[ADLER COMENTA] Minhas primeiras impressões de Dragon Ball Super – “A Grande Família”

Atenção: católicos, protestantes e pessoas que se reúnem para abraçar a Lagoa Rodrigo de Freitas provavelmente se incomodarão com a linguagem ~chula~ utilizada nesse post. Para os novatos, é assim que eu rolo e lide com isso. Para quem me lê, it’s good to be back.

O patrão ficou maluco, arrancou exatos 3 fios de cabelo que mal tinham visto o sol e resolveu me dar carta branca para escrever 3 posts essa semana. Logicamente que eles em nada têm a ver com atrasos ou algo do tipo. Ele só bebeu muito chá de fita.

Chá de fita que provavelmente ele dividiu com o pessoal da Toei, que resolveu fazer OUTRO ANIME DE DRAGON BALL!!!!

E viva a crise criativa que atinge nipônicos e américos, nos rendendo remakes, remasters, reshits e reviews nojentos. <3

Como eu sou o Duque dos Mangás deste blog (já que o falecido e cremado Cilão abandonou o navio), resolvi conferir o primeiro episódio dessa TRAJIBA e relatar aqui minhas primeiras impressões sobre DRAGON BALL SUPER.

(Obs: Como o orçamento do site ainda não é lá aquelas coisas, não possuo um aparelho de captação de vídeo de última geração, muito menos um computador que ligue para o avanço tecnológico propagado por quase uma década. Dado esses fatos, o post será recheado pela segunda melhor coisa possível: PRINTS!!!)

(A primeira coisa possível para rechear o post seria maionese temperada)

Vamos começar pela abertura:

Tá, uma merda. Vamos começar com o anime.

Ah, você quer mais comentários que isso?

Bem, uma cena inicial que safadamente tenta nos lembrar de Dragon Ball clássico. Por 3 segundos funciona, depois temos Goku retirando um rabanete tuberculoso e provavelmente resultado da radiação que sua aura de Ki emite quando ele “salva” o planeta. Belo jeito de me lembrar os velhos tempos. Depois, um aglomerado das cenas mais aleatórias e “good vibes” que você pode juntar com baixo orçamento. Nenhuma cena que me deixe uma pulga atrás da orelha, nenhum personagem nunca antes visto para me deixar ansioso e confuso, nenhuma cena icônica como um dinossauro laranja correndo atrás de um garoto, ou o mesmo garoto correndo ao longo da porra de um dragão chinês verde. Nem mesmo consigo entender O QUÊ ou QUEM é vilão nessa merda.

Ok, então o anime começa e temos um flashback bem curioso. Principalmente porque, por um minuto, estamos nos anos 90. A animação clássica e envelhecida de DBZ é como o vinho, só fica melhor com o tempo e pode servir como artifício para você se dar bem na noitada paulistana. E por um minuto nós estamos assistindo um anime bom, com traço marcante, lutas com golpes que tem impacto.

ô saudades <3

ô saudades <3

Bem, depois de um memorial desses, nos trazendo uma das lutas mais acirradas e incríveis de toda a série DBZ, o que poderá dar um fôlego para essa franquia esquecida que aquecerá nossos corações e nos fará voltar a assistir todo santo dia?

dbz02

Óbvio que a resposta é o GOKU FAZENDEIRO!!!!!

O cara que se chama Kakarotto….cuidando da plantação….entendeu a piada oculta?

Todos os Saiyajins originais tem nome de vegetais….plantação….fazenda…..sufocamento auto-erótico…..essas coisas.

E não basta ser um fazendeiro, você precisa ter ESTILO. E isso você não ganha ou compra, isso você HERDA.

dbz03

Aquele cachecol para as noites frias da Baviera

Eis que seu filho Goten, aquele lembrado por todos por ser o pior character design de um filho já criado, aparece com bentô para o papai. Enquanto come, Goku deixa seu trator com o menino, já que ele precisa aprender a dar valor para os pequenos prazeres da vida, como capinar um terreno quando você tem poder pra jogar vôlei com Plutão.

E enquanto o escravo infantil faz seu dever, Goku aproveita para fazer aquilo que todo fazendeiro, após um suado e ardente dia de labuta, faz: vira Super Saiyajin e começa a quebrar o solo recém-capinado. Foda-se o Carrefour, façam vocês seus próprios alfaces artificiais!!! ò_ó

dbz04

genteeuaindaviroloiroepoderosolembra.jpg

Isso faz Goten se descuidar e cair com o trator em um penhasco…afinal, Goku precisa plantar batatas perto de um lugar perigoso, inóspito e sem nenhuma logística. E o mais absurdo dessa cena é pensar que Goten, a criança que, junto de Trunks e Kuririn, derrotaram um clone do Saiyajin mais poderoso de todos (depois de todos os protagonistas), precisa de seu pai e do uso mais gratuito de teletransporte para se salvar.

