[ADLER COMENTA] Os 10 Melhores Espadachins dos Mangás

“No ócio mais claro, na preguiça mais densa
Todo pro-ativismo sucumbirá ante a minha presença

Quem procrastina nada sente
Frente à inércia do Redator Ausente!”

Depois do meu juramento, vamos para mais um post safado e fácil de TOP 10!

Iremos adentrar novamente o mundinho dos animus e mangos, dessa vez não para falar de músicas mas sim de personagens. E um tipo bem específico de personagem: o ESPADACHIM. Todo mangá/anime que se preze precisa ter um espadachim fodão, que faz uso de técnicas diversas para o bem da ação e da fodeza. Recentemente saiu uma pesquisa lá na minha casa que elencou os MELHORES ESPADACHINS DE MANGÁS DE TODOS OS TEMPOS, e por isso resolvi compartilhar com vocês essa lista tão bacana e verídica, repleta de AMV’s, dedicados àquela adolescência repleta de Linkin Park e Evanescence que todos deixamos para trás. Novamente, o choro, tal qual a censura de um programa infantil, é livre.

10 – Zaraki Kenpachi (Bleach)

Deixei ele por último porque ainda tenho um pouco de vergonha de ter gostado tanto de Bleach em minha vida. Não que seja um pedaço de merda perfumado como é Saint Seiya, mas ainda queima o filme.

Bem, no Mundo Espiritual de Bleach, pessoas com muita força de vontade materializam suas forças em uma espada chamada Zanpakuto. É meio raro isso acontecer com pessoas “pobres” (eu não sei como alguém consegue ser pobre ou rico em um mundo feito de espíritos de pessoas mortas), mas aconteceu com esse moço. Seu nome é Zaraki, porque ele nasceu na província de Zaraki (já que pessoas pobres não tem direito a nome). Kenpachi é um título que ele alcança por ser o mais forte espadachim de toda a Gotei 13.

Para justificar seu título, Zaraki realizou feitos como lutar contra o protagonista e não morrer (isso é bem difícil). Inclusive, que luta do caralho. Zaraki tem um estilo bem berserker, aceitando golpes de propósito para poder contra-atacar de forma efetiva. Porra, ele faz tudo segurando a espada com UMA MÃO. Uma só vez ele usou as duas, e foi para criar uma das cenas mais fodas de Bleach, e….

…é, eu me exaltei demais. Esse post já conseguiu extrair o que tem de pior em mim. 😐

9 – Bankotsu (Inuyasha)

Ah Bankotsu….

Eu ainda acho muito engraçado que a autora de um mangá tão leve e mais voltado para comédia romântica, como Ranma 1/2, tenha conseguido fazer conceitos tão fodas de ação e aventura em Inuyasha. É um dos meus animes favoritos e mais marcantes. Dentro desse mundo da paixão pela obra, reside um personagem (na verdade, um grupo de personagens) bem especial, e ele é o Bankotsu.

No Japão Feudal fantástico e místico de Inuyasha, existiu um bando de mercenários humanos que ganhavam qualquer guerra ou combate. Seu nome era Shichintai, e seu líder era um jovem espadachim chamado Bankotsu. Além de ser lindo, atlético e gracioso, o guerreiro usava uma espada ignorante chamada de Banryuu. Dizia-se que, quando essa espada matasse 1000 humanos e 1000 youkais (demônios japoneses), ela ascenderia para um novo nível e ficaria mais forte. Mas, infelizmente, Bankotsu e seu bando, que também não deixam de ser personagens fodas, foram emboscados e executados por uma coligação de lords feudais que temiam por suas seguranças. Anos depois e o vilão do mangá, Naraku, revive esse bando usando fragmentos da Joia da Alma, dando-lhes a missão de destruir Inuyasha e sua turma.

E, enfim, Bankotsu é um puta espadachim fodido. Utiliza sua PÁ CHAMADA DE ESPADA com um só braço, e com ela consegue um poder destrutivo gigante. Ele tem um grande coração, pois se preocupa bastante com seus companheiros. Mas também é sanguinário e não tem misericórdia. O cara é tão foda que ele é um personagem ultra secreto no jogo de Inuyasha de PS2. Se isso não é sinal de habilidade, então eu não sei mais de nada.

