[ANIMAÇÃO] Totoro: família, amor e perseverança.

Olá queridos fãs da Studio Ghibli!!! Olha eu aqui de volta com as reviews das nossas queridas animações. Desta vez trouxe uma animação de fantasia escrita e dirigida por Hayao Miyazaki e produzido em 1988. Uma pista,: conta a historia das duas jovens filhas de um professor e suas aventuras com espíritos da floresta amigáveis no Japão pós-guerra rural. Isso aí, “Meu Amigo Totoro” (meu predileto de todos!).

Como já havia dito, Mei e Satsuki (as filhas do professor) mudam-se com seu pai para uma vila rural no interior do Japão, com o objetivo de ficar perto da mãe, que está em tratamento no hospital.

Animadas com a mudança, elas correm e brincam ao redor da nova casa, explorando o lugar e se admirando com o bosque dos arredores. Frequentam a escola e cuidam de afazeres domésticos, enquanto o pai trabalha, sempre com a ajuda dos vizinhos. Mas o bosque ao redor de sua nova casa guarda em seu centro um templo, habitado por espíritos guardiões da floresta. E não foi difícil as duas meninas começarem a entrar em contato com os seres mágicos (pois foi desde o primeiro dia em que chegaram). Mas isso não é uma coisa ruim, pois esses seres farão de seus dias extremamente conturbados (principalmente pelo estado grave de saúde de sua mãe) um pouco mais amenos.

Mais que tudo, vemos nesse filme que a união da família é ressaltada a todo o momento, além de apresentar um guardião da floresta, dando um destaque à importância, quase religiosa, de a tratarmos com respeito. Outro ponto ressaltado é que a felicidade vem das coisas simples da vida. Totoro protege aqueles que protegem a natureza, e acaba ajudando as meninas em diversas ocasiões, ao perceber no seu espírito inocente, esperança, perseverança e amabilidade.

Não só é uma história de união como também de amor e superação. As dificuldades existem, dias ruins e decepcionantes, estresse e caos ao nosso redor, mas se mantivermos o pensamento positivo, e aproveitarmos os pequenos e bons momentos, podemos atravessar qualquer obstáculo.

O visual da animação contribui para a jovialidade apresentada no enredo. A paleta de cores selecionada, te transparece uma paz inimaginável. É realmente uma ótima pedida para ver com a família.