[ANIMAÇÃO] Mr. Pickles: O desenho animado mais errado já criado

Mr.-Pickles-600x338[1]

Quando pensamos em desenhos animados que costumam passar dos limites, voltados para adultos, o que vem à mente? Geralmente Simpsons (raramente), Family Guy e South Park. Mas Mr. Pickles desbanca todos esses e passa todos os limites. 

A trama gira em torno da família Goodman e seu filho de 6 anos de idade chamado Tommy, que passa a maior parte de seu tempo com seu melhor amigo, Mr. Pickles, um Border Collie que ganhou esse nome por adorar o alimento. A dupla participa de várias aventuras ao longo dos episódios. Até aí tudo bem, tudo muito comum, se não fosse pelo lado obscuro de Mr. Pickles, que fica claro em seu lema: “matar, mutilar e f*der suas vítimas”. Sim, o desenho é doente e você ainda não viu nada. Mutilações, rituais satânicos, possessões, sexo selvagem (e sexo com animais selvagens) e mais, muito mais…

Mr. Pickles é criação de Will Carsola e David Stewart, do canal a cabo Adult Swim. A série tem contrato para 10 episódios – uma temporada completa – e começou a ser transmitida em 21 de setembro de 2014.

Dentre os elementos que se destacam em todos episódios até o momento, há  o gore (sério, muito gore mesmo), o ritmo frenético (o desenho animado não respira, é ação atrás de ação, o que nos deixa com aquela sensação de “what the fuck did I just saw !?” ao fim de cada episódio) e também há a representação de vários personagens ultra estereotipados, muitas vezes beirando o racismo. Há o senhor negro, os rednecks, o índio, white trashes e os típicos americanos. Como eu disse no título, essas coisas bastam para que esse já possa ser considerado o desenho animado mais errado já criado, que aliás começou bem, com nota 8.1 no IMDB. Para mais informações sobre Mr. Pickles, episódios legendados e para se manter atualizado,  curta a fan page no facebook.

pickles3[1]