Após isso, vamos ao espaço, presenciar…O MASTERCHEF GALÁCTICO?!?!?!?

MAS É O MASTERCHEF MESMO!!!

dbz07

Tem os chefs com o cu na mão, esperando a aprovação do prato escroto que fizeram.

dbz08

Tem a Ana Paula Padrão, com cara de colonoscopia enquanto observa o Troféu Masterchef, o prêmio mais cobiçado pelos chefs do Brasil.

dbz11

Tem uma juíza (?) com olhares provocativos e expressões enigmáticas.

dbz06

Tem o pudim de peixe.

dbz09

E tem claro o chef fodão que desdenha do prato.

dbz10

A diferença é que aqui, o planeta que é eliminado na final.

Bem, esse é o nosso vilão gente. Sim, esse gato egípcio já esteve em um filme de DBZ. Ele se chama Bills e é um Deus da Destruição. Segundo a vó de minha namorada, todo mundo que tem apelido de Bill se chama Francisco na verdade. Então aqui temos Francisco e seu servo. Eles explodem planetas com o bater de unhas. Legal, queria acreditar em todo esse poder dele, uma pena que ele justamente não usará esse potencial na Terra.

Bem, e aí mais cenas dessa sitcom, que eu ainda não acredito ser DBZ:

Trunks ensinando que faz o quadradinho de...quatro.

Trunks ensinando que faz o quadradinho de…quatro.

Mr. Satan dando aquela clássica e gelatinosa comida de rabo em Majin Boo

Mr. Satan dando aquela clássica e gelatinosa comida de rabo em Majin Boo

Piccolo sentindo toda a inveja que um brinquedo usado e esquecido teria se visse seu dono nos braços de outra pessoa.

Piccolo sentindo toda a inveja que um brinquedo usado e esquecido teria se visse seu dono nos braços de outra pessoa.

E aí que Gohan e Videl vão se casar, Goten e Trunks querem dar um presente e, enfim, nós temos uma sequência de cenas desnecessárias e longas, regadas de uma comédia que acredito eu que nem mesmo uma hiena riria. Entre elas, algumas idiotices como:

dbz18

Humanos assustados com crianças voadoras, quando o REI DO MUNDO (!!!) é um CACHORRO HUMANOIDE E FALANTE AZUL.

KingFurryS

E para cumprir aquela cota necessária de um embate pelo menos por episódio, um inimigo à espreita dos meninos, no rio, decide atacá-los. Seria um ciborgue esquecido do Dr. Gero? Um soldado dissidente do Exército Galáctico do Freeza? Um ex-membro da Red Ribbon atrás de vingança contra a linhagem Goku?

dbz20

Nãaao…..é uma cobra .-.

Que demora mais do que segundos para ser derrotada, o que pode significar duas coisas, e eu deixo você escolher a melhor opção:

  1. Temos aqui um clássico exemplo de um TRABALHO DE MERDA de um estúdio de animação que já passou do prazo da validade e que ainda insiste em clichês de roteiro tão estúpidos e repetitivos quanto a própria ideia de fazer uma continuação forçada (por fãs igualmente retardados) e sem qualquer evolução narrativa. Uma cena que não leva em consideração nada do que já aconteceu com os garotos, e os coloca no lugar de personagens estreantes, que derrotam com facilidade, mas vagarosamente, um inimigo sem importância e que só serve para engrandecer as habilidades dos mesmos. OOOOU…
  2. Goten e Trunks estavam assustados, cansados e preocupados com a água de fossa que pegaram do rio.

dbz21

Goten entrega a água de sanitário para sua cunhada, que fica felizzzzzzzzzzzzZzZzzzZzzzzzZ…..GENTE, EU TO ASSISTINDO DRAGON BALL OU UMA NOVELA DA BAND?!?!?

Meia hora de episódio e o show não nos apresentou NADA. Absolutamente NADA. Ninguém evoluiu desde a luta contra Buu, que já faz 6 meses. Nada daqui é importante, carismático ou engraçado. Diferente do Dragon Ball original, aquele do Goku criança, onde a simplicidade da trama era tratada com muita beleza e cuidado, nos fazendo importar com acontecimentos bobinhos.

Aqui, tudo é um grande fan service…só que eu não sei QUE FÃ se goza com o Trunks indo contra o Ibama, ou com 3 segundos de Piccolo jogando seu olhar de puro veneno para a piranha que rapou seu macho.

dbz23

ALELUIA!

