJ/SP e que tem o carisma e habilidades de socialização de um saco de batatas, como eu.

Mas então… por onde começar?
Bem, bem, bem… este é o motivo deste post e de mais alguns outros que o seguirão: por onde começar? Quo vadis?

Well-Well-Well-acd301A primeira coisa a saber é. e isso vai parecer um tanto óbvio, entender do que as pessoas estão falando. Obviamente que seu objetivo sempre será jogar tudo que tiver oportunidade pois esta é a única forma de saber do que gosta – mas aí eu não precisaria fazer um post só pra te dizer isso, né – mas como eu disse a toca do coelho branco é muito mais funda do que isso.

Como todo fandom, boardgames tem seu próprio vocabulário e a parte mais importante que você precisa saber para se ambientar entre os nativos são as classificações dos jogos. Mais ou menos como com os videogames (FPS, RPG, plataforma, beat’m up, shmupp, etc) só que menos popularizados. é bem simples na verdade, basta seguir esse diagrama:

boardgamesViu? Super simples, né?

Tá, agora falando sério, vamos começar a destrinchar esse divertido universo.

EURO GAMES

Terra-Mystica-board-angled

Possivelmente uma expressão que você vai ouvir muito, dado que é um dos gêneros mais populares de jogos de tabuleiro. Se alguma coisa, jogos do tipo euro podem ser comparados a games  eletrônicos como Civilization ou Age of Empires: seu objetivo é recolher recursos que gerarão pontos.

Usualmente esses jogos são baseados em estratégia (os melhores possuem diversas  formas  de ganhar pontos, possibilitando varias estratégias diferentes) e pouca ou as vezes nenhuma ingerência da sorte.

A ambientação pode variar (cenário de fantasia, idade da pedra, Europa medieval, espaço sideral) mas normalmente envolve evoluir sua civilização (ou equivalente tipo  sua “empresa” ou “canal de televisão” ou o diabo que for) embora o cenário tenha pouca influencia na mecânica de jogo sendo apenas mais “fluffy” mesmo.

10696206_797295283647162_5845613532492518365_n

Os jogos do tipo Euro não tendem a contar com muitas engenhocas e traquitanas (peças exóticas de metal, roletas, marcadores mirabolantes) sendo mais focados em cartas, ótima arte, e marcadores simples. Outra característica comum é que jogos desse tipo tendem a ser muito visuais e com pouco texto necessário ao jogo.

A primeira vez que eu ouvi falar de “euro game” não pude deixar de achar que tinha alguma coisa haver com isso. EURO. GAME.

Por fim e talvez a característica mais marcante dos euro seja que eles possuem pouca interação com outros jogadores. Usualmente você trabalha no seu jogo e outros jogadores podem pegar os recursos que você queria ou fazer uma jogada que você queria fazer, mas DIRETAMENTE é raro haver algum tipo de “ataque” ou algo assim.

Colonizadores de Catan foi o primeiro Euro a ser criado e até hoje permanece como o mais popular (foi lançado no Brasil pela Grow recentemente), mas existem muitos jogos do gênero para todos os gostos e preferências. Alguns outros títulos “básicos” deste gênero são Carcassonne, Terra Mytisica e Puerto Rico – apenas para você começar a saber onde procurar

AMERITRASH

bsggame

Se os Euro são jogos marcados por sua temática quase abstrata, pouca sorte e muito planejamento, os jogos “estilo americano” são quase o oposto completo disso. São jogos baseados e com regras muito vinculadas a um tema especifico, embate  (ou cooperação) direta entre os jogadores, com grande fator sorte,  muitas traquitanas (miniaturas, dados malucos, roletas, cenários)

Enquanto Euros são mecânicas bem construídas sobre as quais é colocado um tema – muitas vezes sem muito esforço ao tipo que o tema não faz a menor diferença, com – o Ameritrash é a engenharia reversa: um tema explorado ao máximo, com regras colocadas posteriormente de forma a trazer o máximo possível do tema à superfície.

A grande coisa do Ameritrash é trazer o espírito da coisa a tona. Assim, uma partida de Zombicide lembra bastante como se você estivesse jogando Left 4 Dead, Battlestar Galactica tem bastante da coisa de não saber quem é ou não um Cylon e da escassez de recursos e Arkham Horror lida muito com a coisa do horror inenarrável” lovecraftiano que está alem do controle dos jogadores assim como segredos tão antigos quanto o próprio tempo.

10417561_797295006980523_1750589404698046367_nEssa foto foi tirada do jogo que eu participei esse fim de semana (Zombicide). Sim, o personagem sendo estripado no meio da horda era o meu…

Este é o grande ponto positivo do ameritrash, atender gostos específicos. Tipo eu que sou doente por coisas kaijuzisticas estou até agora babando por King of Tokyo (e melhor ainda, seu “sucessor espiritual” menos casual e mais hardcore a ser lançado em breve: King of New York), além de ser muito forte na arte e nas “coisinhas” acessórias.

Alguns exemplos básicos de Ameritrash aos quais você pode querer começar são Zombicide, Arkham Horror, Battlestar Galactica, King of Tokyo , e Gears of War: The Board Game

WARGAME

81IK+PAR5ZL._SL1500_

Devido a popularidade de seu titulo mais famoso, War (risk, no original) no Brasil, Wargames são realmente fáceis de entender para leigos.

Wargames são jogos de confronto direto entre jogadores (usualmente não existe uma entidade neutra como o banco em Monopoly ou os zumbis em Zombicide) e que trabalham em uma mistura de estratégia e sorte.