8 – Hiei (Yu Yu Hakusho)

Uma curiosidade para quem leu meu post sobre o Dia das Crianças: No desenho “Deadly Arts”, o nome do meu personagem era Hiei. Ele usava uma espada, tinha as Chamas Negras e um terceiro olho na testa chamado de Jagan. Eu disse que era bem chupinhado 🙂

Pois bem. Hiei é um personagem que me marcou com ferro quente. E acho que não só a mim, já que sempre vejo as pessoas idolatrando ele. Mas isso também não pode ser muito generalizado, já que Yu Yu Hakusho é um anime FODA, e os 4 protagonistas tem seu secto de fãs.

Meu motivo por amar o baixinho de três olhos é sua personalidade fria e sádica. Algo bem parecido com o Vegeta dos bons tempos. E, assim como o Saiyajin, Hiei tinha sua parcela de humanidade e momentos bonitos quando envolvia sua irmã Yukina.

Seus feitos são bem claros e dispensam comparações. Hiei sempre foi um excelente espadachim, bem melhor do que Kuwabara, que tinha na teoria uma espada melhor que a sua. Um momento bem foda é quando sua espada quebra e, sem perder a postura, Hiei cria, com a base da espada antiga, uma nova lâmina feita de chamas negras. Assim como sua luta contra Shigure, que também é marcada pelo uso da espada. Claro que, assim como toda essa primeira metade do Top 10, Hiei não se limita apenas à espada, mas também a habilidades, como o terceiro olho, Jagan, e seu Dragão de Chamas Negras. Sim, um dragão. De chamas. Negras.

7 – Killer Bee (Naruto)

Muitos diriam que Sasuke que é o melhor espadachim de Naruto. Eu diria que vocês estão errados e loucos, e deveriam todos ir para a casa do KILLER BEE É UM ESPADACHIM DE VERDADE OK??!

Pensa em um ninja que faz rap. Agora, eu te digo que esse mesmo ninja luta usando SETE ESPADAS AO MESMO TEMPO (CHUPA MASAMUNE). Não só isso, mas esse mesmo espadachim pode se enfurecer e virar um TOURO HUMANOIDE GIGANTE COM OITO TENTÁCULOS DE POLVO COMO PERNAS.

Sério gente, Sasuke como espadachim do ano? O cara mais usa e abusa do EVA que ele ganha usando os olhos do que propriamente a espada. O cara que merece créditos aqui é Killer Bee, irmão do personagem mais foda já criado em Naruto, e hóspede de uma Besta de Oito Caudas. Sua proeza com a lâmina é tão proficiente que ele consegue se adaptar com qualquer arma nova em segundos, como fez com a Kubikiribouchou, ou com a Samehada, a espada-viva feita de escamas de tubarão que Kisame usava.

Killer Bee é um VENCEDOR e merece todo respeito do mundo.

6 – Trunks (Dragon Ball Z)

Esse vídeo dispensa apresentações e descrições 😉

Só um PS: Trunks é a minha maior paixão homossexual, mas é uma pena que o garoto se perdeu na vida e virou rato de academia…

FT_breakin_out

5 – Anubis (Jojo’s Bizarre Adventures)

Existem poucos fãs de Jojo no Brasil, e eu não sei se isso é algo bom ou ruim. De qualquer maneira, este é um dos mangás que mais recomendo em toda a minha vida.

