[ANIMES] KAMISAMA DOLLS (resenha)

719TfUaWk8L._AA_

A maioria dos bons animes têm em comum personagens gostáveis, tramas que seguem até uma conclusão (seguida por uma sensação de progressão), e saber quando respirar e dar momentos mais alegres. Kamisama Dolls faz uma lista disso tudo, e decide intencionalmente ser confuso, chato, e insatisfatório do começo ao fim, com muito poucos momentos de entretenimento para recompensar os telespectadores pacientes (porque nenhum outro tipo assistiria até o fim).

1B5

SINOPSE

Kyouhei Kuga é um estudante universitário que se mudou para longe de sua aldeia natal devido a certos eventos. Depois de uma noite de bebedeira ao lado de seus colegas de trabalho e sua paixão de longa data, a bem-dotada Hibino Shiba – cuja família veio da mesma aldeia – ele encontra um cadáver em um elevador. Acontece que ele foi morto por Aki, um rosto familiar de sua aldeia. Ele também reencontra sua irmãzinha Utao, que agora é um Seki, uma pessoa que controla robôs gigantes chamados kakashi – as tais Bonecas de Deus do título.

Depois de uma briga com o kakashi de Aki, esta acaba destruindo o apartamento de Kyouhei. Ele e Utao vão morar na residência Shiba. Ao longo do tempo mais segredos e rostos do passado de Kyouhei e sua aldeia são revelados.

Kamisama-Dolls-04-03

RESENHA

Normalmente o problema mais notável seriam os personagens e suas rápidas (mesmo aleatórias) mudanças de humor, assim como absolutamente nenhum sentido de progressão na trama que seja. É quase como assistir The Walking Dead, só que pior.

Mas eu diria mesmo que o principal problema do anime é que o elenco de personagens de Kamisama Dolls é uma bosta mesmo. Quando eles não são irritantes, eles aparecem apenas para adicionar mais drama barato à trama da forma mais preguiçosa possível. (Porque Kyohei deixando sua casa depois de se sentir como um estranho em sua aldeia, nunca realmente capaz de escapar de seu passado, não era drama o suficiente para se trabalhar.)

Eu poderia viver com a maioria do elenco sendo composta de manés completamente genéricos, se a série fosse interessante ou soubesse como trabalhar com eles. Mas a única tentativa de explorar os personagens em Kamisama Dolls vem através do recurso narrativo mais preguiçoso, irritante e barato de todos: flashbacks.

558501-shiba04

Ok, vá lá para o Kyouhei – ele é o personagem principal, afinal – mas quase metade do elenco de Kamisama Dolls faz essa porcaria. Nas raras vezes que o show tenta desenvolver seus personagens de outra forma, ela sai como incrivelmente forçada e apenas para cumprir uma ferramenta de roteiro.

O exemplo mais gritante disso é um cara chamado Kuuko, que passa quase toda a série sendo um personagem mal intencionado, desprezível, e egoísta, cujo traço de caráter principal é tratar as pessoas (especialmente seu pai) como lixo, para de repente ganhar moral no penúltimo episódio. Do nada, assim, plim!

Kamisama-Dolls-04-01

Também há demasiadas sub-tramas. Além de uma para o grupo inteiro da aldeia natal de Kyouhei, também existem aquelas para Utao, Kuuko, um chefe de polícia, Koushirou e mais um personagem que chega mais pra frente na série.

Tudo isso em 13 episódios com AQUELE padrão de qualidade. Hibino (a mocinha peituda) é sequestrada, um vilão surge mais pra frente com demonstrações fálicas de poder, e todo esse tipo de ideia brilhante e original que nos anos 70 já era batida.

E adivinha o quê? Nenhuma é satisfatoriamente resolvida.

Kamisama-Dolls-04-02

Não bastasse essa pilha de maravilhas, temos que a série não é sequer uma temporada consistente. Dos 13 episódios, o episódio 12 não é nada mais do que a luta de máquinas gritando, enquanto no episódio 13 isso se resolve cedo e vai da destruição e morte próxima para uma cena de … Utao acidentalmente engolir sua pasta de dentes quando ela escova os dentes. Aww. Totalmente relevante. Então, temos uma pré-visualização da 2ª temporada, que não vai acontecer, dada a forma como a série foi um desastre de vendas no Japão em Blu-Ray.

Eu acho que deveria, pelo menos, apontar um par de coisas que eu gostei acerca de Kamisama Dolls… Eu vou dar crédito ao show pelas cenas do passado de Kyouhei e suas frustrações com a aldeia em que ele cresceu, tanto do passado e do presente. Eu realmente gostei de alguns desses momentos, e se o show tivesse se focado no passado Kyouhei e Aki, não seria tão ruim. Mas, mesmo assim, o show fode com isso e Kyouhei, que passou uma boa metade da série tremendo com a simples menção do nome de Aki, que conversa com ele no final sobre bolinhos de arroz.

Hum… esqueceu que você o retratou como um assassino brutal no início, Kamisama Dolls? Porque eu com certeza não.

Kamisama.Dolls.full.727722

Bem, eu suponho que posso dizer que os peitos de Hibino estão entre os mais bonitos que eu já vi em um anime (que é animado pelo mesmo pessoal que fez as animações de Persona 4, então ao menos isso tem uma certa qualidade).

Há outras reclamações que tenho com a série, tal como as suas batalhas maçantes de robôs irritantes e momentos cômicos horrivelmente colocados, mas eu acho que já deu para entender o que tinha pra ser tido sobre este anime.

Kamisama Dolls é uma concha vazia de uma série. Ela não explica nada, não ensina nada, não oferece nada (senão fan service) e só deixa você frustrado e irritado enquanto assiste. Exceto alguma cena agradável aqui e ali, eu não consigo pensar em nada de bom a dizer sobre esse show. A menos que você ame fan service, ou você goste da ideia de um Angelic Layer mais violento (menos tudo de bom sobre Angelic Layer, é claro), então evite Kamisama Dolls a todo custo. Você vai fazer a sua cabeça um favor gigantesco.

nota-1