Tipo para enfrentar os seus oponentes você rola dados ou tira cartas (ou ambos), mas existem certas formas de controlar ou influenciar isso alocando recursos (tropas, unidades especiais, o Batman, sei lá).

Afim de evitar que o jogo se torne repetitivo, os melhores wargames contam com várias regras e situações especiais e um típico wargame tem pelo menos 30 paginas de manual, sendo que é improvável que voce aprenda todos os recursos e opções após uma rodada ou mesmo após uma partida (ao contrário do que acontece com euros e ameritrashs, por exemplo)

20121027020108

A quantidade de “acessórios” do jogo também é outra coisa que varia muito no wargame, existem wargames jogados apenas basicamente com cartas enquanto outros possuem tabuleiros, miniaturas(algumas com recriações quase realistas de cenários de batalha), dados e o Batman (sempre coloque o Batman nos seus boardgames, fikdik), elementos de evolução e coisas assim. Lembre-se que os wargames são a mãe do que veio a se tornar o RPG, afinal.

20121103-FOW_Tournament-Round-3-IMG_1115Sim, a régua é importante para o jogo. Mesmo.

Além do iconico War, outros wargames muito populares para iniciantes são Game of Thrones, Axis and Allies e Warhammer.

DECKBUILDING

Resident_Evil_Deck_Building_Game

Como bom nerd que é (ou do contrário não estaria lendo isso né?), você já deve ter ouvido falar dos grandes jogos de carta como Magic: The Gathering, Pokémon TCG e Yu-Gi-Oh, entre dezenas de centenas de outros do tipo que existiram nos anos 90/2000 e ainda existem.

A coisa é: esse tipo de jogo é um ralo infinito de drenar dinheiro (manter um deck competitivo pode ser REALMENTE caro) e não é tão voltado ao publico casual: você precisa de outro entusiasta do assunto para ter uma boa partida, não é só convidar os amigos e jogar.

3012-game

Então lá por 2000 e poucos alguém teve uma idéia genial: hey, e se pegássemos os cardgames e fizemos um jogo fechado com eles, do tipo que qualquer um pode comprar e ter para jogar casualmente com os amigos e então colocar de volta na caixa?

Essa é a essência dos jogos tipo deckbuilding.

Devido ao seu formato convertido para board game, alguns deckbuilds podem possuir mapas, dados e outros shenningas mas isso é ocasionalmente opcional

Dominion é o paragon e meio que fundador do gênero, um excelente jogo. Outros jogos do tipo que merecem uma checada são Resident Evil:Deck Building Game, Thunderstone e Nightfall

PARTY GAMESn

Munchkin portugues[4](obrigado ao pessoal do Adoradores de Catan pela dica do nome)

Quando as pessoas falam de cardgames usualmente pensam naqueles jogos citados anteriormente que você vai comprando cartas avulsas ou pequenos decks para montar o seu baralho e enfrentar outros jogadores, como os já citados Magic, Yu-Gi-Oh ou Pokémon (alias my Little Pony tem um cardgame muito bom também) que são os Trading Cards Games

Mas existe outro tipo de cardgame, aquele que você compra um baralho especifico e usa ele para jogar uma partida com os amigos. Caso você não esteja associando o nome a pessoa, pense em UNO e Super Trunfo (tirei essa do fundo do baú, hein?).

resistance

Um típico cardgame (se há realmente um nome para esse tipo de jogo me desculpem, está além do meu gooogle-fu) envolve um baralho, muita baderna, muito dedo apontado e pessoas sacaneando umas as outras. Porque aqui a zoeira never ends! (mas algumas amizades sim kkk)

Existem diversos jogos inteiros que consistem apenas de um baralho para usar, se divertir e deu – normalmente são partidas rápidas de poucos minutos e com alto valor de repetibilidade.

O  melhor exemplo dessa escola é o putamente divertido Munchkin, mas tem outros jogos bem divertidos também como o Resistance, Citadels e Android: Netrunner

EXPANSÕES

12770873743_0b7d5be00f_c

Expansões não são um gênero em si, obviamente, mas é algo que como leigo eu não sabia que exista e é algo muito importante ao hobby.

Alguns jogos possuem expansões, exatamente como os videogames, que são caixas para serem jogadas acrescentando novos personagens, cenários, regras ou miniaturas a um jogo pré-existente (e como expansões que são não funcionam sozinhas, claro).

é algo que voce compra em separado e adiciona ou modifica um jogo, não uma nova edição que funcione sozinha (tipo Banco Imobiliario Pokémon, por exemplo)

King of Tokyo, por exemplo, tem a expansao “Power Up” que adiciona a regra opcional de evoluir os monstros. Terra Mystica possui expansões que adicionam novos povos, e por ai vai.

Como qualquer expansão, algumas são imprescindíveis, outras estragam o jogo e algumas so adicionam coisinhas legais, mas o importante é você saber que essas coisas existem.

Bem, meninos e meninas, basicamente é isso. Quer dizer, tem muito mas muito mais coisa além disso, mas ao menos voce já tem uma idéia de por onde começar… ou do que as pessoas estão falando XD

 Na proxima lição, o que eu aprendi sobre “como começar no mundo dos board games”. NÃO PERDÃO!

2 thoughts on “[BOARDGAMES] Guia do iniciante – parte 1

  1. Excelente artigo !

    Pode me dizer qual é o jogo da foto em que estão os tanques de guerra na parte dos Wargames?

    Grato.

Comments are closed.