Neste mundo, as pessoas que passam por uma certa experiência, caso tenham uma força de vontade e um espírito inabalável, adquirem uma habilidade chamada de Stand. Esse Stand é um “espírito” corpóreo que pode se manifestar perto de seu usuário conforme a vontade deste. Na maioria dos casos, os usuários possuem Stands humanoides, como se fossem fantasmas que obedecem as ordens mentais da pessoa. Tipo o que acontece em jogos como Persona. Porém, em alguns casos (e, na minha opinião, nos melhores), o Stand pode se manifestar como algo diferente. Ele pode ser uma arma, por exemplo. Ou pode ser… uma espada. Esse é o caso de Anubis, um Stand que não possui usuário. Acontece que a espada é um Stand meio simbiótico. Ele atrai as pessoas com um certo poder de atração, e quando alguém encosta e pega essa espada, é possuído pelo espírito vingativo e sanguinário de Anubis. Ao mesmo tempo, independente de quem seja essa pessoa, ela irá virar uma exímio espadachim, e atacar quem estiver à sua volta.

Outra habilidade foda dessa arma é que, por ser um Stand, isso é, uma manifestação da vontade e espírito da pessoa, ela pode “passar” através de objetos e não cortá-los, conforme for a sua vontade. Assim, ela poderia atacar pessoas que estejam atrás de uma parede sem precisar completar a árdua tarefa de cortar através de cimento.

4 – Dracule Mihawk (One Piece)

Sou um imenso fã de One Piece, e é claro que eu adoro o Zoro. Porém, vamos combinar que o caolho ainda não chegou no nível que possamos dizer: “Caralho, este é o melhor espadachim do mundo (de One Piece)”. Por isso prefiro usar aquele que tem esse título atualmente, e que, na minha humilde opinião, é bem mais estiloso que o rapaz de cabelos verdes. Ele é Dracule Mihawk, um dos sete “Shichibukai”, piratas que são aliados da Marinha e que possuem permissão para manterem suas atividades ilícitas.

Vamos para a Fatolândia: Primeiro, o “navio” de Mihawk (pelo menos, o único que este utilizou até hoje) é um barco bem pequeno em forma de caixão, com velas e velas estilosas (entenderam? huh?). Não possui tripulação, soldados, aliados nem nada. É pura e simplesmente um cara que se garante com qualquer coisa que encontrar, por isso dispensa proteções.

Segundo, que logo em sua primeira aparição, Mihawk lutou de igual para igual com Zoro, que usava três espadas, usando apenas uma MINIATURA DE FACA em forma de cruz.

Terceiro e último que, vamos ser sincero, este cara é fabuloso e galante como o inferno. Veja só seu peito à mostra, seu sobretudo, o chapéu de cafetão, a barba bem cortada, os olhos penetrantes. Este homem é um pão com Nutella.

3 – Guts (Berserk)

Vou contar um fato engraçado para vocês: eu não assisti esse AMV. E nem posso. Eu ainda estou lendo Berserker, e quero passar longe de spoilers sobre a obra. Ou seja, não sei se o vídeo aí presta. Mas também não ligo, assim como vocês, então foda-se.

Bem, até onde eu li, Guts é um verdadeiro badass encarnado como demônio. Ele usa uma espada absurdamente maior do que seu corpo, e com certeza mais pesada. Com ela, o espadachim negro viaja através de castelos e cidades, procurando demônios ligados ao seu algoz, Griffith, para matá-los e conseguir alcançar sua vingança.

Em sua infância, que por enquanto foi muito mais explorada no mangá, Guts já era um comandante guerreiro exemplar. No último volume que li, o rapaz dá conta de 100 soldados SOZINHO, ferido pra caralho, enquanto protege o caminho para que Casca, sua companheira, fuja e vá pedir ajuda. Ajuda essa que, veja bem, foi DESNECESSÁRIA.

Ele também já peitou um Demônio Lorde (to inventando esse nome porque estou com preguiça de pesquisar o nome) sozinho, enquanto protegia seu amigo. Demônio esse que reconheceu a bravura de Guts e o poupou, justamente para que esse possa melhorar e virar um adversário mais à altura.

Sei que ele tem muitos outros feitos dignos, mas ainda não os li, então, por enquanto, fiquem apenas com esses relatos mais bobinhos.

2 – Seijuro Hiko (Rurouni Kenshin)

Antes de mais nada, vamos deixar claro que SAMURAI XIS é um mangá repleto de espadachins lendários e que, juntos, poderiam formar o seu próprio TOP 10. No entanto, só pude escolher um. Ainda assim, menção honrosa para Aoshi Shinomori, Kenshin Himura, Makoto Shishio, Hajime Saito, Soujiro Seta, entre outros.