FINALMENTE A ENDING!

Podemos ir pra casa comermos cream crackers com doce de leiE CARALHO ESSA BOCETA PEGAJOSA E MUTANTE AINDA NÃO ACABOU, MAS QUE CARALHO CABEÇUDO E CHIFRUDO BATIZADO NO ESPERMA DE BAAL.

TORIYAMA, LET IT GO!!!

dbz24

Eu sei que, em um estado deplorável de angústia e desejos suicidas, eu comecei a avançar o vídeo e acabei com essa cena, onde aparentemente o Goku ganhou três milhões de zennies e não sabe o que fazer com isso, enquanto o Mestre Kame pede a grana emprestada para dar continuidade ao seu império de DVDs pornográficos piratas que provavelmente financiam alguma organização de narcotráfico e escravidão infantil no Leste Europeu.

GOKU, EU SEI O QUE VOCÊ PODE FAZER COM TRÊS MILHÕES!!!

COMPRA A PORRA DA SUA LIBERDADE E SAI DESSA VIDA DEPLORÁVEL DE MERDA DE FAZER EPISÓDIOS FILLER PARA A TOEI!!!

dbz25

E após VINTE E TRÊS MINUTOS DE PUNHETA, o único momento de “tem uma treta vindo” acontece, com os Kaios Supremos (mas que não são mais tão Supremos quando o novo filme merda da franquia exige pessoas mais poderosas ainda) olhando para o céu.

Parabéns Toei. Parabéns Toriyama. Parabéns Japão.

E chega dessa merda, CHEGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

O próximo episódio tem o VEGETA ANDANDO DE TRENZINHO COM A FAMÍLIA.

NÃAAAO

NÃAAAAAAAAAO

NÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAO

Sai da minha vida, anime confeccionado pelas mãos vis e cruéis de japoneses gananciosos. Vai embora pra nunca mais voltar.

Resumo desta merda: você não é tão bom assim…

7 thoughts on “[ADLER COMENTA] Minhas primeiras impressões de Dragon Ball Super – “A Grande Família”

  1. Teu review foi tão interessante e profundo quando uma tarde inteira assistindo um programa do João Kléber, Geraldo Luiz, etc. É muita polêmica pro meu coração cara, pega leve!! pfff

    Quanta bobagem, quanta idiotice. O anime está sensacional, recuperando personagens, estilo e uma alma da série original (Goku criança) que estava ausente desde o começo da série Z. Se a animação é meio digitalzona demais, os defeitos ficam por ali.

    • Não é review, eu não dei nenhuma nota 😉

      É um texto propositalmente exagerado (nas reações, e não nas críticas) para ser engraçado. Se não foi para você, tudo bem.

    • Cara, eu gosto de db e to acompanhando o novo, to gostando, apesar de concordar com algumas coisas, como a pouca importancia pela evolucao cronologica dos personagens e bla bla bla, resumindo: eu me caguei rindo! gaahhaahahahah bom texto! Apesar de gostar de db, eu adimito que gosto do novo so por ser inedito!

  2. Acho que vc só assistia os episodios de porrada da serie antiga né? Existiam mtos episodios desse tipo se vc nao se lembra, demoroh mto para os sayajins chegarem na terra, para o goku chegar em namekusei, ateh parece que fariam uma serie de Dragon ball com porradaria contra o inimigo principal logo no primeiro episodio né, mas eh claro cada um pode ter a sua opiniao, respeito a sua e a minha é: gostei

    • Assisti DBZ inteiro, boa parte de DB e só os episódios que valem de GT. Te digo que SIM, existiam episódios de “vida normal”, mas normalmente eles eram entre as sagas, ou entre uma batalha e outra. Não to pedindo pra Dragon Ball Super ser um anime de pura porrada, sangue e morte, mas estamos falando de um episódio número 1. Em DB, temos Goku e Bulma se encontrando, com uma história legitimamente boa e que já te fala sobre as Esferas do Dragão. DBZ tem um momento pacato com Goku apresentando o Gohan mas logo em seguida já tem o Raditz colocando o tom de seriedade e urgência que o anime precisa. Até a merda de GT tem um episódio 1 onde a trama toda da saga é apresentada somente nele.

      Dragon Ball Super é um anime FILLER, quer algo mais nojento que isso?

      Sério, são 20 minutos de cenas sem sentido e sem carisma, e poucos segundos do vilão.

      Sem contar que o anime vai recontar as sagas dos filmes. Então quem viu eles foda-se? Pra que um filme curto e apressado se você podia desde o começo alongar aquela história em uma saga bem contada e com tempo para desenvolver?

Comments are closed.