Seijuro é o mestre de Kenshin, quem encontrou ainda criança depois de uma grande batalha em meio ao sangue de seus parentes perdidos. Seijuro Hiko não é seu nome, mas sim o título do mestre detentor das técnicas do Hiten Mitsurugi. Por tradição, o aluno deste mestre precisa aprender a técnica final do estilo e usá-la para matar seu mestre, virando o próximo Seijuro Hiko. Não foi o caso de Kenshin, que por usar a Sakabatou de Lâmina Invertida, poupou a vida de seu mestre.

Seijuro é musculoso como o demônio, e isso garante pontos comigo. Além disso, apesar da idade (acredito que 50 ou mais anos), Seijuro parece estar na flor da idade, com longos cabelos e um rosto bem jovem (e másculo). Sua capa é um item de desejo universal (já que esta foi baseada na capa de Spawn). Mas, claro, além de tudo isso, Hiko é FODA PRA CARALHO. Ele é bem mais forte do que seu discípulo e, provavelmente, o espadachim mais forte de toda a história do mangá. Ele derrota um gigante enquanto em Kyoto, bloqueando sua espada não menos gigante com UMA MÃO, PORRA!

Então pelas contas: ESTILO + MÚSCULOS + MACHÃO + ESPADA + BELEZA + CAPA = Segundo lugar desse ranking.

1 – Musashi Miyamoto (Vagabond)

*OBS: Sei que o AMV não é de Vagabond, mas é muito foda e vale pro caso.

Sim, apelei para este número um.

Vagabond é um mangá que, infelizmente, tem sofrido bastante aqui no Brasil, com cancelamentos e preços bem caros, mas acredito que, se os rumores de que a Panini tem os direitos agora, o mangá finalmente receberá o tratamento que merece.

Mas, enfim. Musashi é o maior espadachim do Japão. E diferente de todos os outros nesse ranking, ele existiu de verdade, apesar de suas histórias às vezes divergirem da realidade e terem fatos conflitantes, como datas de nascimento e morte. Criou o estilo de luta com duas espadas, o Niten Ichi Ryu, e, já bem velho, escreveu O Livro dos Cinco Anéis, um compilado de ensinamentos filosóficos que podem ser aplicados até mesmo hoje em dia.

No mangá, além de muito romance e adaptação, algumas passagens precisaram ser inventadas para fazer ponte entre as histórias do espadachim. Isso não diminui nem altera a imagem que Musashi deve ter, a de um espadachim que, desde muito jovem, trilhou um caminho de peregrinação por todo o Japão, em busca de aprimorar suas habilidades enquanto enfrentava os melhores de cada região.

Entre tantas batalhas, a mais marcante (e ainda não mostrada no mangá) com certeza é o seu duelo contra Kojiro Sasaki. Neste duelo, marcado para acontecer à beira de uma praia, Kojiro esperou impacientemente por seu adversário, que propositalmente se atrasou. Musashi veio em um barco, utilizando um remo que depois ainda modificou e talhou, o transformando em uma espada de madeira. Musashi se posicionou contra o Sol, dificultando a visão de Kojiro. Este, por sua vez, sem muita visão e bem impaciente, atacou seu adversário de forma menos pensada. Nessa hora foi que Musashi saltou, desviou do ataque e deferiu um golpe com o remo na cabeça de Kojiro, quebrando seu crânio e matando o oponente.

Eu recomendo fortemente esse mangá, seja esperando a distribuição, que com certeza terá no Brasil, ou pelos modos mais modernos mesmo.


E essa foi a lista. Qualquer sugestão, crítica, dúvida ou xingamento, vocês podem deixar aqui embaixo nos comentários, como sempre fazem, e eu responderei, como sempre faço. Até mais 🙂

2 thoughts on “[ADLER COMENTA] Os 10 Melhores Espadachins dos Mangás

Comments are closed.